Clube do Pai Rico - Fórum - Índice do Fórum

 www.ClubedoPaiRico.com.brBlog - www.ClubedoPaiRico.com.br   FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistrarRegistrar   PerfilPerfil   Entrar e ver Mensagens ParticularesEntrar e ver Mensagens Particulares   EntrarEntrar 

Sugestão de artigos que devem ser lidos no site do Clube:

- Como o Zé ganha na Bolsa ?
- Iniciando seus investimentos
- Por que o problema é dos mais ricos ?
- Você está preparado para a velhice ?
- O texto definitivo: Saiba como ganhar MUITO dinheiro na bolsa !
- Fez errado … ? Então pague o preço !!
- O Controle do Fluxo de Caixa e suas barreiras
- Você está no vermelho ? O que tem feito para mudar isto ?
- Formando o seu colchão de segurança



Além disso, indico duas séries especiais:

- Iniciando seus Investimentos: a série
- O que o Zé faz para ganhar dinheiro na Bolsa de Valores ? (Índice)


BOVA11 - Indice Bovespa
Ir à página 1, 2  Próximo
 
Novo Tópico   Responder Mensagem    Clube do Pai Rico - Fórum - Índice do Fórum -> Ações
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor Mensagem
Gustavo_bl
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quarta-Feira, 14 de Março de 2007
Mensagens: 1221
Localização: Porto Alegre - RS

MensagemEnviada: Sex Dez 26, 2008 9:35 am    Assunto: BOVA11 - Indice Bovespa Responder com Citação

Novo fundo indexado BOVA11

Pessoal, como todos sabem, foram lançados novos fundos de indice neste ano (BOVA11, MILA11 e SMAL11), que vieram juntar-se ao PIBB11 que todos já conhecem!


É uma excelente oportunidade para diversificação!


Esses fundos são conhecidos também como ETFs - EXCHANGE TRADED FUNDS.


Vejam a oportunidade que proporciona uma ETF:


Citação:
O Exchange Traded Fund (ETF), também conhecido pelo nome de tracker, é um fundo de investimento com cotas negociáveis em Bolsa, como se fossem ações.

No Brasil, o ETF busca obter desempenho semelhante à performance de um determinado índice de mercado e, para tanto, sua carteira replica a composição deste índice, de acordo com regras determinadas por regulação específica.

Por que investir em ETF?

Ao investir em um ETF, aplica-se, ao mesmo tempo, em uma carteira de ações. Ou seja, ao adquirir um ETF, o investidor “leva para casa” uma cesta com papéis de diferentes companhias que, juntas, reproduzem um determinado índice, diminuindo, dessa forma, a probabilidade e o risco de
perda que corre quando se opta por negociar um título em especial.

Além disso, o custo da operação torna-se menor caso o investidor
decida montar a mesma carteira de ações por conta própria. Isso ocorre porque, para investir nas ações que compõem o índice, é preciso comprar, nas devidas proporções, os componentes daquele índice, com os custos de negociação de cada operação. Além disso, para manter a mesma posição do índice, o investidor ainda tem de gerir, de forma bastante dinâmica, as proporções de seus componentes.

Outra vantagem é que o investidor pode comprar ou vender o ETF no mercado secundário da mesma forma que faz com suas ações, ou solicitar a emissão ou o resgate de ETFs, desde que tais operações sejam realizadas com os papéis que compõem a carteira teórica daquele índice ao qual o ETF é vinculado e de acordo com o regulamento específico de cada produto.

Diversidade em um único investimento.

Com apenas uma transação, o ETF proporciona o investimento em uma carteira diversificada de ações. Não é necessário comprar papéis de diversas empresas porque os ETFs permitem a exposição do investidor em todas as ações que integram a carteira do índice.

O ETF combina a simplicidade da negociação com ações com o risco diversificado dos fundos de investimento. Além disso, a taxa de administração de um ETF é, em geral, inferior à cobrada pelos fundos tradicionais.

Acesso às informações em tempo real.

