Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

No dia do vencimento de Opções, posso encerrar uma operação aberta ?

Pergunta:

Oi Zé, tudo bem?
O ultimo de dia de pregão das opções da série b é sexta, conforme dito acima. Minha dúvida é se no dia 17, dia da liquidação, meu strike estiver próximo ao preço da ação adjacente ou posso apenas torcer para não subir e eu ser exercido? No caso de uma venda de Call.

Resposta:

Opa ! Tudo certo Cristiano ? 🙂

Sim … No dia do exercício, a única coisa que acontece é o evento do exercício em si. Ou a Opção entra no exercício, ou ela vira pó.

Assumindo que estamos falando de uma CALL, se o teu strike estiver abaixo do preço praticado no mercado, ela será exercida. Se o teu strike estiver acima do preço praticado no mercado, ela virará pó.

Se você carrega a operação, no caso a venda da CALL, para segunda-feira, a única coisa que você pode fazer é torcer para que não suba e você acabe sendo exercido. Você não tem nenhum poder de manobra. Por isso que é interessante encerrar uma operação na sexta-feira (o último pregão em que elas são negociáveis) quando você se encontra numa situação de que a sua Opção pode ser exercida.

Muitos encerram na sexta (e até mesmo antes) de qualquer forma. Não cogitam levar para segunda. Outros analisam a situação gráfica da ação, se ela tem potencial de escapar do exercício, ou de ir para o exercício. Ainda existem os que só permanecem com a posição vendida, caso a distância entre o strike e a cotação seja aceitável. Uma distância que permita que a ação “ande” na segunda sem colocar em risco a sua venda.

É uma decisão BEM pessoal. Eu me encontro no grupo que só fica vendido se a distância entre a cotação e o meu strike for grande o suficiente para me deixar tranquilo. 😉

Se você não quiser correr risco algum de ser exercido, encerrar a operação no pregão de sexta-feira é a melhor alternativa.

Lembrando: na segunda-feira, dia do exercício, ninguém pode comprar ou vender as Opções da série que estiver vencendo. Como exemplo do dia 17 de fevereiro, o próximo vencimento, ninguém poderá comprar ou vender Opções das séries B e N na segunda. 🙂

Espero ter ajudado ! 😉

Abraços !

Comprar PUT antes da ação ficar ex dividendos e faturar com a queda. É possível ?

Pergunta:

Boa noite!
Tenho uma duvida. Se puder ajudar agradeço.

Ate quando posso negociar opções a seco?

Minha ideia e seguinte: na sexta dia 14 e data ex de bbsa3. Então estou pensando em comprar uma put dia 13, e no dia seguinte como o valor da ação vai cair eu vendo essa.

Será que da certo?

Obrigado

Resposta:

Opa ! Tudo certo Igor ? 🙂

Vamos separar a tua dúvida em partes. 😉

Primeiro: “Até quando é possível negociar Opções a seco ?

Você poderá negociar com Opções até o último pregão antes do vencimento daquela Opção. Por exemplo, as Opções das séries B e N vencem na próxima segunda-feira, dia 17 de fevereiro. O último pregão onde elas são negociáveis, é o do dia 14 de fevereiro, sexta-feira. No dia do vencimento propriamente dito não é permitido que operemos com elas. Na segunda do vencimento, apenas poderemos exercer ou sermos exercidos. 🙂

Já houve um tempo onde era possível negociar com as Opções que estavam vencendo, no próprio dia do vencimento. A regra mudou em 2013.

Certo, então você poderia comprar a PUT na quinta-feira para revender na sexta. Sem problemas. Mas … isso terá validade ?

Vamos à segunda parte. Você quer comprar uma PUT de BBSE3 (ela vai ficar ex no dia 14, sendo 13 o último dia para pegar ela “cheia”), pois ela vai distribuir R$1,90 de dividendos. Com isso a cotação da ação vai apresentar uma queda do dia 13 para o dia 14, quando ficar ex dividendos. Uma queda de R$1,90, saindo dos R$37,10 atuais, para R$35,20. Correto ?

Com isso você terá a valorização da PUT, afinal de contas ela se valoriza com a queda da cotação da ação subjacente. Correto ?

Mas … lamento te informar, que neste caso, a estratégia não vai funcionar. 🙁

Motivo ? Além dos R$1,90 saírem da cotação da ação BBSE3, os mesmos R$1,90 sairão dos strikes das Opções dela. Tanto das CALLs quanto das PUTs. Isso … não é só do preço da ação que sairão os R$1,90 de dividendos. Veremos o mesmo valor saindo do strike das Opções …

Então, uma Opção que tinha como strike os R$37, passará a ter o strike de R$35,10 no momento em que a ação ficar ex. Desta forma o equilíbrio é mantido e não se cria nenhuma distorção como a que a tua estratégia visava se beneficiar.

Os dividendos e JCP saem da cotação da ação e do strike das Opções. Tudo junto. Tudo ao mesmo tempo.

Então, infelizmente, a estratégia não tem validade prática.

Espero ter ajudado ! 🙂

Abraços !

Qual o valor mínimo para começar a investir na Bolsa?

Pergunta:

Boa tarde Zé !!

Com quanto preciso iniciar meu investimento na bolsa ?
Grato !!

