Clube do Pai Rico

Solicite o seu agora mesmo!

Calendário de feriados de 2020 para a Bolsa de Valores – BOVESPA/B3

A B3 divulgou o calendário oficial da Bolsa para o ano de 2020 com os feriados nacionais, municipais e estaduais que irão influenciar o decorrer dos negócios para o ano. 😉

 

Feriados para a Bolsa de São Paulo – Bovespa/B3

1º de janeiro, quarta-feira – Confraternização Universal

24 de fevereiro, segunda-feira – Carnaval

25 de fevereiro, terça-feira – Carnaval

10 de abril, sexta-feira – Paixão de Cristo (Sexta-feira Santa)

21 de abril, terça-feira – Tiradentes

1º de maio, sexta-feira – Dia do Trabalho

11 de junho, quinta-feira – Corpus Christi

9 de julho, quinta-feira – Revolução Constitucionalista

7 de setembro, segunda-feira – Independência do Brasil

12 de outubro, segunda-feira – Nossa Senhora Aparecida

02 de novembro, segunda-feira – Finados

20 de novembro, sexta-feira – Consciência Negra

24 de dezembro, quinta-feira – véspera de Natal

25 de dezembro, sexta-feira – Natal

31 de dezembro, quinta-feira – Ano Novo

 

Lembrando que no dia 26 de fevereiro, quarta-feira, os negócios têm início somente às 13h, por conta do “feriado” de quarta-feira de cinzas.

 

Ah, você ainda não investe na Bolsa ? Acho que 2020 deveria ser aquele ano que ficará marcado na sua história como sendo o ano de estréia … O que acha ? Se precisar de alguma ajuda para dar o primeiro passo, indico o meu curso, o “Minha primeira vez na Bolsa“.

 

Além disso, os feriados que acontecerão nos EUA e que consequentemente fecharão as torneiras aqui in terra brasilis. 😀

(sim, eles praticamente movem o mercado … um dia sem negócios nos EUA é um dia completamente parado por aqui)

 

Feriados para a Bolsa de Nova York

1 de janeiro, quarta-feira – New Year´s Day

20 de janeiro, segunda-feira – Birthday of Martin Luther King

17 de fevereiro, segunda-feira – Washington´s Birthday

25 de maio, segunda-feira – Memorial Day

7 de setembro, segunda feira – Labor Day

12 de outubro, segunda-feira – Columbus Day

11 de novembro, quarta-feira – Veterans Day

26 de novembro, quinta-feira – Thanksgiving Day

25 de dezembro, sexta-feira – Christmas Day

 

Conseguiu reparar que a grande maioria dos feriados americanos “cai” numa segunda-feira ? Que baita coincidência, não é mesmo ?

Não, não é ! É proposital !! Justamente visando obter um ganho de produtividade, evitando desta forma o efeito “vamo emenda ?” tão conhecido por todos nós … 🙄

 

Hora de se programar !

Para quem trabalha com Bolsa, para quem vive dela, é hora de preparar sua agenda de 2020. 😉

É hora de se programar, saber quando estará disponível para fazer alguma coisa fora das rodas de negociação.

Para quem somente investe … é importante do mesmo jeito ! Você precisa saber quando as portas estão abertas para você negociar suas posições. 😀

Aluguel de ações

O estudo acompanhará o desempenho da ITUB4, BBDC4, BBAS3, PETR4 e da VALE3 – carros chefe do Ibovespa. Esta informação poderá ser usada tanto por quem opera na ponta de compra quanto para quem opera na ponta de venda … 😉

Este é um dado que acompanho diariamente, serve para que eu veja o “peso” extra que existe sobre estas ações. Normalmente – veja bem, normalmente … – um aumento na posição alugada pode significar um movimento de queda no papel. E o contrário também é verdadeiro, uma cobertura pode significar um movimento de alta.

Vamos lá !




