Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Tinha uma posição em ações, vendi e recomprei em seguida … Como isso afeta o preço médio ?

Pergunta:

Olá, tudo bem?

Uma dúvida em relação a Custo Médio de uma ação.

Eu tinha 300 JHSF3 a um custo médio de R$4,0624 e a último vez que eu tinha compra um lote dessas ações, tinha sido em 27/12/2019.

No dia 06/01/2020, eu vendi as 300 ações de JHSF3 por R$7,87 e comprei 300 no mesmo dia por R$7,85. Essa compra e venda no mesmo dia, caracteriza uma operação de Day Trade, e a rentabilidade da operação é a diferença entre os R$7,85 e R$7,87. É correto dizer então que, o meu custo médio continua sendo os R$4,0624 por ação, caso eu realize o lucro dela no Swing Trade?

Abraço,

Resposta:

Opa ! Tudo certo Fernando ? 🙂

Exato !! Teu preço médio de aquisição permanece sendo R$4,0624. Nada mudou em relação a isso. 😉

Só uma pergunta … você usou os teus custos operacionais (corretagem, emolumentos, etc etc etc) na formação do preço médio de aquisição dessas ações ? Sim ! Eles fazem parte. 😀

Sugiro a leitura complementar: Devo considerar meus custos operacionais na formação do preço médio ?

Sobre a operação do dia 6 de janeiro, ela um daytrade. O seu lucro na operação foi de 2¢ por ação negociada. Ou R$6,00.

Lembrando que a alíquota do IR para operações daytrade é diferente … Ao invés dos tradicionais 15%, para o daytrade o IR é de 20% sobre o lucro. Além disso, 1% do lucro já fica retido na fonte, então para o DARF você só precisa complementar com os 19% restantes.

Mas neste caso específico existe um porém … Digamos que esta seja a única operação daytrade do mês. Com um lucro de R$6 você teria que pagar R$1,14 (R$0,06 já ficou retido) de imposto de renda. Correto ? Faria um DARF para pagar isso e tudo certo. Sim ? Não … pois o valor mínimo de um DARF é de R$10. 😉

Se foi o único lucro a ser tributado, você precisará aguardar pelos próximos meses, até ter lucro suficiente para gerar R$10 em imposto.

Espero ter ajudado ! 🙂

Abraços !

Você sabia que é possível revender uma Opção comprada e lucrar com isso ?

Pergunta:

Boa tarde, o que acontece se eu estiver com uma opção CALL a seco comprada com stike de 25,00 e o preço do papel tiver a 27,00 e eu não tiver dinheiro para exercer. Eu receberei a diferença entre o Strike e o valor atual? no exemplo acima 2,00? Entende, falo no caso de estar abaixo do valor, uma operação lucrativa, mas não tenho dinheiro pra comprar os papéis, receberia eu a diferença a mercado?

Resposta:

Opa ! Tudo certo Gilderson ? 🙂

A sua dúvida é uma das que costumo receber com certa frequência. Mostra que tem bastante gente se interessando pelo mercado de Opções. E isso é MUITO bom !! 😀

Mas ela mostra que muitos estão focando num dos aspectos das Opções, deixando de lado um dos pontos básicos delas. 🙁

A pergunta padrão é que nem a sua: estou com uma Opção na mão que pode ser exercida por estar em região de exercício, mas não tenho dinheiro para tal … Como faço para lucrar ?

Focando na dúvida: se a sua Opção é exercível, mas você não tem $$$ em caixa para tal, não tem problema. A maioria das corretoras fará o exercício, comprando as ações (no caso da CALL) por R$25,00 (o strike, o valor do exercício), para em seguida vendê-las no mercado. Então você poderá lucrar sim. 🙂

Mas … me parece que a maioria das pessoas que me envia esta pergunta se esquece do fato que elas poderiam lucrar de outra forma, uma das mais simples … revendendo com lucro as Opções que têm em carteira. 😀

SIM !!! A sua Opção CALL, com strike nos R$25, estará valendo pouco mais de R$2,00 no último pregão negociável, a sexta-feira pré vencimento (sugiro a leitura deste post: Opera opções ? Cuidado com o último pregão negociável …), com a ação mãe valendo R$27. Você pode simplesmente revender esta Opção e embolsar o lucro.

