Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Pensamento do dia – Rocky Balboa

Ninguém vai bater tão forte como a vida, mas a questão não é o quão forte você consegue bater. É o quão forte você consegue apanhar e continuar seguindo em frente. É o quanto você consegue aguentar e continuar seguindo em frente. A vitória é feita assim. A vida já é difícil normalmente, mas, em alguns momentos, ela pode até te derrubar. No entanto, é preciso levantar sempre.

Rocky Balboa

 

Pode até parecer clichê … mas não consigo ler/ouvir/ver esta cena sem pensar no mercado financeiro, no investimento em Bolsa.

De nada adianta você ganhar fortuna em Bolsa, ganhar, ganhar e ganhar, se na primeira “pancada” que ela te der, você for a nocaute … 🙁

Para ser um investidor de sucesso na Bolsa, você precisa saber aprender a sobreviver nela. Precisa, além de lucrar e acertar seus trades, aprender a perder. E sim, haverão momentos em que você perderá dinheiro nela …

Lembra da minha história, da minha experiência ? Era 2005 quando perdi TUDO o que tinha … Era uma operação de venda de ações (alugadas), uma venda alavancada de ações (3x o meu patrimônio !!). Mas isso não era o real problema … O maior erro foi eu fazer isso sem ter uma estratégia de STOP !! Isso: eu simplesmente vendia e esperava o lucro cair na minha conta.

Funcionou 9 vezes seguidas. Mas na 10ª operação o mercado cobrou o preço do despreparo. (ou seria prepotência ?) A ELET6, ação que eu tinha vendido, começou a subir, subir e subir. No final eu perdi TUDO o que tinha, meu patrimônio todo.

Eu sabia lutar, mas não sabia apanhar … 🙁

Mas a lição foi aprendida. Vi a necessidade de saber que as perdas ocorrem, que de vez em quando levaremos um soco no meio da cara, e que precisamos saber lidar com isso.

Voltei ao treino, desenvolvi um método operacional, uma estratégia de investimento, que pudesse me trazer retorno e proteção ao mesmo tempo. Surgiu o Double PUT Double CALL. 😉

Se você não souber apanhar, e saber que VAI apanhar, as suas chances no mercado despencam …

Aprenda a apanhar e como sobreviver às pancadas !! 😀

Pensamento do dia – Willie Nelson

Ao parar por um minuto e contar todas as suas conquistas, você perceberá como é bem-sucedido.

Willie Nelson

 

Já percebeu que só “valorizamos” as perdas, os problemas, as complicações ?

As coisas que deram certo, que funcionaram, os nossos cases mais bem-sucedidos, sempre são “deixados de lado” …

Por quê ? 🙄

Um exemplo: no Double PUT Double CALL temos 700 alunos satisfeitos e pondo em prática a estratégia que compartilhei com eles nas aulas. Mas basta aparecer 1 aluno “reclamando” para o estragar dia.

Sim, não existe 100% de unanimidade entre os alunos do curso. Difícil admitir isso ? Não, isso é algo surpreendentemente bom !! Mas um comentário “pessimista” tem o poder de nos arrastar junto. E é disso que se trata a frase de hoje: damos MUITO valor aos problemas, aos erros, às reclamações. Deixamos de comemorar todos os elogios, conquistas e agradecimentos no momento que apenas 1 ponto mais negativo aparece …

Você também age desta forma ? Como faz para voltar “ao normal” ?

Eu costumo dar um tempo para digerir o problema/reclamação, depois tento extrair algo de positivo daquilo. Uma forma de melhorar, de corrigir a causa daquela reclamação, aquele problema. 😉

Pensamento do dia – Adlai E. Stevenson II

É difícil liderar uma cavalaria se você não sabe montar a cavalo.

Adlai E. Stevenson II

 

Conhece aquela história do cara que sabe absolutamente tudo sobre um determinado assunto, mas tudo mesmo ? Conhece aquilo como ninguém mais … Mas apenas na teoria.

