Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!


Você tem alguma grana na poupança ? Talvez tenha uma “mina de ouro” nas mãos …

Não, não estou sendo alarmista.

Não, não estou sendo sensacionalista.

Não, não estou sendo … tá, você entendeu que não estou querendo te enrolar. 🙂

Você leu esse título “Você tem alguma grana na poupança ? Talvez tenha uma “mina de ouro” nas mãos …” e certamente pensou: “Caramba … o Zé endoidou de vez !”, ou algo parecido. Não ?

Se não, agradeço pelo crédito e confiança. Se sim, eu confesso que lhe entendo … mas neste caso é apenas uma constatação de algo que pode vir a acontecer em um futuro nem tão distante (ou utópico) assim …

Você tem uma caderneta de poupança ? Não “se livre” dela hoje …

Vamos por partes.

A caderneta de poupança, a queridinha dos brasileiros, vem levando uma surra de todos os investimentos do tipo renda fixa disponíveis no mercado. Isso é um fato. Com seu rendimento de TR+6% ao ano, ela perde para todos os investimentos oferecidos ao investidor comum. Ok … talvez aquele título de capitalização ou fundo de renda fixa com taxa de administração anual de 5% percam para ela. Mas, isso lá é investimento ? (tá, o fundo é …)

A poupança perde de todo mundo. Apanha feio. Mas … já parou para pensar que estamos próximos de um momento em que ela pode voltar a “brilhar” ? Para explicar isso precisarei entrar na máquina do tempo e voltar ao longínquo ano de 2012.

O que aconteceu em 2012 ? Graças às mudanças na taxa de juros por ordem da Dona mandioca pelo COPOM, quando chegamos a 7,25% ao ano (histórico da SELIC), o governo precisou alterar as regras de rentabilidade da poupança. Afinal, como poderia um investimento isento de IR, “sem risco”, etc etc etc, oferecer um retorno superior ao dos títulos do governo ?

Você está lembrado ? Foi criada uma regra, uma “nova poupança” (indico a leitura do post: “Dê boas vindas à “nova poupança” !“) que ofereceria um rendimento atrelado à SELIC. Quando ela estivesse abaixo de 8,5%, a poupança passaria a oferecer 70% da SELIC + TR. Justamente para manter a atratividade dos outros investimentos de renda fixa …

Pois bem. A alegria durou pouco, a situação complicou, a redução da taxa de juros, na marra, surtiu efeito e a inflação voltou a aparecer. A SELIC subiu, a poupança deixou de oferecer atratividade, e tudo voltou a ser como sempre foi … Como hoje ainda é …

Mas aquela mudança criou uma regra interessante: as cadernetas de poupança criadas antes do dia 04/05/2012 manteriam a rentabilidade tradicional: TR+6% ao ano. As criadas após essa data, 70% da SELIC + TR, quando a SELIC fosse inferior a 8,5% ao ano, e TR+6% com ela acima disso. (sério, leia o post “Dê boas vindas à “nova poupança” !” para entender melhor isso)

TR+6% ao ano … só ?

Só … Em um universo onde as aplicações de renda fixa nos oferecem 12%, 13% ao ano … os 6% da poupança parecem “piada” … Não ?

Muitos parecem ter despertado para esse detalhe. Muitos justificam as retiradas de dinheiro dela por uma possível mudança de atitude dos brasileiros. Fato que foi desmascarado nos posts “A poupança teve em 2015 o maior volume de recursos sacados da história” e “A verdade por trás da manchete: Poupança tem retirada recorde para o mês de maio“, onde mostro que o principal motivo para as retiradas foi a necessidade de dinheiro por parte das famílias, graças ao agravamento da crise …

Muitos tiraram seu dinheiro da poupança. Muitos deixaram tudo como estava … e são esses que podem estar sentados sobre uma pilha de ouro. 😉

Ainda não entendeu ? Vamos lá …

Qual é a atual taxa de juros no Brasil ? A SELIC está em 13% neste momento. Qual é a expectativa do mercado para a SELIC no fim de 2017 ? Muitos profissionais e instituições financeiras começam a apontar uma taxa próxima a 9% como o alvo para o fim do ano …

9% … quase 8,5% … que é o gatilho para a retomada da regra de rentabilidade da poupança. 😀

Sim ! Estou dizendo que se as coisas continuarem andando no ritmo que estamos vendo atualmente, as chances de vermos a SELIC competindo com a rentabilidade da antiga poupança são muito grandes.

Claro … ainda falta um bocado para chegarmos lá. O ponto “ideal” da competição ocorre quando a SELIC estiver em 7% ao ano. Neste momento, uma aplicação que oferece 100% do CDI passará a entregar ao investidor uma rentabilidade de 5,95% ao ano (já tirei o IR), enquanto a poupança antiga oferecerá … 6%.

Agora conseguiu enxergar onde quero chegar ?

Sim … falta muito. Pode ser quase que uma utopia imaginarmos tal evento. Mas … e se acontecer ?

Será que pensando no futuro, na possibilidade de termos uma economia andando nos trilhos, onde as atuais mudanças ajudarão a manter as coisas em ordem, com níveis inflacionários decentes, não existe espaço para uma SELIC na faixa dos 5% ao ano ?

E pensando nisso … não seria muito vantajoso termos em mãos um investimento que nos entrega quase 50% a mais do que investimentos com níveis de risco semelhantes ? Sim … Quando a SELIC estiver em 5% ao ano, um investimento que ofereça 100% do CDI estará lhe entregando 4,25% líquidos. Enquanto isso, a poupança velha estará entregando os bons e velhos TR+6% ao ano … 😯

E agora ? Será que é uma boa se desfazer da sua velha caderneta de poupança ?

Olha … eu refletiria com carinho sobre o assunto.

A meu ver, as chances de vermos uma SELIC na faixa dos 5% ao ano são reais e talvez nunca tenham estado tão próximas quanto atualmente estão …

Pode demorar um bocado, sei disso. Mas … vai que …

Não seria quase que uma aposta num futuro melhor ? Uma aposta no país ? Acreditar que no loooongo prazo as coisas realmente entrarão nos trilhos e que tudo será “melhor” ? Talvez …

Será que não valeria mais a pena sacar e aproveitar as taxas oferecidas atualmente ? Sinceramente ? Se ainda não havia aproveitado o que vinha sendo ofertado, não sei se a retirada do dinheiro de uma poupança antiga (criada antes do dia 04/05/2012) seja o melhor dos negócios não …

Posso estar enganado ? Claro que posso … Quantas vezes já me enganei em relação ao futuro do país ? 🙁

Mas … como estamos pensando no longo prazo …

Lembre-se: somente os depósitos feitos antes do dia 04/05/2012 obedecem às regras tradicionais. O dinheiro que foi depositado nelas depois desta data não oferecerá esta vantagem. E, claro, para quem não tem uma poupança antiga, migrar para outro investimento que ofereça uma maior rentabilidade é o melhor caminho.

Dei um nó na sua cabeça ? Era essa a minha intenção … Fazer você pensar sobre o assunto. Refletir, analisar, projetar um possível futuro.

Quem sabe não seja uma estratégia interessante de diversificação ? 😉