Clube do Pai Rico
Participe agora mesmo!


Negócios online: que tal uma loja virtual ?

Não é segredo para ninguém que a rede mundial de computadores criou inúmeras oportunidades de negócios mundo a fora. Umas mais claras, outras nem tanto. Oportunidades para todos os gostos, desde as puramente virtuais até as que misturam o “mundo real” e o virtual. Acredito que as lojas virtuais sejam um dos melhores exemplos disso. 🙂

Febre na época da bolha das .com, as lojas virtuais vieram com a promessa de facilitar a vida de quem desejava criar um negócio próprio. Naquela ocasião surgiram lojas que vendiam todo tipo de produtos. Sim, deve ter existido uma loja para vender qualquer produto que você conseguir pensar. Algumas prosperaram, outras quebraram, veio o estouro da bolha e … você já deve conhecer o resto da história.

Mas uma série de negócios conseguiu aproveitar os benefícios criados no mundo online. Tiraram proveito dos mercados de nicho, ou levaram para o mundo virtual o que já existia no tijolo.

Mas isso me leva a te perguntar: você sabe o que é uma loja virtual ?

Uma loja virtual nada mais é do que um site criado com a finalidade de vender um produto ou serviço através da internet. Imagine quão maravilhoso é poder oferecer seu produto para qualquer pessoa deste planeta. Não importa onde você more, qual o tamanho da sua cidade, muito menos o tamanho do seu negócio: todos os 7 bilhões de habitantes deste planetinha azul estão disponíveis para realizar uma compra em sua loja.

É ou não é o paraíso para quem tem uma lujinha ? 😉

Claro que isso acaba sendo um pouco mais fantasioso do que a realidade enfrentada por quem tem um negócio deste tipo. Você tem sim a possibilidade de vender para qualquer pessoa do mundo inteiro, mas quão provável é que você consiga fazer com que todas elas conheçam a sua loja ? Ou ainda melhor e mais importante: como fazer com que alguém conheça a sua loja ?

Num negócio “de carne e osso” (não seria melhor falar de tijolo e cimento ?) as pessoas que passam pela rua, onde o seu estabelecimento está, podem ver a fachada da sua loja, um display, um letreiro, algo do tipo, se interessar e entrar. Mas e no mundo virtual ? Na web não existe nada disso … Ou você se faz conhecido, ou ninguém lhe conhece.

Sim, você precisará gastar dinheiro com a divulgação do seu negócio. Seja através de anúncios, da criação de conteúdo (que atrairá interessados e com isso poderão conhecer o seu negócio), ou de exposição através das redes sociais. As possibilidades são muitas, mas a necessidade de investimento nesta área é real. Ou você se faz ser notado, ou terá uma loja entregue às moscas …

Um outro ponto que muita gente se esquece é que as lojas virtuais muito se assemelham às reais. Você precisará de tudo o que uma loja de verdade precisa: estoque, sistema contábil, funcionários, logística, sistema de cobrança, etc etc etc. Não é porque está no mundo virtual que você poderá abrir mão de tudo isso.

– “Ah, mas eu pelo menos não precisarei ter um ponto comercial. Poderei economizar com o aluguel, a decoração …

Sim, mas em contrapartida você terá que arcar com os custos dos equivalentes disso no mundo virtual. 😉

Você precisará construir um site, que é a sua loja (propriamente dita) na web. Isso tem um gasto … Tudo dependerá do modelo adotado. Pretende construir uma do zero ? Usará uma plataforma já existente ? Alugará um espaço dentro de outras já consolidadas ? Sim, tudo isso é possível. Cada “modelo” tem um custo, depende da sua necessidade e desejo.

Mas é bem mais simples do que uma loja de verdade. Não ?

Depende de como você encare a coisa … Alguns lhe dirão que sim. Outros que não …

Por exemplo: no virtual você está livre do risco de ser assaltado. Não, infelizmente a coisa não é bem assim … O número de golpes que são aplicados diariamente no mundo virtual só se faz aumentar. A cada dia que passa novos golpes são criados e você precisa estar preparado para combatê-los.

Claro, muita coisa está diretamente ligada ao sistema de cobrança que você irá adotar. Mas mesmo os mais seguros e eficazes estão sujeitos a perdas … Os golpistas estão sempre um passo à frente das barreiras de proteção. 🙁

Um outro ponto que muita gente acaba se esquecendo é que numa loja virtual você tem um tipo de trabalho que não existe numa loja real. Quando um cliente compra um produto seu, basta se direcionar ao caixa, efetuar o pagamento e pegar o pacote ? Não … você precisará enviá-lo ao comprador.

Sim. Além da logística de recebimento das mercadorias, você precisará ficar ligado na forma com que fará a entrega, o envio dos produtos que forem vendidos. Qual será a sua política em relação a isso ? Usará somente o serviço dos correios ? Ou uma transportadora ? Cobrará pelo envio, ou arcará com as despesas ? E a embalagem ? Seu produto precisará de alguma proteção extra ?

É … numa “loja de verdade” não precisamos pensar neste tipo de coisa. (ao menos na maioria das vezes …)

Lamento lhe informar, mas se você pensa em abrir uma loja virtual pela “facilidade” da coisa, é melhor repensar sua estratégia … O negócio é tão complexo quanto uma loja física, se não mais.

A principal diferença – a meu ver – está na escalabilidade do negócio. Você pode atender a uma gama de clientes muito maior, atuar em todo o território nacional com uma estrutura “enxuta”, centralizada em um único local. Coisa virtualmente impossível de se fazer numa loja física. Se o produto negociado for um produto digital então … Mas isso é papo para outra hora. 😉

O assunto lhe interessou ?

Então lhe indico a leitura do livro “Construindo uma loja virtual“, de André Gugliotti (Novatec, 2016). O autor aborda tudo isso que falei, detalhadamente, sem ser exageradamente técnico. Usou a história de Juliana (a personagem principal) para mostrar o passo a passo de como criar uma loja virtual.

Todos os pontos mais importantes foram apresentados e comentados. De uma forma bem leve, justamente pela adoção da forma de escrita romanceada. 🙂

 

Construindo uma loja virtual

Nota do Site:
5 Moedas

Construindo uma loja virtual
André Guliotti

Editora: Novatec
Ano: 2016
Edição: 1
Número de páginas: 217
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Compre seu livro no Submarino