Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

O que é isso Mister X ??

Esta semana que se passou foi marcada por um acontecimento que pode vir a acelerar o “despertar” de uma grande parte do mercado em relação a um dos maiores engôdos que nele existe.

Não é de hoje que venho falando a vocês sobre esta possibilidade … sou totalmente incrédulo sobre o que é dito quando vejo a presença do nome deste “cidadão” em meio a uma notícia. Quer me ver brabo ? Use-o como exemplo de empresário de sucesso, de empreendedor, de investidor, quer dizer … de qualquer coisa.

Pois bem, o fato que me referi foi o tombo que as ações do grupo x sofreram durante a semana passada. Em especial às do ramo do petróleo. A OGXP3 chegou a apresentar uma desvalorização de quase 50% durante a semana ! (máxima de R$8,98 – mínima de R$4,78) 😯

Mas o que aconteceu ?

O gatilho foi um anúncio feito pela empresa, onde a meta de produção foi alterada. A promessa anterior era de que um determinado poço teria uma produção diária de 18 mil barris. Com a correção, a promessa agora é de 5 mil !!!! Uma redução de quase 70% …

Isso, obviamente, chamou a atenção de muitos investidores para o fato de que as x são apenas isso: promessas. E uma promessa pode atender a qualquer necessidade, qualquer pedido, pode ter qualquer valor.

Houve uso de informação privilegiada ? Provavelmente, não duvido que muitos tenham aproveitado a oportunidade para operar na venda e faturar uns “trocados”. (muita gente tem uma visão distorcida, a de que os insiders operam apenas na compra, quando as notícias a serem divulgadas são boas)

Houve gente que se aproveitou do fato para descer a lenha nas empresas, promessas de fortuna, exemplo de … (pra mim, de nada) ? Sim, certamente. Mas isso é o mercado amigo …

Promessas e mais promessas

Alguém pode me explicar como uma empresa – ou melhor, um grupo de empresas – consegue viver somente de promessas ? Sim, 90% delas ainda não estão completamente operacionais, existindo apenas no “papel”.

Não, nada contra uma empresa vir ao mercado para se capitalizar para que possa dar início a uma planta, ou até mesmo às suas atividades … mas convenhamos que uma (ou um grupo de) empresa vir à mercado, sem nada de concreto – apenas promessas – para mostrar, conseguir arrecadar bilhões e bilhões e bilhões e bilhões de reais para ai sim começar a criar o negócio que virá a gerar lucro a ser dividido com os acionistas ?

Vejo muita gente agredindo (literalmente) empresas .com, por serem empresas que não existe “de verdade”, que não apresentam lucro, que funcionam como verdadeiros drenos do capital injetado pelos investidores, que ficam anos e anos e anos “patinando” até que consigam apresentar algum resultado positivo, ou então que vêm – volta e meia – anunciar ao mercado reduções nos números projetados  … ops … onde é que já vi isso mesmo ? 😯

O pior, vejo estas mesmas pessoas, que dizem que nunca sonhariam investir em uma .com, defendendo com todas as forças as x. Dá para entender ?

Será o momento do despertar ?

Será que, finalmente, o mercado irá acordar para a realidade ? Deixará o sonho – que para mim é um verdadeiro pesadelo – de promessas para trás e irá focar em empresas de verdade ? Sólidas, com resultados palpáveis, com produção, com garantias, com cumprimento dos números previamente projetados.

Não dá para entender o que aconteceu … parece até que houve um feitiço global ! Os mais antigos diriam que o mercado caiu no canto da sereia …

Ah ! Tudo isso aconteceu, ok. Faz parte do mercado, ok. É assim que as coisas funcionam, ok. “É por isso que uso a diversificação em minha carteira de ações”. Sim … me disseram isso, provavelmente por causa do meu posicionamento em relação a essa estratégia de proteção do capital.

Qual foi a minha resposta ? Bom … o meu método de proteção de capital é um pouco mais exigente … não coloco meu dinheiro no liXo. 😉

Repense sua relação com as empresas do grupo … mantenho a minha posição: isso vai ser o caminho de todo o grupo. E não deve demorar muito tempo não …