Clube do Pai Rico - Fórum - Índice do Fórum

 www.ClubedoPaiRico.com.brBlog - www.ClubedoPaiRico.com.br   FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar   PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Sugestão de artigos que devem ser lidos no site do Clube:

- Como o Zé ganha na Bolsa ?
- Iniciando seus investimentos
- Por que o problema é dos mais ricos ?
- Você está preparado para a velhice ?
- O texto definitivo: Saiba como ganhar MUITO dinheiro na bolsa !
- Fez errado … ? Então pague o preço !!
- O Controle do Fluxo de Caixa e suas barreiras
- Você está no vermelho ? O que tem feito para mudar isto ?
- Formando o seu colchão de segurança



Além disso, indico duas séries especiais:

- Iniciando seus Investimentos: a série
- O que o Zé faz para ganhar dinheiro na Bolsa de Valores ? (Índice)


PIBB11 - Papéis do Índice Brasil Bovespa
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 13, 14, 15
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    Clube do Pai Rico - Fórum - Índice do Fórum -> Ações
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
F.I.
Nível 3

Nível 3<br>



Registrado em: Domingo, 24 de Outubro de 2010
Mensagens: 341

MensagemEnviada: Seg Out 25, 2010 12:33 pm    Assunto: Responder com Citação

Castaway escreveu:
Vou fazer a mesma coisa. Porém eu gostaria de saber qual o motivo do PIBB11 ter baixa liquidez o BOVA11 não, alguém poderia esclarecer essa dúvida. Obrigado.


O lote do PIBB11 é mais caro. E também porque o administrador do BOVA11 fez uma boa campanha de marketing para os seus EFTs. Mas não fique tão preocupado com liquidez pois o fundo vai acabar refletindo a oscilação da bolsa além de possuir formador de mercado.

Abraços,
_________________
http://www.financasinteligentes.com/
Análises, investimentos e finanças. Estudos e projeções para os mercados nacionais e internacionais.
Conheça o meu livro "Muito prazer, Sr. Mercado": http://www.financasinteligentes.com/p/muito-prazer-sr-mercado.html
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Eko



Registrado em: Terça-Feira, 6 de Novembro de 2007
Mensagens: 38

MensagemEnviada: Dom Jan 02, 2011 12:41 pm    Assunto: Responder com Citação

robsp escreveu:
Conforme dito anteriormente o as cotas do pibb11 segue a mesma tributação do bova11 (ação que segue o ibovespa) e no site que explica o bova11 fala sobre tributação

http://br.ishares.com/get_started/risks_and_taxations.htm

Citação:
Alienação das Cotas. O ganho líquido (diferença positiva entre o preço de venda e o respectivo custo de aquisição) auferido pela pessoa física na venda de Cotas no mercado à vista da Bovespa deve ser incluído no cômputo da apuração mensal dos ganhos líquidos de renda variável decorrentes de todas as operações por ela efetuadas no mês, nas bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e similares. Os ganhos líquidos mensais de renda variável apurados estão sujeitos ao imposto de renda, à alíquota de 15% (quinze por cento). O imposto de renda sobre os ganhos líquidos mensais deverá ser apurado e pago pela própria pessoa física até o último dia útil do mês subseqüente ao de sua apuração. A tributação é definitiva, não sendo tais ganhos incluídos no cômputo do imposto de renda sobre rendimentos sujeitos ao ajuste anual da pessoa física.

Entretanto, nas alienações efetuadas por pessoas físicas no mercado à vista de bolsa de valores, que não excederem no mês em questão o montante de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), os ganhos líquidos de renda variável não estão sujeitos à incidência do imposto de renda. Neste caso, o investidor ficará, inclusive, dispensado de preencher o respectivo formulário de apuração de ganhos líquidos de renda variável auferidos, exceto no caso de pretender efetuar a compensação das perdas apuradas com os ganhos líquidos de renda variável auferidos em outras operações na bolsa de valores.

mark_valley escreveu:
Sobre a questão da tributação dos PIBB, achei um artigo bem interessante:

http://viverderenda.blogspot.com/2009/06/tributacao-dos-pibbs.html


Apenas voltando ao assunto de tributação dos PIBBs...

segundo o link do mark_valley fica claro que eles não entram na isenção dos 20k.
E tambem revendo o link do robsp, fica claro que o ishares alterou o texto refetente a tributação das ETFs Crying or Very sad
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Eko



