Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Já assistiu à série Billions ? Tá esperando o quê ?!!

poster-billions

Eu poderia simplificar a descrição desta (maravilhosa !!) série da seguinte maneira:

No mundo das altas finanças de Nova York, o Procurador de Justiça Chuck Rhodes bate de frente com o brilhante e ambicioso Bobby “Axe” Axelrod.

Poder eu poderia … Mas isso simplificaria de uma forma tão exagerada todo o enredo, todos os acontecimentos, todos os eventos da série … que eu estaria cometendo um crime federal contra o patrimônio público. 😉

Billions é mais do que uma série que retrata um dos lados mais cruéis dos mercados financeiros, aquele que sobrevive de informações privilegiadas, conquistadas na base da compra e venda de “dicas” e de todo o tipo corrupção que tal coisa pode vir a gerar.

Mas Billions é mais do que isso … Ela é uma série que retrata de uma forma direta, sem #mimimi, a “briga” (mais para competição) entre as carreiras pública e privada nos EUA. Diferentemente do que vemos aqui no Brasil, a população dos Estados Unidos não idolatra/endeusa os altos cargos públicos. E tudo isso por um simples e cruel motivo: remuneração. Exemplo Rhodes é um procurador federal de justiça, que tem todo um departamento rodando ao seu redor. Aparentemente está no topo da hierarquia, no ponto mais alto da carreira. Quanto ganha ? Perto de U$15 mil/mês !!

Sim … Apenas U$15 mil … E quando digo apenas, é porque nos EUA um salário de U$15 mil é muito inferior a um salário de R$15 mil aqui no Brasil. Sendo que aqui, um procurador em começo de carreira perto de R$29 mil !!! 😯

Sente a diferença ? Lá, na grande maioria dos casos, quem segue uma carreira em instituições do estado, o faz por “propósito”, por “querer fazer a diferença”, pelo “instinto de coletividade”. Por um bem maior. A remuneração está longe de ser o real motivo …

Em um certo episódio, um “assessor” de Chuck é convidado a fazer parte da equipe de advogados da Axe Capital, um hedge fund de destaque no mercado, onde ganharia 10x mais do que em sua posição atual. E isso apenas para o primeiro ano …

A briga entre público e privado também é vista dentro da própria casa de Rhodes. Sua esposa, Wendy, trabalha na Axe Capital. Ela é uma psiquiatra que trabalha como “coach” que busca melhorar a performance dos funcionários da empresa de investimentos. Enquanto ele ganha centenas de milhares de dólares por ano, como procurador federal, ela ganha milhões para ajudar os funcionários a atingirem sua plenitude como traders. (se é que podemos chama-los assim …)

É ela quem pode arcar com os elevados custos de vida do casal. Escola particular ? Apenas U$70 mil anuais … 😯

Mas e o lado das finanças Zé, não vai falar nada ?

Claro que sim ! 😀

A trama foge do trivial do que imaginamos para uma série que fala sobre o mercado financeiro. As negociações, lucros e perdas, estão lá; mas de uma forma mais realista para quem enxerga um lado não tão agradável do mercado …

Short Squeeze ? Chamada de margem ? Aluguel de ações ? Informações privilegiadas ? Perdas e ganhos (estratosféricos) causados por mero “achismo” do investidor ? Stress ? Agressividade ? Festas ? Bagunça ? Drogas ?

Sim ! Todos os ingredientes presentes no mercado fazem parte da história. Tudo encaixado de maneira perfeita para não estragar o enredo. 🙂

Junto ao “Boiler Room” (2000), Billions encabeça a minha lista de produções que melhor retratam a realidade (que muitos tentam mascarar) do mercado financeiro. Sugiro a você que assista a série ! Ela está disponível na Netflix ! 😉

Para você ter uma noção de quão pesada é a coisa, Axelrod “inicia” a Axe Capital em pleno 11 de setembro. Na ocasião ele e seus sócios trabalhavam em uma das torres do World Trade Center, na primeira que caiu para ser mais exato. Ele deu a sorte grande: não estava no escritório no momento dos ataques. Com isso, abriu uma operação de venda (no mercado Europeu) com ações de companhias aéreas. Enquanto isso, todos os seus sócios/amigos estavam morrendo no ataque. Fez isso entre a colisão do primeiro e do segundo avião … 😯

Sangue frio ? Será ?

Assista !! Eu não tenho incertezas de que você irá gostar. 😉