Os investidores conseguem informações atualizadas sobre a evolução de seus ETFs no site da BM&FBOVESPA (http://www.bmfbovespa.com.br) e nos terminais dos vendors. Também é possível acompanhar pela internet:
a negociação dos ETFs, com informações sobre preços:



ABAIXO AS CARACTERÍSTICAS DO BOVA11

Descrição do Fundo

O iShares Ibovespa Fundo de Índice busca obter retornos de investimentos que corres-
pondam, de forma geral, à performance, antes de taxas e despesas, do Índice Bovespa.

O Índice Bovespa é um índice de mercado que mede o retorno de um investimento em uma carteira teórica calculada pela BM&FBovespa, composta pelas ações emitidas por companhias que respondam por mais de 80% (oitenta por cento) do número de negócios e do volume financeiro verificados no mercado à vista (lote-padrão) da BM&F BOVESPA.

Descrição do Índice

O Índice Bovespa (IBOV) tem por objetivo medir o comportamento das ações das empresas mais líquidas entre as listadas na BM&FBovespa. As ações componentes são selecionadas e ponderadas por sua liquidez, medida através de um índice de negociabilidade. O Índice Bovespa foi criado em 1968 e manteve sua série histórica sem mudanças de metodologia desde a implementação.

Características do Fundo
Código na B Mm&FBovespa BOVA11
Data de Início 28/11/2008
Taxa de Administração 0,54% a.a.
Código Valor Indicativo BOVA
Código ISIN BRBOVACTF003
Código Bloomberg do Índice IBOV
Empréstimo de Ações Limitado a 30% da carteira do fundo



Dez Maiores Posições no Índice
(em 31/10/2008)

(PETR4) 15.36%
(VALE5) 12.99%
(BBDC4) 4.45%
(ITAU4) 3.62%
(VALE3) 3.28%
(PETR3) 2.83%
(BVFM3) 2.74%
(ITSA4) 2.61%
(UBBR11) 2.59%
(CSNA3) 2.48%
_________________
"The future can be approached in two different ways, the way of prediction and the way of protection."
Benjamin Graham
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Zé da Silva
Proprietário do Site

Proprietário do Site<br>





Registrado em: Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2005
Mensagens: 9215
Localização: Florianópolis - SC

MensagemEnviada: Sex Dez 26, 2008 10:38 am    Assunto: Responder com Citação

Tô curioso para ver o "desenvolver" destes papéis.
Eles prometem ajudar bastante ...

Só quero ver se der realmente certo, quando os bancos começarão a espernear ( ou então diminuir as taxas de administração ... hehehe )

Ps: Dúvido que eles abaixem as taxas, hehehe.
_________________
www.ClubedoPaiRico.com.br
Educação Financeira
---
Pai Rico Pai Pobre, o livro que me motivou a criar o Clube !
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email Visitar a homepage do Usuário MSN Messenger
Gustavo_bl
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quarta-Feira, 14 de Março de 2007
Mensagens: 1221
Localização: Porto Alegre - RS

MensagemEnviada: Sex Dez 26, 2008 10:58 am    Assunto: Responder com Citação

Zé, também duvido que os bancos baixem as taxas...

O mais provável é que criem fundos novos, daqueles "fundos de fundos", ou seja, o banco cria um fundo que vai investir nestes fundos como o BOVA11... aí o "investidor" vai pagar a taxa normal do BOVA11 mais a taxa adicional que o banco vai criar.... Rolling Eyes

Só vai ser uma ótima opção para quem já saiu da mesmice de investir apenas através de bancos e também investe via corretoras - via home-broker.
_________________
"The future can be approached in two different ways, the way of prediction and the way of protection."
Benjamin Graham
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
robsp
Nível 3

Nível 3<br>



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Mai de 2006
Mensagens: 278

MensagemEnviada: Sex Dez 26, 2008 7:11 pm    Assunto: Responder com Citação

Precisaria verificar melhor os índices , mas acho que os índices do BOVA11 e MILA11 não devem diferenciar muito do IBRX-50 do Pibb, então acho que não vale muito a pena como diversificação para quem já investe no PIBB. Acho que o fundo SMAL11 seria mais interessante como diversificação.

