Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Colunistas ||| Os cosméticos e seu bolso

Diariamente somos “bombardeados” com as mais variadas ofertas de produtos cosméticos e dermocosméticos que prometem a “cura” dos mais variados dilemas que perturbam a nossa vaidade.

Até aí tudo bem. Mas quando esse apelo da mídia leva ao consumo inconsciente e impulsivo, encontramos um problema o qual afetará o seu orçamento, seu bolso e sua paz de espírito.

Você parou para pensar que o valor de:

– aquele creme que promete reduzir a celulite, do de secar as espinhas;
– aquele óleo que promete milagres nos cabelos;
– o xampu TAL, de marca famosa;
– entre outros produtos;

podem custar bem mais em conta? E se você parar para pensar na real necessidade deles para sua saúde e beleza? E se procurar outras alternativas de compra?

Veja, a soma do valor de diversos produtos cosméticos e dermocosméticos anunciados na mídia é, na maioria das vezes, igual ao valor de uma consulta a um(a) dermatologista – isso se for consulta particular, se você possuir convênio a consulta sai mais em conta, provavelmente. Você sairá de lá com a orientação de um profissional acerca dos produtos mais compatíveis para sua pele, para sanar aquelas espinhas na idade adulta, a celulite, queda de cabelo, etc, etc, etc.

Ainda, um bom médico vai te orientar acerca da composição química dos produtos, podendo te aconselhar, inclusive, a optar por produtos manipulados em boas farmácias de manipulação.

Após tal consulta, você saberá que aquela loção/creme hidratante de R$ 50 famosérrima possui o mesmo efeito daquela que custa R$ 5,00*. Ou ainda, que aquele creme firmador para o rosto ou aquele creme redutor e “exterminador” ou qualquer outro produto anunciado que prometa ser a fonte da juventude para a pele, unhas e cabelo, podem ser manipulados custando 50% ou 20% menos de que a celebridade cosmética/dermocosmética vendida nas farmácias ou lojas de artigos cosméticos.

Se não existir a possibilidade de manipulação e você tiver que adquirir o “bam-bam-bam” da La Roche Posay, Róc, etc, pelo menos você comprará o produto correto e realmente eficaz para o “problema”.

Com esse post, eu espero ter te ajudado a se conscientizar que mais do que a marcas do cosmético que você irá comprar, você deve atentar ao efeito que você espera (anti-celulite, anti-cravos) e especialmente, ao efeito que vai causar ao seu bolso.

Com certeza será muito mais interessante você ficar bonita E financeiramente tranquila, do que LINDA e com o cartão de crédito estourando. Faça a escolha certa e, se tiver que torrar umas verdinhas, pague um preço justo pelo produto que satisfará plenamente a sua necessidade.

*Obviamente, não considerei os casos de pacientes cuja pele exija cuidados especiais em decorrência da fragilidade do órgão ou tratamento ou prevenção de certa enfermidade.

Fabiana Macari
Analista Jurídico e entusiasta das finanças pessoais voltadas ao público feminino