Registrado em: Terça-Feira, 6 de Novembro de 2007
Mensagens: 38

MensagemEnviada: Dom Jan 02, 2011 12:42 pm    Assunto: Responder com Citação

Eko escreveu:
robsp escreveu:
Conforme dito anteriormente o as cotas do pibb11 segue a mesma tributação do bova11 (ação que segue o ibovespa) e no site que explica o bova11 fala sobre tributação

http://br.ishares.com/get_started/risks_and_taxations.htm

Citação:
Alienação das Cotas. O ganho líquido (diferença positiva entre o preço de venda e o respectivo custo de aquisição) auferido pela pessoa física na venda de Cotas no mercado à vista da Bovespa deve ser incluído no cômputo da apuração mensal dos ganhos líquidos de renda variável decorrentes de todas as operações por ela efetuadas no mês, nas bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e similares. Os ganhos líquidos mensais de renda variável apurados estão sujeitos ao imposto de renda, à alíquota de 15% (quinze por cento). O imposto de renda sobre os ganhos líquidos mensais deverá ser apurado e pago pela própria pessoa física até o último dia útil do mês subseqüente ao de sua apuração. A tributação é definitiva, não sendo tais ganhos incluídos no cômputo do imposto de renda sobre rendimentos sujeitos ao ajuste anual da pessoa física.

Entretanto, nas alienações efetuadas por pessoas físicas no mercado à vista de bolsa de valores, que não excederem no mês em questão o montante de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), os ganhos líquidos de renda variável não estão sujeitos à incidência do imposto de renda. Neste caso, o investidor ficará, inclusive, dispensado de preencher o respectivo formulário de apuração de ganhos líquidos de renda variável auferidos, exceto no caso de pretender efetuar a compensação das perdas apuradas com os ganhos líquidos de renda variável auferidos em outras operações na bolsa de valores.

mark_valley escreveu:
Sobre a questão da tributação dos PIBB, achei um artigo bem interessante:

http://viverderenda.blogspot.com/2009/06/tributacao-dos-pibbs.html


Apenas voltando ao assunto de tributação dos PIBBs...

segundo o link do mark_valley fica claro que eles não entram na isenção dos 20k.
E tambem revendo o link do robsp, é possivel ver que o ishares alterou o texto refetente a tributação das ETFs Crying or Very sad
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
robsp
Nível 3

Nível 3<br>



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Mai de 2006
Mensagens: 278

MensagemEnviada: Qui Jan 06, 2011 10:58 am    Assunto: Responder com Citação

Infelizmente o pibb e outros ETFs tem que pagar IR se teve lucro e vendeu qualquer valor , por exemplo, se vendeu 100 R$ com lucro tem que pagar IR.

Em termo de imposto talvez o PIBB atualmente ficou até pior os nos fundos.

Num fundo tradicional cada compra que você faz é como se fosse uma aplicação separada , por exemplo, se fez 12 aplicações no ano seria , para fins de imposto de renda , como se tivesse 12 contas diferentes no fundo e quando faz um resgate parcial pode escolher dentre estas 12 aplicações quais delas tem lucro menor para pagar menos IR e possibilitar postergar o pagamento do imposto.

No PIBB , se fosse o mesmo caso anterior , se tiver feito 12 aplicações no ano e for fazer um resgate parcial tem que calcular o preço médio de suas compras e se tiver lucro tem que pagar IR, não dá pra escolher alguma aplicação onde está com lucro menor.

Apesar de ter perdido a vantagem tributária , para pequeno investidor acho que continua sendo interessante pois o PIBB tem baixa taxa de administração , quase 0% e nos fundos tradicionais para pequeno investidor paga 2% ou mais todo ano. Exceto se o fundo apresentar ganho consiste ao longo dos anos acima do IBRX-50 ou IBOVESPA, isto pode representar uma grande despesa.


Uma alternativa seria montar você mesmo uma carteira de ações e tentar replicar um índice ou comprar as ações mais importantes do índice como IBOVESPA ou PIBB , mas vai ter um certo trabalho de comprar e vender ações devido ao peso de cada ação no índice , reaplicar dividendos e ficar torcendo para o governo não mudar a legislação , pois tem o risco de o governo simplesmente chegar um dia e dizer que a isenção para quem vende abaixo de 20 mil R$ acabou.

