Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

Blog Clube do Pai Rico | Autor Carlos Lipper Carlos Augusto Lippel Editor e Fundador do Clube do Pai Rico

Primeiramente gostaria de me apresentar. Sou Carlos Augusto Lippel, o fundador do Clube do Pai Rico. Fundado em 02/05/2003, esta foi a primeira mudança significativa após a leitura do Pai Rico Pai Pobre. O livro me foi emprestado por um amigo da Universidade, que comentou sobre ele. Eu até já havia ouvido falar, porém como um livro com este título, “Pai Rico Pai Pobre”, poderia ser bom ? Imaginava que fosse algum romance tolo. Mas após ouvir os comentários deste amigo vi que não era bem assim … Vi que poderia, e parecia ser bom.

Como a maioria das pessoas que pega o PRPP para ler, devorei-o. Só larguei quando acabou mesmo, fui lendo, e me identificando com algumas passagens.

Vi um garoto ávido em ganhar dinheiro, no início por um motivo aparentemente bobo, porém muito comum. Comigo foi um pouco diferente, podemos até mesmo dizer “tolo”. 🙂

Uma nota de U$ 100,00

Exatamente, o meu motivo quando novo, para me prometer “ser rico”, foi uma nota de U$ 100,00. O por quê? Porque ela era falsa ! 🙁

Bem, não era uma nota, era um panfleto, porém era uma cópia muito fiel. Mas imaginem, eu ainda era um moleque, não lembro ao certo quantos anos tinha, mas devia ter uns 7, 8 anos. Meu pai chegou com aquela nota, e disse: “Toma filho, pra ti !”. Nossa, eu pulava, gritava, pulava de novo, fiquei enlouquecido, ainda não havia notado que a nota não era uma nota, até virá-la …

Quando a virei, vi do que se tratava. Era um panfleto, da CUT, chamando para um movimento que iria acontecer no dia 12 de outubro daquele ano, contra o pagamento da dívida externa. Na época o governo pagava U$ 20 bilhões por ano para o abatimento da divida.

Bom, fugi um pouco do assunto, mas é que até hoje eu tenho essa nota. Quando vi que era falsa, foi decepção total, vocês até podem imaginar, um garoto, que havia acabado de ganhar U$ 100,00 (nunca na vida tinha visto tanto dinheiro junto), e descobre que era falsa, que havia sido feito de bobo. Mas lá no fundo, este momento marcou, e serviu para que eu fizesse a promessa, que aquilo ali, aquela nota de U$ 100,00, não seria absolutamente nada perto do que eu teria “quando fosse grande”. 😀

Mas voltemos a leitura do PRPP. Enquanto estava lendo fui vendo que este é um grande problema que enfrentamos, todos querem ter, mas poucos aprendem, e muito menos ensinam a arte de se ganhar dinheiro. Isto foi uma coisa que aprendi desde novo, dar valor ao dinheiro, meu pai trabalhou muito, mas muito é muito mesmo, quando eu era mais novo. Eu até brinco, dizendo que só vim a conhecê-lo quando já tinha mais de 10 anos. 🙂

Ele trabalhava das 6 às 22h de segunda à sábado, e aos domingos levava trabalho pra casa, para que pudesse dar conta. E desse jeito pude ver o verdadeiro valor do dinheiro, do trabalho que se tinha para poder ganhá-lo. Outra coisa que pude conhecer através de meu pai, foi a Bolsa de Valores, que é onde tenho tentado, atualmente, alavancar meu capital.

Bom, voltemos ao livro. Lendo-o, como falei, notei a falta de informação que temos sobre o assunto. Até existe uma coisa ou outra espalhada por ai, como se opera na Bolsa, quanto devo pagar de impostos, se é bom negócio investir em imóveis, e outras tantas relacionadas ao dinheiro. Por isso resolvi criar o site, para tentar reunir o máximo possível de informação, e tentar dividir com o máximo de pessoas. Primeira atitude após o site ter sido colocado no ar: Criar um grupo de discussão que servisse para que várias pessoas pudessem trocar ideias.