Você não precisa esperar o vencimento propriamente dito para realizar esse lucro. 😉

Isso mesmo … Você pode revender a Opção com lucro, da mesma forma que faria com uma ação que estivesse proporcionando lucro. 😀

Ok … Pode ser que na sexta-feira a Opção que você tem em mãos não estivesse em região lucrativa. Devido a um evento no final de semana ela se valoriza, lembra do ataque às instalações Árabes, há alguns meses, que fez exatamente isso ? Dai sim a ideia de precisar exercer na própria segunda-feira, sem ter a grana para tal, se faria necessária.

Sem essa situação, a revenda pura e simples da Opção, se mostraria mais simples e direta. Não é mesmo ?

Pois então, para reforçar: você pode comprar uma Opção e revender, antes do dia do vencimento dela, para obtenção de lucro, caso haja esta possibilidade. O exercício em si não é a única forma de se lucrar com uma Opção. 😉

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !

Qual é o real risco de um exercício antecipado para o lançamento coberto ?

Pergunta:

Olá Zé. Obrigado pelo ótimo conteúdo.

Eu estou começando a operar com lançamento de opção coberta e achei isso um mundo maravilhoso por permitir maior controle do risco, embora limite os ganhos.

Lendo seus artigos, eu descobri que se a opção for do tipo americana, pode ser exercida a qualquer momento, até mesmo antes do vencimento. Isso me deixou encucado porque é uma situação que eu não havia previsto e pode quebrar o seu planejamento, já que tira o controle da mão do lançador.

Porém, analisando mais a fundo, percebi que como o valor da opção de compra é sempre maior que o ativo menos o strike, só vai haver uma situação em que um titular de opção de compra vai exercer antes do vencimento, caso o ativo suba depois de ele já ter adquirido a opção. Então posso presumir que como lançador, corro o risco de ser exercido antes do vencimento, somente se o ativo subir mais que o strike mais o premio recebido na opção? E pela sua experiência isso é comum acontecer? Ou o pessoal acaba realizando o lucro vendendo a opção e exercer antes do vencimento acaba não sendo uma pratica muito comum?

Abraço,
Fernando

Resposta:

Opa ! Tudo certo Fernando ? 🙂

Opções realmente nos permitem aproveitar diversas oportunidades do mercado. O lançamento coberto é uma das formas. E cá entre nós, se feito de forma planejada e com uma estratégia, você pode fazê-la de forma a “atrapalhar” a ocorrência desse exercício. 😉

Como sugestão de leitura, indico o post: “Venda coberta é muito mais do que vender e ser exercido“. 🙂

Como você bem disse, as Opções do tipo Americano permitem que o exercício a qualquer momento. Mas, acredite, são eventos raros de vermos acontecendo. Poucos são as vezes que vi isso ocorrendo comigo, conto nos dedos de uma mão. 😀

É um evento raro, pois os motivos que levam a um exercício antecipado não ocorrem a todo momento. No post “O que justificaria um exercício antecipado de Opções ?” falei sobre eles.

Uma forma muito eficaz de impedir que exista o risco de exercício antecipado, é lançando apenas Opções do tipo Europeu. Ao contrário das Americanas, as Europeias só permitem o exercício no dia do vencimento. Falei sobre isso no vídeo abaixo:

Você não precisa ficar preocupado com o exercício antecipado. Motivo ? Mesmo se acontecer, você consegue “dar a volta por cima” e ainda tirar proveito disso. No Double PUT Double CALL tem uma aula específica sobre o tema. Nela falo exatamente o que deve ser feito em caso de exercício antecipado e como lucrar com ele. 😉

De novo: é evento raro e não será isso que te impedirá de tralhar com o lançamento coberto. Além disso, sendo coberto … basta entregar as ações e pronto ! O prêmio já é seu, o valor recebido pelo exercício já era conhecido por ti. A única coisa diferente é que foi antecipado. 😀

Espero ter te ajudado ! 😉

Abraços !

