Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

“Quero ser rico !!” Mas … só isso ?

Um dia desses eu estava pensando: “Qual o objetivo em comum das pessoas que buscam Educação Financeira ?” Tenho certeza que quase a totalidade dos interessados me responderá:

Quero ser rico !!
🙂

Outros responderão que desejam somente melhorar sua atual situação, mas garanto que lá no fundo o que ele realmente quer é ter dinheiro para fazer tudo o que tiver vontade … concordam ?

Bom, com este questionamento, outro surgiu em seguida: “Aqui no Brasil, quem é rico ?” Você sabe a resposta ? Está pronto para se surpreender ? 🙂

Se você e sua esposa (supondo que você seja casado), ganham juntos “incríveis” R$ 9.733,47 mensais, parabéns ! Você faz parte da classe com maior poder aquisitivo do país, vocês são membros da classe A1. Dá para acreditar ? Se cada um de vocês ganha algo próximo de R$ 5 mil, pronto, já é o suficiente para ser considerado o “rico do rico” aqui no Brasil … “Tão pouco” e mesmo assim menos de 1% da população faz parte desta classe …

Mas será que isso é somente “privilégio” do Brasil ? Creio que não … nos EUA, os “TOP-TOP” são as famílias que ganham mais de U$ 200 mil anuais (pouco mais de U$ 16 mil/mês)

Voltando ao Brasil, vamos ver como estão distribuídas as classes sociais: (infelizmente os dados são de 2008, os mais recentes que encontrei …)

A1 – R$ 9.733,47
A2 – R$ 6.563,73
B1 – R$ 3.479,36
B2 – R$ 2.012,67
C1 – R$ 1.194,53
C2 – R$ 726,26
D – R$ 484,97
E – R$ 276,70

A diferença entre classes é muito pequena … sério … imaginei que para ser considerado da A1 era necessário ter renda superior a … sei lá … R$ 50 mil … mas não, o valor não chega nem a R$ 10 mil.

Certo. Depois de todo esse blá blá blá, onde eu quero chegar ? Que o objetivo de se tornar “rico” está muito mais próximo do que muitos imaginavam, e sim, muitos de vocês, sem nem imaginar, já são considerados ricos.

Mas rico é rico mesmo ?

Esse é o problema. Com esta classificação, quem é considerado “rico” está longe de ser verdadeiramente rico. Tente fugir um pouco do padrão – de certa forma mais elevado, ok – para ver o que acontece. Na minha opinião quem é considerado A1, podia no máximo ser considerado … B1 … quem sabe B2 … dai sim estaria mais “certo”.

Mas na verdade, sabe qual é o real problema ? Imaginem se a tabela fosse correta, qual seria o percentual da população brasileira classificada como D e E …

Voltando aos EUA, o E de lá, seria o nosso C1 !!

Mas não pensemos nisso, ao menos não agora, afinal, você acabou de receber a boa notícia de que a riqueza está muito mais próxima do que você imaginava. 😉

Mudando os objetivos

Então, a partir de hoje, seus objetivos precisam ser revistos. Se tornar rico já não é mais o suficiente.

Se você quer realmente fazer tudo o que dá vontade, viajar, ter um bom carro, uma bela casa … precisará ser rico, claro, porém os números terão que mudar.