Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Livros ||| Os donos do dinheiro

Publiquei este comentário em 11 de dezembro de 2014. Algo do que foi dito ainda faz sentido ? 😯

Sim, acho MUITO importante lembrarmos os eventos passados para usarmos as lições no presente e futuro. E você ?

—–

Quando se fala na crise de 1929, imediatamente lembramos dos problemas que ocorreram na bolsa de Nova York, gerados pela “exuberância irracional” e um excesso de liquidez sem precedentes. Mas focamos muito no lado Bolsa de Nova York da coisa … Sabia que esta foi uma crise mundial é apontada por muitos com um dos gatilhos da Segunda Guerra Mundial ? E que um dos motivos para ela ter ocorrido foi a Primeira Guerra Mundial ?

O livro “Os donos do dinheiro(2010, Campus) abre mão do foco nos fatos ocorridos na bolsa e amplia “um pouco” nosso ângulo de visão. Ele nos mostra a perspectiva de 4 das figuras mais importantes (para a criação/combate da crise) da época: os presidentes dos bancos centrais da Alemanha, da Inglaterra, dos EUA e da França.

Vemos como a Primeira Guerra Mundial “deu início” à crise de 1929, através das multas aplicadas à Alemanha, após sua derrota, com valores absurdos a serem entregues aos vencedores, bem como a luta entre os aliados para quitar suas dívidas de Guerra. Um dos motivos para as multas tão elevadas foi justamente este, permitir que os aliados pudessem devolver o dinheiro (muito dinheiro) aos financiadores da guerra.

Desde o início muitos apontaram que o valor imposto à Alemanha beirava ao absurdo e que o país não teria condições de arcar com a despesa, o que, muito provavelmente, a levaria a uma crise econômica.

Lembra das aulas de história do 2º grau ?

Está lembrado, quando ouvimos as histórias da hiperinflação na Alemanha, pré Segunda Guerra ? Quando as pessoas precisavam levar carrinhos de mão com um montanha de dinheiro para comprar pão ? E que, em caso de assalto, o ladrão levava apenas o carrinho e não o dinheiro, pois o valor dele era corroído rapidamente. Enquanto o carrinho de mão …

Aqui no Brasil tivemos um período de inflação muito elevada, mas não chegava aos pés desta crise Alemã …


Isso tudo que ocorreu na Alemanha justamente por causa da cobrança externa. O dinheiro sumiu, as fontes de crédito secaram … e acabou abrindo espaço para que um certo Sr de bigode assumisse o poder e fizesse o que fez … 🙁

Mas e a crise de 29 propriamente dita ?

Sim, é claro que falam dela. 🙂

Mostram as idas e vindas do padrão ouro, o sobe e desce das taxas de juros, o aumento e a diminuição da oferta de crédito aos mercados e … a derrocada final. Infelizmente não é possível dizermos que uma crise do tamanho da de 29 se resume ao “otimismo exagerado que tomou conta dos mercados financeiros”. Uma crise daquela proporção é formada por muitos outros fatores e alguns foram muito bem observados e muito bem detalhados no livro.

Injeção de liquidez exagerada (e na hora errada) no mercado … Corte na oferta de capital (na hora errada) para o mercado … Ânimos se acirrando em alguns países …. Mercados se fechando … Bolsa subindo e subindo e subindo …

… e logo veio a Segunda Guerra Mundial.

Mas fico pensando … as características que apontei 2 parágrafos acima me parecem familiares … só não me recordo onde vi coisa parecida acontecendo. 🙁

(torço para que esteja MUITO errado …)

Em suma: leia este livro ! Uma ótima fonte de conhecimento histórico e da economia como um todo. 🙂

Os donos do dinheiro

Nota do Site:
5 Moedas

Os donos do dinheiro
Liaquat AhamedEditora: Elsevier
Ano: 2010
Edição: 1
Número de páginas: 504
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Compre seu livro no Submarino