O problema destes novos fundos é a baixa liquidez , o PIBB , mesmo no fracionário sempre tem compradores e vendedores, estes novos fundos ainda não tem muita liquidez, se precisar vender pode não encontrar compradores, principalmente no caso do SMAL11 que é de small caps (empresas menores). Mas acho que isso deve melhorar com o tempo e maior divulgação.

Outro detalhe, nesta crise internacional dos Bancos, é que estes fundos tem administração do Citibank americano e a gestão do Barclays , inglês, apesar que mesmo que estes bancos quebrarem não devem afetar os fundos iShares. O Pibb tem administração do Itau e foi lançado pelo BNDES que é vinculado ao governo federal.


Na página do fundo acho que deixa mais claro uma questão levantada sobre o PIBB no fórum, a questão do IR na alienação das cotas, venda via Home-broker, onde diz que até 20 mil não há pagamento de IR. Para investidores de longo prazo acho uma boa vantagem em relação aos fundos tradicionais.

Citação:

Alienação das Cotas. O ganho líquido (diferença positiva entre o preço de venda e o respectivo custo de aquisição) auferido pela pessoa física na venda de Cotas no mercado à vista da Bovespa deve ser incluído no cômputo da apuração mensal dos ganhos líquidos de renda variável decorrentes de todas as operações por ela efetuadas no mês, nas bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e similares. Os ganhos líquidos mensais de renda variável apurados estão sujeitos ao imposto de renda, à alíquota de 15% (quinze por cento). O imposto de renda sobre os ganhos líquidos mensais deverá ser apurado e pago pela própria pessoa física até o último dia útil do mês subseqüente ao de sua apuração. A tributação é definitiva, não sendo tais ganhos incluídos no cômputo do imposto de renda sobre rendimentos sujeitos ao ajuste anual da pessoa física.

Entretanto, nas alienações efetuadas por pessoas físicas no mercado à vista de bolsa de valores, que não excederem no mês em questão o montante de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), os ganhos líquidos de renda variável não estão sujeitos à incidência do imposto de renda. Neste caso, o investidor ficará, inclusive, dispensado de preencher o respectivo formulário de apuração de ganhos líquidos de renda variável auferidos, exceto no caso de pretender efetuar a compensação das perdas apuradas com os ganhos líquidos de renda variável auferidos em outras operações na bolsa de valores.

Ishares - Tributação
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
mauriciokatayama
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2007
Mensagens: 5131

MensagemEnviada: Sex Dez 26, 2008 10:44 pm    Assunto: Responder com Citação

Legal que o iShares deixou a questão da isenção bem explícita. Na página do PIBB o texto está muito confuso.
_________________
"Cada Real investido é um servo fiel que trabalha dia e noite para você."
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
robsp
Nível 3

Nível 3<br>



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Mai de 2006
Mensagens: 278

MensagemEnviada: Sáb Dez 27, 2008 6:11 pm    Assunto: Responder com Citação

Citação:
Saiba investir nos 3 fundos de índices lançados pela Bovespa
04.12.2008 | 08h58
Investidores têm novas opções para investir em ações


Francine De Lorenzo
Publicidade
Portal EXAME

Já é possível investir nos três fundos de índices lançados pela BM&FBovespa para ampliar as opções para os investidores que se interessam por aplicação em ações. A exemplo do PIBB (Papéis de Índice Brasil Bovespa), os novos fundos - também conhecidos como Exchange Traded Funds (ETFs, na sigla em inglês) - têm suas cotas negociadas na Bolsa e visam oferecer aos investidores o mesmo retorno apresentado pelo índice de referência. Para tanto, apresentam em sua composição as mesmas ações, nas mesmas proporções, do indicador em questão. O iShare Ibovespa (BOVA11) segue o Ibovespa, enquanto o iShare BM&FBovespa Small Caps (SMAL11) replica o índice composto pelas empresas de menor valor de mercado e o iShare BM&FBovespa MidLarge Cap (MILA11) acompanha o índice que engloba as empresas responsáveis por 85% do valor de mercado da Bolsa.

