Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Pagar à vista ou à prazo, qual é a melhor opção ?

Uma pergunta que engana muitas pessoas, afinal foram “ensinadas” a pensar desta forma.

Mas antes de qualquer coisa, para você: é mais vantajoso pagar à vista ou à prazo ?

A resposta mais correta é a tradicional … Depende … mas, depende do quê ?

É uma série de fatores que precisa ser levada em consideração quando analisamos esta questão em específico. Por exemplo, sendo à prazo tem juros ou é parcelamento sem juros com o preço à vista ? Se comprar à vista ganha desconto ? Tendo desconto, é possível parcelar em quantas vezes com este mesmo preço ? O dinheiro que está usando para comprar o item já é seu ou ainda vai ganha-lo ? Sendo seu, ele está aplicado ? Estando aplicado, qual o rendimento médio que vem obtendo ? … como eu disse, é uma série de questões … mas vamos tentar encontrar uma resposta que possa ser usada por todos. 🙂

Vamos analisar, inicialmente, um pensamento muito divulgado: Não existe parcelamento sem juros. Perfeito, os juros já estão embutidos nas parcelas oferecidas pela loja e o cliente “nem sabe disso”. Mas … uma pergunta: Esta mesma loja, oferece algum desconto para o caso de você pagar em cash ? Sim ? Este desconto é bom ? De quanto ? Não oferece ? Fique tranquilo, isso é o que mais acontece …

O que importa na hora da compra não é o que pensamos, mas sim o que é praticado. Se é oferecido um desconto para quem paga à vista, sim, existe um juro embutido nas parcelas. Se não é oferecido, o juro contínua sendo embutido, porém você não pode fazer nada em relação a isso … quer comprar ? Então pague o preço ou vá em outra loja. (mas acredito que se está na hora do pagamento é porque já pesquisou e este foi o menor preço encontrado …)

De nada adianta ficarmos pensando no juro que as parcelas têm (mas os lojistas insistem em dizer que não) se você não pode usa-lo a seu favor. Ok ? Passemos adiante.

Você viu que na série de perguntas está “O dinheiro a ser usado já é seu ? Ele está aplicado ? Quanto rende ?” Por que é importante saber isso ? Pois te ajudará a tomar a decisão. 😉

Saber mais sobre o desempenho do seu dinheiro é fundamental para quem deseja ver o bolo crescer. Esse é o tipo de coisa que tem que estar na ponta da língua e do lápis. 🙂

Vamos às contas ?

O produto x custa R$ 100,00. Pagando-se à vista, o lojista oferece um desconto de 10% … ou se o cliente preferir ele poderá parcela-lo em até 12x sem juros. O valor de cada parcela será de R$ 8,33. Neste caso, vale mais pagar à vista ou à prazo ? Isso ! Depende !! Cada um é cada um, cada um tem o seu rendimento histórico, portanto cada um terá um resultado diferente para este questionamento.

Pensem em duas pessoas, uma aplica na Renda Fixa, obtendo um retorno de 100% do CDI e outra que investe em ações e vem obtendo um rendimento, médio, de 1% ao mês. Estas duas pessoas encontrarão a mesma resposta ? Claro que não ! Aos mais atentos a resposta vem fácil. 😉

A primeira pessoa tem um rendimento (aproximado) de 8,75% ao ano … um valor inferior aos 10% oferecidos pelo lojista. Ah !! Isso mesmo, para ela é melhor aceitar o desconto e pagar à vista. Já para a segunda pessoa o negócio muda um pouco … vamos “deixar de lado” o fator juro composto, ok ? O rendimento que ela vem obtendo em bolsa é de (aproximadamente) 12% ao ano. Vale a pena pegar 10% de desconto para pagar à vista ? “Claro” que não ! Vale a pena pagar parcelado e ir trabalhando o dinheiro junto.

Só uma coisa … gostaria de deixar claro e de lembrar a todos: Ele tem 1% ao mês, ok. Mas lembrem-se isso não é garantido, isso é uma média do que ele vem ganhando … pode ser que perca no mês seguinte, ou quem sabe que ganhe 10% … a ideia aqui era somente a de apresentar um rendimento que fosse superior ao valor oferecido de desconto para mostrar que existem casos e casos. Ok ?

O que faço ?

Eu costumo usar muito essa continha básica para decidir o que vou fazer. 99,9% das coisas acabam indo para o parcelado. 🙂

Ah ! E não é só parcelado, é claro. Existem os pagamentos em datas diferentes … se pagar em janeiro tem um desconto, se pagar em fevereiro outro um pouco menor, se pagar em março é o preço cheio … mas o pensamento é o mesmo, pegamos o valor, vemos o tempo total do pagamento (ou quando ele deverá ser efetuado) e vemos qual será o rendimento médio que o dinheiro teria caso estivesse aplicado.

Uso isso para pagar o IPTU, o IPVA, a anuidade do CREA, a mensalidade da hospedagem, um aparelho de DVD novo, uma roupa … resumindo: em todos os casos a conta é feita, e, como disse, na grande maioria dos casos acabo fugindo do pagamento à vista. Para quem leu o texto “Imóvel ||| Alugar ou Comprar ?” pode ver um outro caso da mesma conta em ação. 😉

“Tá mas isso é óbvio !”

Sim ! Como praticamente tudo nesta vida, este é o pensamento lógico, porém não é o que falam por ai … para muitos comprar à vista é sempre a melhor opção. Não oferecem alternativas para que o “cliente” escolha. 🙂

Eles não fazem com que as pessoas pensem. Dizem: “Compre à vista, chore por um desconto e pronto”. E como você viu, para muitos esta não é a melhor opção …

Este é o grande problema: Querem oferecer soluções enlatadas “que atendam 100% da população”. Isso não existe … cada um é cada um … cada caso é um caso … um é diferente do outro, um obtém rendimentos diferentes do outro, existe uma solução melhor para cada um.

Mas até mesmo para esta regra existe exceção … hehehe

Mas isso é papo para outro dia. 😀

Agora … e para você, isso faz sentido ? Age desta forma ? Falei abobrinha ? 🙂