Ainda acho o PIBB uma aplicação interessante para quem que aplicar uma parcela de seus investimentos em renda variável, mas não tem tempo ou interesse em conhecer mais a fundo o mercado de ações e está satisfeito em apenas ter um rendimento médio de mercado.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
colgate
Nível 2

Nível 2<br>



Registrado em: Segunda-Feira, 8 de Março de 2010
Mensagens: 113

MensagemEnviada: Qui Jun 16, 2011 5:01 pm    Assunto: Responder com Citação

Alguém anda aproveitando a queda dos últimos tempos pra investir nos ETFs?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
colgate
Nível 2

Nível 2<br>



Registrado em: Segunda-Feira, 8 de Março de 2010
Mensagens: 113

MensagemEnviada: Ter Ago 02, 2011 8:42 pm    Assunto: Responder com Citação

Pelo jeito ninguém né rs..

e agora que caiu mais ainda? Razz
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
David Albuquerque



Registrado em: Terça-Feira, 2 de Junho de 2009
Mensagens: 14

MensagemEnviada: Seg Set 19, 2011 6:43 pm    Assunto: Responder com Citação

Eu estou sim. Todo mês compro.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
dschiebelbein
Nível 1

Nível 1<br>




Registrado em: Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2007
Mensagens: 87
Localização: Ponta Grossa -Pr

MensagemEnviada: Sáb Out 22, 2011 3:03 pm    Assunto: Responder com Citação

?..........
_________________
"A vida é assim, nos põe na cruz de uma encruzilhada pra escolher a estrada e buscar aquilo que mais se gosta"
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
robsp
Nível 3

Nível 3<br>



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Mai de 2006
Mensagens: 278

MensagemEnviada: Qua Ago 29, 2012 11:08 pm    Assunto: Responder com Citação

Citação:
Primeiro e mais popular fundo de ações com cotas negociadas em bolsa no país, com mais de 15 mil cotistas, o Papéis Índice Brasil Bovespa (PIBB) foi renovado este ano e deve se tornar ainda melhor para quem quer aplicar na bolsa e não tem experiência nem muito dinheiro ou tempo para ficar montando uma carteira. Lançado para o varejo em oferta pública pelo BNDES em parceria com o Itaú em 2004, como forma de popularizar o mercado de ações, o PIBB foi o pioneiro dos fundos negociados na Bovespa, ou, como são conhecidos no exterior, os Exchange Traded Funds (ETF). Com aplicações a partir de R$ 88,00, ele permite ao investidor comprar uma cesta dos 50 papéis mais negociados na Bovespa, e com o menor custo entre os fundos da mesma categoria.

Mas, além de ser atrelado a um índice pouco conhecido, o IBrX-50, uma versão do Índice Bovespa, o PIBB nasceu com regras que dificultavam seu funcionamento e a arbitragem entre o valor de suas cotas e o das ações no mercado pelos grandes investidores. Em 2008, a criação de outros ETFs pelo Barclays – hoje BlackRock –, como o BOVA11, de Ibovespa, levou ao aperfeiçoamento das regras desse tipo de fundos, usando a experiência do banco, que é líder mundial dessa aplicação. Mas só recentemente, em junho deste ano, o PIBB conseguiu autorização para se modernizar.

O PIBB é o ETF com maior número de cotistas do mercado, 15.507, seguido do recém-lançado ECOO11, também do BNDES, mas atrelado ao Índice de Carbono Eficiente ICO2, que tem 12.976 cotistas. Ambos foram vendidos em ofertas públicas, o que explica sua maior pulverização. O terceiro é o BOVA11, com 5.173 cotistas. Apesar de não ter sido alvo de oferta, o BOVA11 caiu no gosto dos grandes investidores por sua ligação com o Ibovespa e é hoje o maior ETF do mercado brasileiro, com patrimônio de R$ 1,685 bilhão. O PIBB vem em seguida, com R$ 1,383 bilhão, e o ECOO11 em terceiro, com R$ 346 milhões. O PIBB é também o ETF mais barato do mercado, cobrando apenas 0,059% ao ano de taxa de administração, muito menos que a média dos demais, de 0,5% ao ano.

O PIBB, como outros ETFs, é um fundo que replica na carteira exatamente a mesma composição do índice que ele acompanha, no caso o IBrX-50. Ele é uma espécie de Ibovespa melhorado, que também reúne os papéis mais negociados da bolsa, mas usa também o valor das empresas no mercado para calcular o peso de cada ação no índice. Mas, apesar de menos volátil, o IBrX-50 não emplacou, não tem mercado futuro e não é usado por muitos gestores.