Comprei uma Opção e não tenho como exercer, ainda consigo lucrar com ela ?

Pergunta:

eu comprei uma opção call, mas não vou exercer por não ter o dinheiro no dia do vencimento, ainda assim consigo lucrar apenas com as opções ?

Resposta:

Opa ! Tudo certo Israel ? 🙂

Tenho uma excelente notícia para te dar !! Ou melhor: duas ! 😀

SIM !! Você consegue lucrar com a sua operação. E o melhor, como disse, de duas formas ! 😉

#1 – Você pode simplesmente revender com lucro as Opções que comprou.

Se as Opções se valorizaram, se a ação mãe está com uma cotação acima do strike da sua opção, e o valor dela está acima do que você pagou, basta revender suas Opções e embolsar a diferença. O lucro é seu. 🙂

Da mesma forma que faria com uma ação, que você compra por um preço e revende quando está mais cara, você pode comprar e revender uma Opção para auferir lucro. Na verdade, esta é a forma que a maioria usa as Opções. (e uma das que mais dá errado, trazendo perdas ao investidor)

#2 – Você exercer suas Opções comprando as ações correspondentes, mesmo não tendo dinheiro, e revender em seguida.

Isso: exercer sem ter o dinheiro e revender as ações em seguida. Na verdade, é isso que a maioria das corretoras faz de forma automática quando a pessoa tem em sua posse Opções que poderiam ser exercidas. Muitas nem esperam que o proprietário destas Opções solicite o exercício, elas já o fazem de forma automática. 🙂

Muitas fazem exatamente o que eu falei: exercem e vendem a ação em seguida, permitindo que o cliente fique com o lucro na conta. 😉

(o problema em alguns casos, é que algumas vezes os clientes querem exercer e manter as ações …)

Sugiro a leitura de dois posts:

– E se eu esquecer de solicitar o exercício da minha Opção ?
– Posso exercer uma opção sem ter o dinheiro na minha conta ?

Agora você só precisa escolher qual é a forma que mais te agrada. 😀

Se for olhar apenas pelo lado custo operacional, a primeira alternativa é a mais em conta … 😉

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !

Você sabia que existem outros índices, além do Ibovespa ?

Pergunta:

Bom Dia Caro Sr!

Por gentileza, gostaria de saber onde encontrar os diversos índices por SETORES, bem como também alguns dos diversos indicadores fundamentalistas, sempre por setores. Por exemplo: ROE, do setor Elétrico, ou do setor Financeiro……etc..etc..

Agradeceria uma resposta.
Grato, e parabéns pelo belo trabalho.

Resposta:

Opa ! Tudo certo Noracir ? 🙂

Esse é um assunto que é realmente pouco abordado em nosso mercado … Praticamente ninguém “dá bola” para os outros índices além do Ibovespa. E acredite, existem muitos outros. (sugestão de leitura: O que é, e como funciona um índice de ações ?)

– Índices Amplos
– Índices de Governança
– Índices de Segmento
– Índices de Sustentabilidade
– Índices Setoriais
– Índices SPDJI/BVMF
– e outros Índices …

Cada um deles focando em um aspecto, cada um com um “objetivo”. 😉

Aqui é possível conhecer cada um deles.

No caso em questão, estás interessado nos índice setoriais. Temos 7 índice setoriais: IFNC (Índice Financeiro)IMOB (Índice Imobiliário)UTIL (Índice Utilidade Pública)ICON (Índice de Consumo)IEE (Índice de Energia Elétrica)IMAT (Índice de Materiais Básicos)INDX (Índice do Setor Industrial).

Infelizmente, como dito, é algo que não existe muito material para estudarmos. 🙁

Por exemplo, existe algo no site da ADVFN, mas nada muito aprofundado. É mais informativo … Um exemplo aqui, do IFNC.

Como não conheço nenhuma fonte de conteúdo, na linha solicitada por ti, peço ajuda dos leitores neste momento. Se você conhece algum lugar onde o Noracir possa obter tais dados, favor informar. 🙂

(afinal de contas, sou da turma dos gráficos, lembra ?)

Agradeço antecipadamente. 😉

Abraços !