Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!


A Independência Financeira e o fator idade

Pesquisa rápida: você gostaria de obter sua Independência Financeira no dia de hoje ? Sim ou Não ? …

Acho que não preciso fazer uma pesquisa para ver que 100% dos leitores tenham este mesmo desejo. Concorda ? Não importa o nível escolar, classe social, tampouco a idade, TODOS gostariam de responder que sim, que gostariam de ser livres neste momento.

Lembrando que ser livre, de que ser alguém que atingiu a Independência Financeira, não impede que você permaneça fazendo exatamente a mesma coisa que faz hoje (seja estudar, trabalhar, surfar, etc). A IF é justamente isso: é atingir um patamar, um Fluxo de Caixa que lhe permita viver de seus rendimentos, não importando o quanto sua atividade “principal” lhe gere.

Lembrando que o conceito de Independência Financeira dá margem para muitas interpretações. Eu gosto da que diz que a pessoa é independente a partir do momento em que o seu Fluxo de Caixa gera o valor necessário para arcar com as despesas mensais daquela pessoa. Se costuma gastar R$2 mil, e seus ativos lhe geram R$2,5 mil … pronto, você é alguém independente financeiramente falando.

É o que Robert Kiyosaki chamava de sair da corrida dos ratos no primeiro livro da série, o Pai Rico Pai Pobre. Lembra ?

Um conceito simples e que permite a fácil compreensão do tema.

Mas hoje eu gostaria de abordar um ponto mais específico deste assunto. Algo que não me lembro de ter visto em nenhum outro lugar … Algo muito importante para ter sido deixado de lado por tanto tempo … Algo relacionado justamente com o fator tempo …

A importância da idade no processo de Independência Financeira

Você já parou para pensar nisso ? Consegue visualizar algum tipo de barreira, facilidade, ou problema, relacionado à idade da pessoa em relação ao processo de conquista da Independência Financeira ?

Em uma comparação simples, de duas pessoas, sejam elas homem ou mulher, mas com as seguintes características: 1) Jovem de 19 anos, solteira, morando com os pais; 2) Adulto de 34 anos, casada, sem filhos; qual leva algum tipo de vantagem em relação a outra ? A primeira, ou a segunda ?

Alguns apontarão uma vantagem para o segundo perfil, por serem 2 pessoas trabalhando juntas, formando um patrimônio com o “dobro da velocidade” que o primeiro … Outros dirão que é a primeira pessoa, por ser mais jovem, menos responsabilidades, mais flexibilidade em relação as escolhas que a vida nos impõe, por morar com os pais, por não ter praticamente nenhum gasto do tipo que só a vida adulta nos proporciona, que …

Bom, acho que você já sabe qual destes 2 perfis, na minha opinião, acaba levando vantagem em relação ao outro. Não é mesmo ? 😉

Sim, acredito que neste caso o fator idade traga enormes benefícios aos mais jovens, solteiros, que ainda não precisam se preocupar com as responsabilidades da vida adulta. Têm ao seu favor o fator tempo, e sabemos muito bem o que ele faz em relação aos nossos investimentos …

Mas nesse caso, em específico, acredito que o fator idade influencie mais em relação aos tipos de gasto que diferem um “adulto” de um “jovem”. Concorda ? Por mais que a 2ª pessoa sejam duas, os gastos de uma casal na grande maioria das vezes não são lineares, ou seja, não são proporcionais ao dobro dos gastos de um jovem solteiro.

Youtubers

Sempre que eu penso nesse assunto, me vem a mente a imagem de um Youtuber. Não é nenhum em específico, mas sim a do jovem que hoje vive dos rendimentos obtidos através da plataforma.

Ganhar R$3 mil, R$5 mil não é algo realmente difícil para a grande maioria deles. Um valor alto para a grande maioria, que proporciona um padrão de vida de dar inveja a muitos trabalhadores “tradicionais”. São livres financeiramente falando ? Alguns dirão que sim … Outros que não … Pois se pararem de publicar novos vídeos, verão sua fonte de renda secar. Quem diz que sim, lembrará que o acervo de vídeos já criados permanecerá no ar, gerando views e $$$.

Na GRANDE maioria são jovens, com os tipos de gastos que falei antes. Têm a liberdade que o dinheiro pode proporcionar para esta situação. E eles aproveitam. Adoram mostrar que fazem isso. 🙂

Mas … Será que quem atinge a IF quando jovem, sem visualizar que ela muitas vezes só foi atingida justamente por serem jovens, consegue imaginar que aquela situação pode mudar completamente a partir do momento em que atingirem a vida adulta ? 😯

Sim … Jovem VS Adulto !

Dei toda esta volta justamente para falar sobre isso: será que quem atinge a Independência Financeira quando jovem, e a aproveita até a última gota, consegue imaginar que ao fazer isso está comprometendo a IF de longo prazo ?

Será que ele consegue ver que a partir do momento em que a vida adulta chegar, e com elas todas as responsabilidades que vêm junto no pacote, aquilo pode estar comprometido se um plano que pense no futuro não for implementado ?

Será que ele consegue imaginar que aquela festa pode estar com os dias contados ? 🙁

Sim … Muitos jovens que atingem a IF sem terem um orçamento de “gente adulta” acabam vendo tudo indo por água abaixo a partir do momento em que as responsabilidades financeiras mudam. Muitos acabam aproveitando apenas o momento, deixando de lado o futuro mais real.

Algo muito parecido com os jovens que conseguem ingressar no mercado de trabalho com altos salários e que começam a esbanjar desde cedo. (um dos motivos para eu ter citado os youtubers …)

Eles têm uma vantagem. Uma ampla vantagem … Pois precisam atingir valores mais baixos para se considerarem como IF. Porém esta mesma vantagem pode vir a se tornar um problema num futuro nem tão distante assim …

Mas então … como proceder ?

A minha sugestão para os mais jovens é: considere-se IF apenas quando os seus ganhos (de seus ativos) forem equivalentes aos necessários para a manutenção de uma “vida adulta”. Lembre-se que você precisará arcar com as despesas da família, que provavelmente terá filhos (e isso traz um extra dos bons pro seu orçamento doméstico …), despesas com moradia (pois, provavelmente, precisará de um imóvel maior), despesas com plano de saúde, etc etc etc …

Acredite: as suas despesas apresentam uma grande evolução após o momento em que ingressamos na vida adulta. O meu mais do que dobrou … para não dizer que quase triplicou … 🙁

E por já ter acontecido há algum tempo, me dá condições de falar sobre isso com vocês. 😉

Os mais jovens têm ampla vantagem. Portanto … Aproveite-a para fundamentar, dar ainda mais base à sua Independência Financeira. Pode parecer difícil resistir à tentação logo no início, mas garanto a você que a recompensa é válida. 😀

 
 

PodCash Post – A Independência Financeira e o fator idade … [7:39m] | Download