Clube do Pai Rico
Participe agora mesmo!


Estudo revela: 17% da população mundial já consumiu carne humana !

Parece mentira … Mas é verdade … 🙁

Sei que o assunto não tem “muita” ligação com o tema Educação Financeira (ou Finanças) propriamente dita, mas é interessante conhecermos até onde vai a ganância dos homens …

Um estudo realizado pela Organização Europeia para a Segurança Alimentar, liderado pelo húngaro Stephan Báthory, revela o que parece ser uma bomba para a indústria alimentícia, mais especificamente para o ramo de carnes processadas. Em forma de denúncia, Báthory alega que alguns dos maiores players do mercado usaram carne de origem humana para “atingir o nível de gordura desejada” em seus produtos. Onde ? Salsichas e Nuggets … Dá para acreditar ?

salsichas pq nuggets de frango pq

 

Parece impossível … mas segundo o relatório que recebi (tenho um primo que é assessor desta organização), é a verdade. Nua e crua …

Os principais alvos destas indústrias seriam os mercados consumidores da África, Ásia e América Central. Alegam que a deficiente fiscalização governamental destas regiões facilitaria o golpe. (e nós imaginávamos que o negócio aqui fosse ruim …)

Não, claro que isso não é verdade …

A intenção deste post é única e exclusivamente para lhe ensinar (na verdade reforçar, pois volta e meia falo sobre isso …) uma das maiores lições que a vida já me proporcionou: o “papel” aceita tudo. Não importa o que seja dito, sobre o que ou quem, estando no “papel” tudo e qualquer coisa pode ganhar ares de realidade.

Para o ramo de finanças esse “conselho” é ainda mais importante. Quantas vezes você já não viu análises “imparciais” sobre um determinado investimento ou empresa, onde a compra – ou o investimento – era indicado, por mais sombria que fosse a realidade da empresa. Bastam alguns números “estranhos” e uma bela maquiagem para que aquela mineradora, que até hoje não escavou nada; ou aquela petrolífera, que ainda não tem nenhum poço; ou aquela telefônica, que ainda nem passar seus cabos passou, se torne a queridinha de muitos “investidores”.

Volto a repetir: o papel aceita tudo.

Portanto amigo, aprenda de uma vez por todas: caminhe com suas próprias pernas. Aprenda que você precisa “saber o que está sendo falado”, não importa onde seja dito, você precisa ter ao menos uma noção do assunto para saber se não está sendo enganado. A minha indicação é que você escolha um ramo de investimento e se dedique a ele, mas tenha ao menos um conhecimento básico das outras áreas.

Eu, por exemplo, me foquei no tema Bolsa de Valores. Mais especificamente Análise Gráfica. A área fundamentalista não é o meu “forte” (para não dizer que não sei quase nada sobre ela …), mas tenho uma noção de onde devo procurar caso precise tirar a prova real, caso precise comprovar se uma afirmação é verdadeira ou não.

Sim … tenho uma noção básica sobre muitas outras áreas de investimento, mas caso precise me aprofundar sei onde procurar. Justamente por saber que o papel aceita qualquer coisa sei que a priori devo desconfiar de promessas muito … perfeitas. Caso uma delas surja na minha frente, a luz amarela acende e só será apagada após eu tirar a prova real.

Quer ver alguns exemplos ? Agências de risco dizerem que os títulos Subprime eram isentos de risco, que tinham nível AAA. Mas calma … os subprime não se caracterizam por serem originados em clientes “suspeitos” ? Então como podem não ter risco algum ? Ainda nas agências … não preciso de que nenhuma das 3 diga que os títulos dos EUA não sejam mais AAA, a coisa lá está preta e não tem quem me convença do contrário. A S&P já disse que não são mais AAA … mas as outras “comprovam” que ainda são. Mais uma vez: o papel aceita qualquer coisa …

Às vezes acho que as pessoas querem ser enganadas, que isso lhes dá prazer. Ser alguém que teve uma oportunidade única, que encontrou algo que poucos já viram ou tiveram acesso … Não encontro outra forma para explicar/entender como alguém consegue cair no golpe do bilhete premiado, por exemplo. 🙁

Fique sempre com um pé atrás … Acredite desconfiando … O céu não é tão azul quanto o pintam. 😉

Se você quer ajudar algum amigo ou familiar a “despertar” para essa verdade, indique o post. As formas mais simples ? Abaixo você pode dar um “retweet” para o Twitter ou um “recomendar” para o Facebook. Por ter um título impactante chamará a atenção deles. Afinal de contas … não funcionou com você ?