Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Usei ações como garantia em uma venda de PUT e serei exercido. O que vai acontecer ?

Pergunta:

Ótima tarde ! Eu posso dar como garantia ações de Outra ação ou necessariamente precisa ser a mesma ação ?

Exemplo: Tenho 1000 KROT3 (Valor comprado 11)
Quero vender: 1000 KROTN3 por 0,11 (Strike em 10)

Se eu não for exercido fico com 110,00 (OK, Show)

Se eu for exercido, ou seja, ficar a baixo dos 10,00. o que acontece ?

A) Perco as ações.
B) As ações são vendidas a mercado para garantir a compra de quem comprou a minha PUT e fico com Fracionado.
C) As ações são vendidas a mercado e então compradas de quem me exerceu e continuo com o mesmo numero de ações(?)

Resposta:

Opa ! Tudo certo Vinicius ?

Sim, você não precisa usar exclusivamente a ação “mãe” na hora de fazer uma venda de Opções. Até mesmo porque vendendo uma PUT, não é a ação que faz a garantia da operação. É $$$$. 😉

Mas pensando em um lançamento de CALL, podemos usar diversos ativos para a chamada de margem da operação: ações, dinheiro, CDB, Tesouro Direto … Usa-se, “tradicionalmente” as ações, garantindo uma venda coberta. (que nem é tão tradicional assim, a venda coberta é a que apresenta o menor volume) Mas é possível usarmos outros ativos. 🙂

No caso de fazermos vendas, cobertas por ações (e não uma venda coberta propriamente dita), entramos em uma zona de risco, ignorada por muitos. Falei sobre o assunto no post “Venda de opções (CALL e PUT) cobertas por ações“. Indico a leitura.

Mas voltando ao exemplo usado na tua pergunta, ao usarmos as próprias KROT3 para cobrir um lançamento de PUTs dela, caímos na zona de risco que acabei de citar. De novo, sugiro a leitura do texto …

Vamos assumir que esse risco específico não é o problema, mas sim o que acontece após o vencimento da Opção que foi vendida.

Se KROT3 ficar abaixo dos R$10, você será exercido em sua venda.

Se você não tiver na conta o dinheiro necessário para arcar com as despesas da compra via exercício, a sua corretora poderá agir de duas formas:

#1 comprar as 1.000 KROT3 por R$10 cada, e revender em seguida, pelo preço que estiver sendo praticado no mercado.

#2 comprar as 1.000 KROT3 por R$10 cada, e deixar a tua conta negativa em R$10 mil.

O mais comum é vermos a primeira forma. Mas como não existe uma regra que defina que isso é o que deve ser feito (por parte da B3), pode ser que alguma corretora adote a segunda forma.

Não, você não precisa vender as tuas KROT3 originais, para fazer dinheiro, para poder comprar as KROT3 vindas do exercício da PUT. No final das contas é tudo dinheiro. 😉

Depois de todo o procedimento, você terminará com as mesmas 1.000 KROT3 em carteira, e o prejuízo obtido pela venda (por um preço inferior a R$10) com a compra (por R$10).

Espero ter ajudado. 🙂

Abraços !