Comentário: OPA !!!!! 😯

Atenção, pois podemos ter marcado um topo no gráfico ! (sim, futurologia mesmo)

Para confirmar essa minha ~desconfiança, precisamos perder os 110.500 pontos. Sim … menos de 0,5% de distância.

Respeitamos a máxima do pregão anterior, IFR nas alturas, médias cruzando no intraday … Não custa ficarmos de olho. Combinado ?

Lá fora tudo pesando. Inglaterra caindo -1%, Alemanha -1,5%, futuro do Dow Jones -0,4%, futuro SP500 -0,3%, petróleo -0,25% …

É, pode ajudar a reforçar essa minha expectativa. 🙂

De novo: de olho no suporte na região dos 110.500 e na resistência nos 111.430 pontos. 😉

Combinado ?

 


João Luiz – aluno do Double PUT Double CALL

Conheça você também os cursos oferecidos aqui no Clube !! O “Minha primeira vez na Bolsa“, para quem quer começar a investir em ações com o pé direito, sem medo do desconhecido, e o “Double PUT Double CALL” para se aprofundar nos estudos sobre opções e de brinde conhecer o método operacional que uso para rentabilizar o meu patrimônio. 😉

Devo quitar minhas dívidas ou formar meu colchão de segurança ?

A bola foi levantada pelos amigos Rodrigo Alcimar nos comentários do excelente artigo de Silvia Soares: tendo alguma dívida, devo quitá-la ou formar meu colchão de segurança ?

Dê uma olhada nos comentários em questão:

Olá,

O texto está excelente, porém uma dúvida apareceu: Tempos atrás fiz um curso de finanças/investimentos onde uma das regras do palestrante era a de guardar os 10% do salário independente da minha situação atual, ou seja, mesmo que eu estivesse devendo cheque especial por exemplo, deveria guardar o dinheiro antes de pagar as contas, pois ele serviria mais tarde para me livrar das dívidas.

Só que sempre ficou a dúvida, se eu guardar na poupança(até se ter suficiente para outra aplicação) 10% de meu rendimento, mesmo que isto signifique ficar devendo cheque especial, no final das contas, o meu rendimento será muito menor do que os juros do cheque. Então, qual é o método mais recomendado?

Abraços e parabéns!
Rodrigo

Não concordo com a ideia de que não se poder guardar ou investir nada enquanto se está endividado, em uma fase ruim, guardei 10% de tudo que ganhava, mesmo deixando de pagar alguma conta no mês, e isso me salvou, quando tive um problema de saúde e precisei de grana, ao invés de me enrolar mais ainda com minhas dividas pude utilizar o dinheiro que estava guardado. Além do mais com dinheiro faltando você consegue diminuir gastos, porque só te resta isso.

As dividas devem ser negociadas, nunca enroladas. Acredito no pagamento das dividas o mais rápido possível, mas sem nunca esquecer de guardar pelo menos 10% para que em caso de emergência não ter que voltar com dividas que já foram pagas ficando num eterno endividamento.

Alcimar

E ai, concorda, discorda ? Ou dá corda ? 🙂

Será que ao destinar 10% para o colchão a pessoa está agindo da melhor maneira ? Está agindo de uma maneira financeiramente inteligente ou apenas criando um escudo “moral” contra problemas de grana futuros ?

Vamos às contas !

Uma pessoa ganha R$ 2.000,00 – portanto “deve” separar R$ 200,00 todos os meses. O dinheiro que é separado vai para um fundo de renda fixa que rende algo perto de 1% ao mês (sim, é um valor alto e raro, mas é um exemplo … ok ?) para formar o colchão de segurança dela. Mas de outro lado ela tem uma dívida de R$ 1.000,00 que cresce numa proporção de 10% ao mês. Vale a pena destinar os R$ 200,00 para o colchão deixando a dívida de lado ? Claro que não ! A dívida crescerá ~R$ 100/mês enquanto o colchão cresce apenas R$ 2,00. A dívida crescerá numa velocidade muito superior ao colchão …

Continue lendo …