A esses problemas juntaram-se outros, como o fato de o PIBB ter de manter exatamente a mesma proporção de papéis do IBrX-50, o que o obrigava a comprar lotes menores de ações no mercado fracionário, onde os preços são mais caros que os do lote padrão. Isso aumentava seu custo e dificultava a gestão, lembra Tatiana Grecco, responsável pelos fundos passivos (que acompanham índices) do Itaú.

Além disso, essa regra dificultava grandes investidores de fazerem arbitragens entre a cota do fundo e os preços das ações no mercado. Assim, se o preço das ações no mercado caía demais, os grandes investidores não conseguiam trocar ações por cotas do fundo, pois era muito caro comprar parte dos papéis no mercado fracionário.

Já a operação contrária, tirar ações do fundo quando elas estavam mais baratas para vender no mercado, era mais fácil, o que levava os grandes investidores a “destruir” cotas. “Isso impedia o PIBB de crescer, pois os arbitradores só tiravam ações do fundo, não traziam de volta”, lembra Tatiana. Agora, após um ano e meio de negociação, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou o PIBB a fazer como os outros ETFs mais novos, que podem manter uma parcela da carteira fora do padrão por algum tempo. Além de facilitar a gestão do fundo, a medida facilitará também a conversão de ações em cotas, já que o grande investidor poderá entregar as ações menos líquidas depois.

Outra mudança é a criação pela bolsa de um preço de referência para a cota, o que não existia antes para o PIBB, mas os outros ETFs tinham. Esse preço é calculado pela bolsa e ajuda a orientar o investidor sobre o valor médio de negociação da cota, o que dá mais segurança na compra ou na venda. Foi permitido também ao PIBB contratar um formador de mercado (market maker), corretora que se compromete a negociar o papel todos os dias para aumentar a liquidez e garantir preços de referência. “Com essas mudanças, os arbitradores apareceram e o volume de PIBB passou de R$ 3 milhões por dia para R$ 6 milhões”, comemora Tatiana. O aumento das operações com grandes clientes está também atraindo gestores de fundos multimercados e de ações, que podem usar o PIBB em suas carteiras em vez de ter de comprar ação por ação, ou podem também alugar as cotas de fundos de pensão.

Tudo isso levará a um aumento da liquidez do PIBB e melhorará suas condições de compra e venda do mercado, ajudando também o pequeno investidor.

http://www.arenadopavini.com.br/artigos/etfs/repaginado-pibb-fica-melhor-e-e-opcao-para-pequeno-investidor-entrar-na-bolsa
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
souzallyndi
Nível 1

Nível 1<br>




Registrado em: Terça-Feira, 26 de Julho de 2011
Mensagens: 50

MensagemEnviada: Qui Out 17, 2013 4:29 pm    Assunto: Re: PIBB11 - Papéis do Índice Brasil Bovespa Responder com Citação

mauriciokatayama escreveu:


PAPÉIS DO ÍNDICE BRASIL BOVESPA
Código: PIBB11
Setor: Diversos, fundo de investimento que emula a carteira IBrX-50
Página Oficial: http://www.pibb.com.br
FAQ do PIBB: http://www.pibb.com.br/orientacao/perguntasMaisFrequentes.htm
Nível de Governança Corporativa: Não se aplica

Comecei a estudar esse ativo depois de uma sugestão da Vi0linha. Obrigado por me apresentá-lo, princesa Léa!! Wink

PIBB não é exatamente uma ação, mas como é negociado diretamente na Bovespa (código PIBB11), coloquei-o aqui na área de ações.

Os PIBBs (Papéis de Índice Brasil Bovespa) são quotas do fundo PIBB Fundo de Índice Brasil - 50 - Brasil Tracker, o primeiro fundo de investimento em índice de mercado, regulado pela Instrução 359 de 22 de janeiro de 2002 da Comissão de Valores Mobiliários - CVM.

Trata-se na prática de um fundo de ações que emula o índice IBrX-50. Quer dizer que ao investir em PIBB você está investindo indiretamente nas ações que compõe o IBrX-50, que vem consistemente batendo o Ibovespa. Ou seja, é um fundo bem diversificado, e que compreende as 50 melhores ações da Bovespa, só tem filé.

A cada revisão da composição do IBrX-50, o fundo elimina as ações de baixo desempenho e as substitui por ativos melhores, tudo isso de forma automática.

Se você quer diversificar em vários papéis mas não tem dinheiro para fazê-lo ou se quer investir nas melhores empresas da Bovespa, mas não tem grandes capacidades em Análise Fundamentalista, os papéis PIBB podem ser uma ótima opção.