Uma das passagens do livro, fala sobre a “vergonha” que as pessoas tem de falar sobre dinheiro. Isso é quase rotulado como pecado. Como diz no livro, e eu concordo, as pessoas deveriam conversar mais sobre isso, trocar ideias, facilitaria o aprendizado.

Outro ponto importante do livro para mim: planejar onde quer chegar. Eu já planejei. Quero me aposentar antes dos 40 anos, atualmente tenho 24. Estou no começo do plano, que se for seguido a risca, acredito eu, se concretizará.

Mais um ponto importante que notei após ler os livros da série, o quão diferente são as coisas entre o Brasil e os Estados Unidos. Não estou falando de oportunidades, pois as oportunidades existem. Tanto lá, quanto cá. Mas o sistema parece que facilita um pouco as coisas por lá. Mas nada que impeça que sigamos em busca das oportunidades daqui.

Pontos que merecem destaque:

– A afirmação que para se conseguir atingir os objetivos, você deve planejá-los. E planejar não é só dizer “Quero ter R$ 1.000.000,00 antes de chegar aos 50 anos”, planejar é dizer onde queremos chegar, mas também como iremos atingir este objetivo. E ainda mais, comenta que devemos ter ao menos três planos: o de segurança, caso de tudo errado; o para alcançar o objetivo, no caso a independência financeira; e um terceiro que seria o sonho, aquele onde poderíamos ter tudo e mais um pouco.

– Desmistifica o dinheiro, tenta convencer os leitores, que ter dinheiro não é pecado. Como falei anteriormente, infelizmente muitos pensam desta maneira, que pensar em ter dinheiro é errado, já que uns têm tão pouco, por que você poderia ter muito ? E quando a fortuna é conquistada, já questionam a origem do dinheiro: ou roubou, ou ganhou na loteria, ou porque é jogador de futebol, nunca porque trabalhou honestamente.

– Cria o conceito de Ativo e Passivo, mostra que muito do que imaginávamos ser um ativo, na verdade é passivo (casa, carro…). Além disso ensina que devemos obter o máximo possível de ativos para que possamos atingir mais rapidamente a IF (Independência Financeira).

– E um dos mais importantes na minha opinião: Que devemos dividir, seja o dinheiro conquistado ou então o conhecimento adquirido. Este ponto foi o mais importante para a minha decisão de criar o Clube do Pai Rico. Mostrar que podemos dividir para somar. Quanto maior for o seu grupo com o mesmo objetivo, mais fácil será atingi-lo. Pois dessa maneira um ajuda ao outro, completando assim o que falta, o famoso “pulo do gato”.

A comunidade que criei ainda está começando a caminhada, mas vejo que muitos já têm o sucesso garantido, plano traçado e em andamento, e o melhor ajudam quem ainda não tem.

Bom, meu texto mais contou uma história minha do que a minha leitura do livro. Mas se você leu com atenção, pode ver que não é bem assim … Pode ver quais são meus destaques no livro.

Mas o principal, dei o passo inicial, da mesma forma que fiz ao iniciar o Clube do Pai Rico, hoje fico emocionado ao ler as mensagens a mim enviadas. Falando de como o Clube os tem ajudado. Espero que todos nós possamos, juntos, alcançar os nossos objetivos, na verdade desejo que todos ultrapassem, e muito este objetivo. :)

Boa jornada, boa sorte, e até mais !

O texto abaixo foi publicado em 21/11/2003 (quase 12 anos atrás …). É bom ver que muita coisa mudou de lá pra cá. Melhor é ver que os planos deram certo, antes do esperado. 😉

Entre em contato

* Preencha todos os campos obrigatórios Sua mensagem foi enviada com sucesso! Sua mensagem está sendo enviada. Aguarde.