Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

A bolsa “sempre” sobe em dia de vencimento do futuro

No aluguel de ações de ontem, falei sobre uma possibilidade – enorme – de termos um repique durante o pregão. Alguns fatores geravam essa possibilidade: indicadores socados e um em especial, por ser o dia do contrato de índice futuro.

Quem opera em bolsa, especialmente os que fazem uso de ferramentas de análise gráfica, sabem que suas ferramentas só tem validade por um único e importante motivo: estatisticamente falando elas mais acertam do que erram. Correto ? Tudo o que fazemos se baseia nesse pilar.

Um suporte só é ponto de compra porque em muitas outras oportunidades outros suportes funcionaram. Um harami de queda só é ponto de venda porque em outras ocasiões em que ele apareceu no gráfico o mercado caiu em seguida. E isso é observado em muitas outras ocasiões e situações no mercado financeiro.

Está lembrado do post “Sell in may and go away“, publicado no final do mês passado aqui no Clube ? Existe uma estatística por trás, que aponta que na maioria dos meses de maio o mercado costuma cair em seguida. (até o momento ele vem funcionando, mais uma vez – aproximadamente 10% de queda)

Justamente por isso levantei a bola, sobre a possibilidade de termos um repique para ontem. Sabe por quê ? Dos últimos 15 vencimentos (escolhi este número por ser os de 2011, 2012 e 2013 – eram os dados que tinha à mão no momento em que escrevia este post) 10 foram de alta até o final da tarde, que foi o ponto destacado do “aviso”. Em 4 houve queda – incluindo o de ontem – e em apenas 1 ficou “na mesma”.

Bem … em 66% das oportunidade a estatística foi favorável à alta … Se é para esperar alguma coisa, o que seria ? Junto a isso tínhamos indicadores no chão e uma série – forte – de quedas, esperar por um repique nestas condições é natural.

Claro, não é porque deu certo em 66% das vezes que teremos a certeza de que dará. Afinal em outras 33% não deu. Mas quem opera tem em mãos outras ferramentas que ajudam no caso de vermos nosso plano original indo para o vinagre: STOP. Você esperava uma coisa, veio outra ? Aguarde até que atinja o seu STOP e saia da operação, simples.

Qual a minha intenção com este texto ?

“Tirar o corpo fora por ter errado ?”, “aliviar a barra ?”, “um mea culpa ?”

Não, ele foi feito única e exclusivamente para chamar a sua atenção. Existem sim “eventos repetitivos” na bolsa, que não tem 100% de acerto, mas que se repetem numa proporção acima do normal (o certo deveria ser 33% para altas, 33% para quedas e 33% ficar na mesma). No caso discutido, a estatística – curta, eu sei … – aponta uma chance 2x maior do que o deveria ser observado. É ou não é justificativa para estarmos preparados para aquela possibilidade ? 😉

Mesmo com a queda de ontem, continuarei esperando uma alta para os próximos pregões de vencimento do índice futuro. 😀

Ps: curiosidade … em 2012 todos os dias de vencimento terminaram em alta. Ah ! E essa observação vem de muito antes … O único motivo para ter apresentado apenas de 2011 foi a falta dos dados reais para apresentar a vocês. 🙂