Desvantagens
Ao meu ver, o PIBB tem algumas desvantagens:

1 - a liquidez não é tão grande quanto uma ação top de linha;
2 - você não recebe dividendos diretamente. Ao auferir dividendos das ações que compõe o fundo, estes são automaticamente reinvestidos em mais ações componentes do índice.

Editado 21/12/2007 por Maurício: descobri que papéis PIBB podem ser alugados.

Métodos para investir no PIBB
Você pode comprar PIBB diretamente no seu home broker (com o código PIBB11) ou pode investir indiretamente através de fundos de bancos.

Se você só pode investir pouco por mês, os fundos de banco são a melhor opção. O PIBB do Banco do Brasil aceita investimentos a partir de R$ 200,00 apenas e cobra 1,5% a.a. de taxa de administração.

Se você pretende aportar um volume maior, pode economizar a taxa de administração do banco e obter uma renda ligeiramente maior investindo diretamente pelo home broker. O problema é que os PIBB11 são caros (na cotação atual, R$94,15 cada unidade). Assim como ações, podem ser negociados no fracionário.


Podcasts do Mauro Halfeld sobre o PIBB:

Fundo PIBB rendeu 228% em pouco mais de três anos
Fundo PIBB continua disponível e com a menor taxa de administração do mundo
O que é melhor: investir o 13º salário em PIBB ou títulos do Tesouro Nacional?

---------------------------------------------------------------------------

Importante: as informações e análises disponibilizadas neste tópico tem como finalidade fazer você conhecer o papel, expor discussões e notícias pertinentes, com o intuito informativo. Lembre-se que a decisão e a responsabilidade sobre suas operações no mercado é sua, e somente sua.



Considero importante essa informação para quem deseja selecionar papéis no mercado para começar a acompanhar na análise técnica também. A formação de resultados a curto prazo exige acompanhamento direto dos valores, por isso pode ser uma ferramente complementar.
_________________
Como Investir na bolsa

como operar na bolsa

analise tecnica

curso de bolsa de valores
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
ciclop



Registrado em: Terça-Feira, 26 de Julho de 2011
Mensagens: 46

MensagemEnviada: Dom Fev 02, 2014 9:55 pm    Assunto: Responder com Citação

Castaway escreveu:
Vou fazer a mesma coisa. Porém eu gostaria de saber qual o motivo do PIBB11 ter baixa liquidez o BOVA11 não, alguém poderia esclarecer essa dúvida. Obrigado.



Bom nesse caso, ainda as duas são ETF's que possuem semelhanças principalmente em relação ao índice de referência. Mas existem outros itens que distinguem melhor entre cada uma delas:

Por exemplo:
O início de negociações do PIBB11 se dá em 2004 e do BOVA11 só começa a ser negociado a partir de 2008. Em termos de comparação do resultado apresentado em levantamento da liquidez diária dos negócios realizados pela BOVA11 nos últimos 12 meses são mais de 2.500 negócios contra 75 negócios por dia do PIBB11 que também possui uma taxa de administração 10x menor do que o BOVA11 em torno de 0,059%. Como os dois tipos de fundos ETF's são parecidos em uma análise mais criteriosa, o retorno acumulado de cada um até o começo de 2013 foi de 80,21% para o PIBB11 e de 81,92% para o BOVA11. A volatilidade anual foi de 26,97% para o BOVA11 e 28,18% para o PIBB11, indicando o grau de risco estimado nesse período. Estima-se então que em relação ao risco de cada uma o BOVA11 por ser inferior tem sido a opção da maior parte dos investidores que buscam maior retorno financeiro com menor exposição possível ao risco calculado nas mesmas proporções apresentadas se fossem escolhidas entre as duas opções, elevando o número de negócios diários realizados bem como do volume financeiro. Mas ainda no quesito de retorno financeiro, analisando as taxas de administração dos dois tipos de índices citados, fica evidente uma superação do PIBB11 com aproximadamente 0,059% a.a contra 0,53% a.a do BOVA11, causando uma proximidade muito grande aos demais itens.
_________________
ganhando na bolsa de valores

mercado de capitais

Ibovespa

curso de análise técnica
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    Clube do Pai Rico - Fórum - Índice do Fórum -> Ações Todos os horários são GMT - 2 Hours
Ir à página Anterior  1, 2, 3 ... 13, 14, 15
Página 15 de 15

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibído.
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído.
Excluir Mensagens: Proibído.
Votar em Enquetes: Proibído.








Junte-se a nós e cresça financeiramente. Eduque-se Financeiramente !!


Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB
Header design *Ícaro Pablo*