"Uma das grandes vantagens desses fundos é a possibilidade de comprar, com apenas uma operação, a composição completa de um índice disponibilizando poucos recursos", diz Marcelo Allain, diretor do banco Barclays, responsável pela gestão dos fundos. O lote-padrão negociado na BM&FBovespa equivale a 100 cotas, mas é possível negociar volume menor no mercado fracionário. O valor de cada cota, assim como o das ações, oscila de acordo com o mercado. Para saber quanto será necessário para investir em um lote-padrão, basta multiplicar o valor da cota por 100. Como a atualização dos valores é feita em tempo real, o investidor fica conhecendo o valor do investimento no momento da aplicação ou do resgate - diferentemente dos demais fundos de ações, que têm o valor da cota fixado somente ao final do dia.

Ao contrário do PIBB, os novos fundos de índice não serão negociados por bancos. Para aplicar, o investidor deverá se cadastrar em uma das corretoras autorizadas pela BM&FBovespa. A dinâmica de investimento é idêntica a de compra e venda de ações. Por meio do home broker ou telefone, o investidor dá uma ordem de compra ou venda de cotas. Se desejar, poderá realizar operações de day trade (compra e venda no mesmo dia) e até mesmo alugar suas cotas, obtendo uma renda extra com os papéis. O Barclays garante ao investidor um retorno mínimo de 0,10% ao ano para quem alugar suas cotas de iShare Ibovespa e iShare BM&FBovespa MidLarge Cap e de 0,15% ao ano para as cotas de iShare BM&FBovespa Small Caps.

Os investidores de maior fôlego, que operam acima de 100.000 cotas, também têm a chance de lucrar com arbitragem. Nesse caso, ao invés de dinheiro, o investidor utiliza uma cesta de ações igual à do índice de referência nas negociações. No site da BM&FBovespa e no WWW.ishares.com.br é disponibilizado a cada 30 segundos o valor indicativo da carteira do fundo (IOPV, em inglês), baseado nas cotações das ações que compõem os portfólios dos fundos. Se houver divergência de valores, o investidor pode lucrar trocando as cotas do fundo pela carteira de ações ou vice-versa. Ao vender o ativo de maior valor, ele embolsará o ganho.

Relação custo-benefício

Os fundos de índices tendem a ter um custo menor que os fundos PIBB e os fundos de ações oferecidos por bancos e gestoras de recursos. Mas isso, na opinião de Alexandre Carneiro, superintendente comercial da corretora Fator, não deve ser o único ponto a ser analisado pelo investidor na hora de escolher onde aplicar. "Se o investidor não tem tempo ou conhecimento suficiente para acompanhar o mercado, talvez seja mais interessante ter um gestor para auxiliar na tomada de decisão", avalia.

Ao aplicar num ETF, o investidor terá de arcar com uma taxa de corretagem, que será fixada por corretora, e com os emolumentos da BM&FBovespa. O imposto de renda será recolhido apenas na venda das cotas e quando o lucro ultrapassar 20.000 reais. Nesse caso, será aplicada uma alíquota de 15%. Mas vale lembrar que para cálculo do imposto de renda o investidor deve somar os ganhos obtidos com todas as operações realizadas na Bolsa no mês, incluindo ações e fundos de índices.

Nos fundos iShare Ibovespa e iShare BM&FBovespa MidLarge Cap incidirá, ainda, uma taxa de administração de 0,54% ao ano, enquanto nos fundos iShare BM&FBovespa Small Caps o percentual será de 0,69% ao ano. Para reduzir os custos para os investidores, o Barclays poderá alugar até 30% da carteira do fundo, incorporando a renda obtida ao patrimônio.

iShares
Aplicação mínima:100 cotas*
Taxa de administração:0,54% e 0,69%
Outros custos:Emolumentos e taxa de corretagem
Imposto de Renda:Isento para ganhos até R$ 20.000. Acima disso, incide alíquota de 15%
* Equivalente a um lote-padrão. É possível negociar valores menores no mercado fracionário
Fontes: BM&FBovespa, Anbid e bancos
http://br.ishares.com/

