Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

9.000 pessoas beneficiadas com o perdão de U$15 milhões em dívidas !

 

debt buyers

Vou tentar resumir a história: existem empresas especializadas em comprar dívidas “mortas” de bancos e instituições de crédito. Elas fazem isso, pagando um valor muito abaixo do real valor da dívida. Sim, os bancos perdem dinheiro nesta negociação … Ou melhor, ganham dinheiro com dinheiro perdido. Confusão pouca é bobagem. 🙂

Muitas vezes as dívidas de clientes junto a instituições financeiras não é honrada. Depois de um determinado período sem receber o que lhe é de direito, os bancos incluem o valor destas dívidas em seus balanços como prejuízo e ponto final. Quer dizer … faziam isso, até encontrarem uma forma de faturar com esta perda. Os bancos vendem estas dívidas, que não são mais pagas pelos devedores, para empresas que farão a cobrança do valor. Ou parte dele … O desconto é absurdamente gigante: 99% em alguns casos !

Portanto é um negócio da China para quem compra a dívida (na verdade uma carteira de dívidas, com uma lista de clientes devedores), pois as chances de obter lucro com a operação são muito grandes.

Eu não sei exatamente como está este mercado aqui no Brasil, nem sei se a legislação permite tal negociata … Mas nos EUA, paraíso do sistema capitalista de risco, este é um mercado que movimenta milhões e milhões e milhões de dólares.

Pois bem, convido-o a assistir o vídeo abaixo, onde John Oliver, host do programa Last Week Tonight, nos apresenta uma matéria sobre o caso. Como funciona o mercado, o que ele faz, como faz, de quem compra, de quem cobra, etc etc etc. 20 minutos, em inglês (com legendas do youtube), onde quem não conhecia este outro lado da moeda, passa a conhecer.

Continue lendo …

Pergunte ao Pai Rico ||| 374

Pergunta:

Prezados,

Tenho uma dívida CDC e ainda faltam 22 prestações de 674,89. No próximo dia 15 receberei minha restituição de imposto de renda no valor de R$ 5.100,00, que dará para adiantar 11 prestações, contando a partir da última pois tem um desconto, conforme afirmação recebida de meu gerente do BB. Pergunto: O que é mais vantajoso, adiantar o pagamento dessas 11 prestações ou aplicar esse dinheiro no Tesouro Direto?

Resposta:

Bom dia Maíza,

Uma informação que faltou na sua pergunta, e que pode vir a ser fundamental para a resposta é a taxa de juros aplicada neste empréstimo. 🙁

Para facilitar, assumirei que é uma taxa normal, maior do que o rendimento obtido em um investimento oferecido pelo Tesouro Direto, ok ?

Na esmagadora maioria das vezes a quitação antecipada das últimas parcelas se mostra mais vantajosa. São raros os casos onde a taxa do empréstimo é tão em conta, ou a rentabilidade obtida em um investimento tão superior, que justifique a não antecipação.

No exemplo apresentado por você, o desconto obtido com a antecipação é de aproximadamente 30% ! O que a meu ver é algo muito bom. 🙂

Deixando o dinheiro no Tesouro Direto, como sugerido, você dificilmente conseguiria pagar as 11 prestações com os R$5.100,00 e seus rendimentos. A não ser que usasse um título pós-fixado e que a taxa de juros subisse muito até lá.

Outra, não sei se seria o seu caso, você poderia cair na tentação de usar este dinheiro para alguma outra finalidade … É muito mais interessante antecipar as parcelas e usar o dinheiro que “sobrará” (afinal você estará fazendo uma troca), após estes 22 meses, para atender a esse desejo.

Indico a leitura de um post que aborda um tema parecido com o da tua pergunta:

– Devo quitar minhas dívidas ou formar meu colchão de segurança ?

Espero ter conseguido lhe ajudar. 😀

Abraços !

Pergunte ao Pai Rico ||| 349

Pergunta:

Tenho um valor de R$ 30.000,00 para investir e gostaria de saber qual a melhor opção:

1 – quitar um financiamento que possuo de 29.670,00 referente a 27 parcelas de R$ 1370,00

2 – investir em titulo do tesouro ou algum outro de renda fixa e continuar pagando o financiamento mensalmente.

Se for investir quanto tempo devo deixar o dinheiro aplicado para ser vantajoso e se após descontar o IR terei ainda um ganho real.

Continue lendo …

Juros para o consumidor caindo ! (ao menos nos bancos estatais)

Como provavelmente você já tenha visto, os bancos estatais – Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal – “adotaram” uma estratégia agressiva: cortaram as taxas de juros drasticamente. “Adotaram” porque foram “convidados” pelo governo federal para realizar tal ação.

Sim, quando falo drasticamente é drasticamente mesmo. Coisa de 2% para o crédito pessoal e menos de 4% para o rotativo do cartão de crédito, e ainda pouco mais de 1% para o cheque especial. É uma diferença para o que você está acostumado a ver ou não é ? 😯

Muita, muiiita diferença.

Isso é muito bom !

Essa é uma ótima notícia, boa mesmo. Aquele tipo de notícia que esperamos ouvir desde sempre. Cheque especial com apenas 1% de juros ao mês ? cartão cobrando menos de 4% para a “rolagem” da dívida ? Para muitos isso é um verdadeiro sonho, e por isso é bom. Já pensou naquelas pessoas que estão enforcadas em dívidas e que até agora só encontravam taxas próximas a 10% ao mês ? Nossa senhora … para estas pessoas a notícia deve ter caído dos céus ! Muitas das respostas que dei nos últimos dias no “Pergunte ao Pai Rico”  precisarão ser reescritas, hehehe. 😉

Essa é uma notícia maravilhosa se você tem aquela dívida incomoda no cartão de crédito e a vê crescendo “sem expectativa” de quitação. Use o crédito que o BB ou a CEF está oferecendo e pague a dívida atual ! Será uma ótima troca, perfeita para dizer a verdade. Mudar a taxa de correção de 10% ao mês para 2% é algo inexplicável, faça uma simulação em nossa calculadora e veja quão benéfica é essa troca.

Isso é muito ruim !

Mas sabe … toda notícia tem um lado bom e um lado ruim … Já imaginou o que poderá acontecer com essa redução tão grande nas taxas ? Consegue imaginar como o consumo aumentará por essa redução ? (e é justamente isso que o governo pensou ao “solicitar” a redução delas)

O problema é que muita gente ainda não está preparada para o consumo com taxas mais baixas, basta ver o que aconteceu na hora que diminuíram as taxas cobradas nos financiamentos veiculares … a frota cresceu, cresceu, cresceu … demais, descontroladamente … e junto trouxe o quê ? Um aumento na inadimplência …

Já imaginou o que poderá acontecer se as pessoas começarem a usar estas taxas tão atrativas para consumir, como se não houvesse amanhã ? 😯

Continue lendo …