Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

O brasileiro lê cada vez menos …

leitura de cabeça para baixo

Há alguns dias fomos agraciados com o resultado de uma interessante pesquisa. Daquelas que dá gosto por ser brasileiro, sabe ?

Nela ficamos sabendo que o número de brasileiros que leu ao menos um livro em 2014 caiu em relação aos dados de 2013. Em 2013 o número era maravilhoso ! 35% da população tinha lido ao menos um livro naquele ano. Em 2014 a coisa piorou ainda mais … apenas 30% da população informa ter lido alguma coisa …

Aqui no Clube já realizamos a mesma pesquisa, que apresentou números um pouco diferentes, mas que me deixaram longe do ponto de dizer “que orgulho !” … Por quê ? Pense comigo: quem acessa o Clube são pessoas que estão em busca de informação e conhecimento sobre um assunto importante – Educação Financeira e Finanças Pessoais – e que, mesmo assim, apresentam um baixo índice de leitura …

Muitos alegam falta de tempo … Outros culpam o preço … Ainda há quem justifique que isso só acontece por causa da “recente alfabetização” da população … Mas sinceramente ? Falta o povo assumir que o único motivo para isto acontecer é culpa de nós mesmos e ponto final.

Falta de tempo ? Pegue um livro pequeno, com umas 100 páginas, por exemplo. Mesmo que você tenha uma leitura lenta, conseguirá ler um livro deste tamanho em no máximo 4 horas. Se for de um assunto de seu interesse então, será ainda mais rápido. Me diga: você não consegue separar 30 minutos de uma semana para ler um pouco ?

O preço ? Me desculpe … mas esta é a desculpa errada. Hoje em dia encontramos pilhas de livros sendo oferecidos na faixa dos R$10,00 ! Livros bons, de ficção e até mesmo mais técnicos. E se você me disser que não consegue separar R$10,00 em um ano para compra um livro

A recente alfabetização ? O bom e velho coitadismo do brasileiro em ação !

O problema começa na escola ?

Talvez … Me lembro que os livros indicados (e exigidos) para a leitura nas aulas de português sempre eram daqueles “bem legais”. Era livros de nossos autores clássicos, com uma linguagem bem distante da usada por nós, com um cenário muito diferente do atual.

Como criar o hábito da leitura nas crianças forçando-as a ler algo que não lhes agrada ? Me lembro que o meu gosto por leitura surgiu somente quando já estava na universidade, sendo que o primeiro de todos foi o ótimo “Buffett: a Formação de um Capitalista Americano“. Depois disso nunca mais parei. 🙂

Estaria o erro então na forma com que a leitura é indicada às crianças ? Não seria mais interessante dar o primeiro passo em um universo em que ela gosta ? Algo do tipo: “Alunos, vocês precisarão ler um livro de no mínimo 100 páginas até o dia x. Após a conclusão vocês precisarão fazer um resumo da história para apresentar à turma.”, deixando desta forma a escolha para ela ? Depois, com a semente da leitura já plantada passariam a indicar os autores clássicos para o estudo dos gêneros etc etc etc ?

O problema é que o choque é tão grande que são poucos os que se aventuram a efetuar uma nova leitura depois, quando adultos. 🙁

Vamos repetir a pesquisa ?

Mas quero que vocês respondam com sinceridade, ok ? 🙂

Quantos livros você leu em 2014 ?

Ver resultados

Loading ... Loading ...