Lançados em 1989 nos Estados Unidos, os ETFs se espalharam pelo mundo. Nos últimos quatro anos, o crescimento superou os 600%, alcançando um volume médio diário de negociação de 40 bilhões de dólares. Hoje, são negociados 449 ETFs na Bolsa de Nova York, chegando a representar até 40% do volume total de negócios. A princípio, os fundos de índices foram direcionados a investidores institucionais, mas rapidamente conquistaram a preferência das pessoas físicas. E, ao contrário do que se poderia imaginar, foi exatamente nesse momento de grande turbulência no mercado financeiro que os investidores se sentiram mais atraídos pelos produtos. "Isso se deve à aversão a risco. Como os fundos permitem uma grande diversificação de carteira, a procura vem crescendo", explica Murilo Robotton Filho, diretor de Produtos da BM&FBovespa.

No Brasil, como os fundos de índices ainda são novidade, o volume de negócios é bastante reduzido. Para evitar que os investidores não consigam comprar ou vender cotas, o Citibank atuará como formador de mercado, garantindo as operações e ajudando na formação de preços.

http://portalexame.abril.com.br/servicos/guiadoinvestidor/entenda-como-funcionam-fundos-indices-406942.html
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
mauriciokatayama
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2007
Mensagens: 5131

MensagemEnviada: Seg Dez 29, 2008 2:18 pm    Assunto: Responder com Citação

O BOVA11 tá com uma liquidez legal, melhor que o PIBB11 até. Mas o MILA11 e o SMALL11 estão totalmente parados.
_________________
"Cada Real investido é um servo fiel que trabalha dia e noite para você."
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
mark_valley
Nível 2

Nível 2<br>



Registrado em: Terça-Feira, 21 de Outubro de 2008
Mensagens: 190

MensagemEnviada: Sex Jan 02, 2009 2:08 pm    Assunto: Responder com Citação

Depois de ler o trecho sobre tributação, não vejo mais o menor sentido em investir em fundos tradicionais que os bancos oferecem.

Li em algum lugar que posso alugar os papéis desses fundos, isso é verdade?
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Gustavo_bl
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quarta-Feira, 14 de Março de 2007
Mensagens: 1221
Localização: Porto Alegre - RS

MensagemEnviada: Sex Jan 02, 2009 2:24 pm    Assunto: Responder com Citação

mark_valley escreveu:
Depois de ler o trecho sobre tributação, não vejo mais o menor sentido em investir em fundos tradicionais que os bancos oferecem.

Li em algum lugar que posso alugar os papéis desses fundos, isso é verdade?


Pode alugar sim, como qualquer outro papel.

......

Arrow Hoje BOVA11 está subindo 5,7%, e o volume está bem superior a PIBB11.
_________________
"The future can be approached in two different ways, the way of prediction and the way of protection."
Benjamin Graham
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Gustavo_bl
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quarta-Feira, 14 de Março de 2007
Mensagens: 1221
Localização: Porto Alegre - RS

MensagemEnviada: Seg Jan 05, 2009 11:54 am    Assunto: Responder com Citação

Comparação. Veja que basicamente diferem os percentuais em cada empresa.

BOVA11 é um pouco menos concentrada em commodities.




_________________
"The future can be approached in two different ways, the way of prediction and the way of protection."
Benjamin Graham
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Zé da Silva
Proprietário do Site

Proprietário do Site<br>





Registrado em: Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2005
Mensagens: 9215
Localização: Florianópolis - SC

MensagemEnviada: Seg Jan 05, 2009 12:40 pm    Assunto: Responder com Citação

Alguém já "se mudou" para este papel ?
( os que estavam posicionados em fundos de RV passivos ... )
_________________
www.ClubedoPaiRico.com.br
Educação Financeira
---
Pai Rico Pai Pobre, o livro que me motivou a criar o Clube !
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email Visitar a homepage do Usuário MSN Messenger
lebatis
Nível 1

Nível 1<br>



Registrado em: Sábado, 16 de Junho de 2007
Mensagens: 82
Localização: Itabuna/BA

MensagemEnviada: Seg Jan 05, 2009 5:08 pm    Assunto: Responder com Citação

eu ainda estou na dúvida entre ele e o PIBB11.