Sim, a teoria é fundamental para que alguém possa compreender qualquer coisa. Mas a teoria, sem a prática … é apenas teoria.

Você certamente se lembrará de algum professor (especialmente da universidade) que tinha esse perfil: conhecia o assunto como ninguém. Praticamente decorou todos os livros relacionados aquele tema. Mas bastava você fazer uma pergunta de cunho prático para que ele te respondesse: “olha … nunca vi isso na vida real, precisarei pesquisar e depois te trago a resposta na próxima aula”.

E a resposta na maioria das vezes nunca aparecia. 🙁

Confesso que esse é um dos principais diferenciais do Clube: compartilho com você aquilo que vivencio, aquilo que experimentei, aquilo que “senti na pele”. Claro, a busca pelo conhecimento teórico é constante e obrigatória … Mas sem colocar aquela informação em prática, você conhecerá aquilo que aprendeu apenas … na teoria.

Quem já foi aluno de um dos meus cursos, o Minha 1x na Bolsa ou o Double PUT Double CALL, pode perceber isso. A importância que dou ao lado realidade da coisa é total. O que compartilho nas aulas é aquilo que vi e vivi. 20 anos de “tentativa e erro” até chegar em algo que funciona, que tem serventia no mundo real.

E no final das contas, isso faz toda a diferença. 😉

Pensamento do dia – Georgia O’Keeffe

Eu tenho medo em todos os momentos da minha vida e isso nunca me impediu de fazer nada que eu quisesse fazer.

Georgia O’Keeffe

 

Quem nunca sentiu medo ? Quem nunca sentiu medo para dar o primeiro passo ? Quem nunca adiou algo por conta do medo ?

É … quem investe sente isso na pele a todo momento. Ou vai dizer que você nunca deixou de fazer uma operação que era “certa”, que seu sistema indicava, que sua análise apontou como certa ? Nunca sentiu aquele frio na barriga que te segurou e te deixou apenas de espectador ?

E o pior … te deixou apenas vendo aquilo que você achava que aconteceria, acontecendo. 🙁

Sim, sentir medo é normal. É natural. É bem-vindo. Sentir medo mostra que você ainda se importa com aquilo. Só não sente medo quem não se importa. “Ah, eu coloco a grana ali … se perder perdeu”. Pensa assim ? É porquê você não se importa com o dinheiro que tem.

Temos inúmeras ferramentas de apoio, sejam elas na hora de indicar uma operação, sejam elas para proteger o capital. Mesmo com tudo em mãos, você ainda tem medo de que algo possa dar errado. Você deve ter medo que algo possa dar errado …

Quem não tem, não mede as consequências. Se atira de cabeça e não se importa com o desfecho.

Por exemplo, em Bolsa, quando estou com medo de dar o primeiro passo, costumo realizar uma operação menor. Diminuo o valor injetado na operação, para diminuir a dor em caso de erro. É o medo, o respeito pelo dinheiro, pelo trabalho que deu para conquistá-lo.

Muitas vezes, apenas essa diminuição é suficiente para aliviar a pressão, a tensão, permitindo dar o primeiro passo e com isso seguir adiante.

Tenha medo. Mas não deixe que ele te domine. 🙂

Pensamento do dia – Zé da Silva

Só sei de uma coisa:

Tenho “sorte” por ter escolhido fazer a minha própria previdência, de não depender de INSS, ou de aposentadoria privada.

Assumir as rédeas da minha vida financeira foi a melhor decisão que tomei em minha vida.

E sim, a Bolsa é responsável por isso. 🙂

Zé da Silva

 

Se permita ter essa oportunidade também ! ESTUDE !!!

Tento lhe ajudar de todas as maneiras possíveis. Seja através de um texto aqui no Clube, uma mensagem no Twitter, ou através dos meus cursos.

E acredite … O maior problema, de muitas pessoas, é justamente se permitir ser ajudado. 🙁

Eu estou aqui. Se precisar, é só falar ! 😉