Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

Livros ||| Descobrindo a bitcoin

Finalmente o Zé vai falar alguma coisa sobre bitcoin !! Aleluia irmãos !!!

Olha … se eu fosse você não ficaria tão empolgado com isso não … Até mesmo porquê eu já falei sobre isso em um outro post: “O que eu acho sobre o investimento em bitcoin ?“. Lembra ?

Por que não se empolgar ? Simples … Não mudei uma vírgula do que penso sobre o assunto. 😯

Cabeça dura ? Teimosia ? Chame como quiser … Eu continuo achando que a coisa é exagerada. Fazer o quê ? 🙄

Ok … A ideia de uma moeda descentralizada, que te permite comprar/vender sem precisar dar satisfação para ninguém, que é aceita em qualquer lugar do planeta, que pode ser carregada para qualquer lugar (sem precisar carregar nada), que começa a ser aceita em inúmeros estabelecimentos comerciais, que tem uma enorme comunidade/usuários para “lastrear” sua validade, etc etc etc … é tudo fantástico.

É maravilhoso viver no futuro. Não canso de falar isso. Mas …

O meu problema com a bitcoin (e demais moedas criptomoedas) é justamente esse mas. Tudo aquilo que usei como justificativa para ser tão bom, serve também para o lado negro da força. E sim, ela é amplamente usada por eles … 🙁

Além disso, existem “2 problemas”: um é a forma torta com que a bitcoin pode ser usada. Outro é a infinidade de outras criptomoedas que surgiram após o sucesso da bitcoin. Já são mais de mil. Literalmente.

A cada dia – praticamente – surge uma nova moeda. Em cada esquina que você for tem alguém bolando a criação de uma. É, parece que virou bagunça.

Tá, eu concordo que a bitcoin tem grande serventia para a humanidade do futuro. (lembra que já estamos vivendo nele ?) Mas será que é o céu cor de rosa que pintam por aí ?

Não sei … eu sinceramente acho que não.

É interessante que vejo muitos comparando a bitcoin com o ouro. Que o ouro só tem valor porque damos valor para ele. Não seria exatamente a mesma coisa em relação ao bitcoin ? Tem valor … porque dão valor. Pode ser. Provavelmente seja exatamente essa a resposta. Mas TANTO valor ? 🙄

Claro que já elegeram o ouro, a prata, o bronze … das criptomoedas. Se nem todos os metais podem ser o ouro, porque nas moedas poderia ? E a briga das outras é grande para assumir a segunda posição.

Outra justificativa para que a bitcoin tenha um valor tão alto é por conta da limitação da moeda. Existe um número máximo a ser atingido. Cada moeda é criada a partir de uma fórmula matemática, através de computadores, e em um determinado momento ela atingirá o limite de 21 milhões de bitcoin. Na hora que chegar em 21 milhões as máquinas param de produzir e só o que existir no mercado ficará em circulação. Sem novas impressões …

A cada dia que passa o poder computacional necessário para se criar uma nova bitcoin é maior. O tempo de processamento … O poder de processamento … E nisso entram os custos envolvidos na criação. Computadores mais poderosos, mais energia elétrica para concluir as contas.

No início as pessoas criavam fazendas de mineração (como é chamado o processo de criação de uma bitcoin) com alguns computadores Pentium. E era o suficiente para isso … Hoje ? Se bobear o Deep Blue da IBM passa um belo de um sufoco para minerar algo. 😉

Essa mineração nada mais é do que a rede que confere e registra os negócios de uso das bitcoin trabalhando. O seu computador faria parte da rede que analisa as informações que estão circulando e faz o registro de novas negociações da moeda. Esse é um dos grandes diferenciais da bitcoin: não existe nada centralizado, nada ligado a uma entidade única. Tudo é em rede, feito pela rede, para a rede.

O livro Descobrindo a bitcoin foca na parte de criação e armazenamento da moeda. Piscinas, torneiras, carteiras – na nuvem ou no seu PC, como minerar, quais os softwares utilizados, quais as melhores formas de proceder. Não, ele não é um livro sobre o trade com bitcoin, ele é sobre bitcoin. É um livro que pode lhe ajudar a entender um pouco melhor o que faz com que o mercado de bitcoin exista, não como negociar nele. 🙂

A parte sobre o que é a bitcoin eu já conhecia, vi em vários documentários, li alguns artigos. Já a parte sobre como minerar, como armazenar, onde obter, etc, foi a primeira vez que realmente vi. Algo que havia considerado como sendo “simples” se mostrou um pouco enrolado a meu ver …

Outra … “um mercado de moedas sem taxas e atravessadores”. Sim, para quem minera pode até ser. Em termos …

Já para quem negocia, para quem compra para uso próprio, me pareceu ter tantas taxas quanto as moedas e serviços digitais que já estamos acostumados. Taxa de armazenamento, de compra, de venda, de transferência … taxas e mais taxas.

Se você gostaria de iniciar um negócio de mineração de bitcoin, esta leitura poderá lhe ser bastante útil. Se você deseja apenas realizar trades com ela … talvez nem tanto. Não por ser uma deficiência do livro, mas por não ser o foco dele. 😉

 

Descobrindo a bitcoin

Nota do Site:
3 Moedas

Descobrindo a bitcoin
Simone F. da Silva
Vanessa G. Albuquerque

Editora: Novatec
Ano: 2017
Edição: 1
Número de páginas: 115
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Compre seu livro no Submarino