Vou esperar um pouco mais para ver como ficará a liquidez. Por enquanto, o BOVA11 tá ganhando... Na maioria dos dias possui número de negócios e volume financeiro maiores. Hj, apenas o volume está maior.

Estava até pensando em resgatar o valor que tenho aplicado na geração futuro e aplicar num dos dois. O problema é que na GF estou com grande prejuízo Sad Sad
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Gustavo_bl
Nível 4

Nível 4<br>




Registrado em: Quarta-Feira, 14 de Março de 2007
Mensagens: 1221
Localização: Porto Alegre - RS

MensagemEnviada: Seg Jan 05, 2009 7:47 pm    Assunto: Responder com Citação

lebatis escreveu:


Estava até pensando em resgatar o valor que tenho aplicado na geração futuro e aplicar num dos dois. O problema é que na GF estou com grande prejuízo Sad Sad


Aí não vale a pena.... o melhor é continuar com esse valor investido na GF e começar do zero com o BOVA11 ou PIBB11, para evitar realizar o prejuízo.... ou então faça retiradas parciais quando a bolsa subir...
_________________
"The future can be approached in two different ways, the way of prediction and the way of protection."
Benjamin Graham
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
robsp
Nível 3

Nível 3<br>



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Mai de 2006
Mensagens: 278

MensagemEnviada: Seg Jan 05, 2009 11:52 pm    Assunto: Responder com Citação

lebatis escreveu:
eu ainda estou na dúvida entre ele e o PIBB11.

Vou esperar um pouco mais para ver como ficará a liquidez. Por enquanto, o BOVA11 tá ganhando... Na maioria dos dias possui número de negócios e volume financeiro maiores. Hj, apenas o volume está maior.

Estava até pensando em resgatar o valor que tenho aplicado na geração futuro e aplicar num dos dois. O problema é que na GF estou com grande prejuízo Sad Sad


Acho o PIBB11 por enquanto mais vantajoso para o pequeno investidor, o mercado fracionário de pibb11 por enquanto é bem mais ativo, se for comprar lote inteiro do BOVA11 vai precisar mais de 4 mil , no meu caso faço compras periódicas de valor menor e comprar lotes para mim fica mais difícil.

Outro detalhe é que o PIBB11 tem uma taxa de administração menor , isto pode fazer com que no longo prazo o fundo acompanhe mais de perto o índice em comparação com BOVA11.

O BOVA11 tem a vantagem de ter divulgado em tempo real o valor de referência das cotas e pode saber na hora se está pagando muito mais caro do vale ações que compõem o fundo.

O BOVA11 , como segue o Ibovespa, talvez possa ser mais útil ser for trabalhar com contratos futuros na BM&F pois pode vender mini-contratos de IBOVESPA e fazer um hedge quase perfeito de suas ações do BOVA11.
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular
Zé da Silva
Proprietário do Site

Proprietário do Site<br>





Registrado em: Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2005
Mensagens: 9215
Localização: Florianópolis - SC

MensagemEnviada: Ter Jan 06, 2009 8:10 am    Assunto: Responder com Citação

robsp escreveu:
Outro detalhe é que o PIBB11 tem uma taxa de administração menor , isto pode fazer com que no longo prazo o fundo acompanhe mais de perto o índice em comparação com BOVA11.


Opa ... taxa de administração ? Assustado
_________________
www.ClubedoPaiRico.com.br
Educação Financeira
---
Pai Rico Pai Pobre, o livro que me motivou a criar o Clube !
Voltar ao Topo
Ver o perfil de Usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email Visitar a homepage do Usuário MSN Messenger
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    Clube do Pai Rico - Fórum - Índice do Fórum -> Ações Todos os horários são GMT - 2 Hours
Ir à página 1, 2  Próximo
Página 1 de 2

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibído.
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído.
Excluir Mensagens: Proibído.
Votar em Enquetes: Proibído.








Junte-se a nós e cresça financeiramente. Eduque-se Financeiramente !!


Powered by phpBB © 2001, 2002 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB
Header design *Ícaro Pablo*