Resposta:

Opa ! Tudo certo José Sérgio ? 🙂

Acredite se quiser, MUITO menos do que você imagina. 😀

A ideia geral é a de que precisamos ter centenas, milhares de reais para podermos começar a investir na Bolsa. Não é mesmo ? Mas não … a coisa é bem diferente do que a cultura popular acredita. Num passado relativamente distante, o acesso ao investimento em ações era sim algo mais complicado, mais difícil e até mesmo mais “restrito”. Volta e meia ouço histórias de pessoas que procuravam corretoras e por conta do valor disponível, elas “negavam” o serviço. Mas agora as coisas são muito diferentes.

Acredite: com apenas R$1 já é possível começar a se investir. Sim … UM REAL.

É, com R$1 você já pode comprar ações da Oi. E não, isso NÃO É UMA INDICAÇÃO DE COMPRA DESTA AÇÃO !!! É apenas um exemplo ! 🙂

Uma ação da Oi custa apenas 94¢ ! Então você pode comprar 1 ação OIBR3 por apenas 94 centavos. Viu, falei que já dava para começar a investir com R$1 ! 😉

Quem permite isso é o mercado fracionário, onde as ações são negociadas individualmente. O padrão é que elas sejam compradas e vendidas em lotes de 100 ações. Entendeu porque muitos acham que precisa de muito dinheiro para investir ? Mas com o mercado fracionário, você pode comprar/vender de uma em uma. 😀

Exemplos ? PETR4, com apenas R$29,50 você pode comprar 1 ação. VALE3, com apenas R$51,85 você pode comprar 1 ação. ITUB4, com apenas R$35,00 você pode comprar 1 ação. BBDC4, com apenas R$34,60 você pode comprar uma ação …

Além do custo propriamente dito da ação, ainda existem os custos operacionais. São as taxas que pagamos à corretora que vai intermediar o nosso negócio. Mas até mesmo essas taxas não são mais um impeditivo para quem quer investir. Falei sobre isso no post: “Corretoras zerando as tarifas !! Um pouco da história da Bolsa …“, sugiro a leitura. 😉

Então, como eu disse, o valor necessário para se começar a investir em ações, hoje, é MUITO pequeno. O mercado está acessível a TODOS que desejam expandir sua carteira de investimentos. Para todos que desejam injetar um pouco de “pimenta”, capaz de permitir um incremento nos rendimentos dela. Claro … com uma dose extra de risco também.

Mas hoje, com a SELIC em 4,25%, a inclusão de uma fatia de renda variável na carteira é mais do que necessário. 🙂

É como eu digo: “Prepare-se para sair do seu relacionamento monogâmico com a Renda Fixa. Conheça o Minha primeira vez na Bolsa ! Está na hora de você entrar em Ação !!” 😉

Importante: quanto menor for o valor usado no investimento em ações, mais importante é um controle dos custos operacionais ! Fique ligado nisso !!

Esperto ter ajudado. 🙂

Abraços !

E se não tiver liquidez para desmontar a trava de alta ?

Pergunta:

Boa noite. Sou novo aqui no clube, e estou muito satisfeito com o que estou conseguindo aprender. Você é muito claro nas suas observações/orientações. Parabéns. Neste momento tenho um grande problemas com medo de falta de liquidez de opções, que estou operando há três meses. Vejamos minhas duvidas:

a) Faço uma trava de alta no seguinte exemplo hipotético com base 10 para facilitar: TRAVA DE ALTA PETR4, com strikes compra de 10,00 e Strike venda de 11,00. O valor da opção 0,10- lucro máximo 0,50 . Vencimento 17/02/2020. O valor da opção passa do lucro máximo, faço o comando de venda mas nunca pega por falta de liquidez, acredito eu. Se no exemplo o valor da ação´já estiver em 14,00, mesmo que eu não consiga desfazer a trava revertendo a opçao, no dia do exercício poderei exercer meu direito de comprar a ação a 10,00 e vender a 12 como feito na trava, e assim garantindo o lucro de 1,00 por açao?

b) E se o valor da ação tiver em 10,50, poderei no dia do vencimento exercer meu direito de comprar a 10,00 e no caso vender a 10,50?

Resposta:

Opa ! Tudo certo Anibal ? 🙂

Muito obrigado ! É sempre um prazer poder ajudar ! 😉

A Trava de Alta não é uma das minhas operações preferidas … mas tem seu valor na estratégia de muitos que trabalham com Opções. 😀

Falei os meus motivos no post “Zé, o que você acha da operação “Trava de Alta” em Opções ?“. Como disse, é o que eu acho da operação. 😉

Já sobre o teu medo, isso só viria a acontecer em uma Opção de baixíssima liquidez … E provavelmente depois de um movimento mais forte. Mas, se ocorrer o “secamento” das ofertas, com a ação nos R$14, basta que você siga o roteiro tradicional e padrão: exercer a Opção em que está comprado (R$10) e aguardar o aviso da tua corretora de que te exerceram na tua venda (R$11). Desta forma comprarás a ação por R$10 e venderás por R$11. R$1 de lucro.

Já o segundo caso, é exatamente isso mesmo !! Se a ação estiver nos R$10,50, você vai exercer a ponta comprada (R$10), comprando a ação por R$10, via exercício, e poderá vendê-la diretamente no mercado por R$10,50. Só aguarde o fim do período de exercício (vai até às 13h) para fazer essa venda. Vai que você vende por R$10,50, papel sobe nos R$12 e te exercem na Opção de R$11. 😉

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !!

O que acontece no dia do exercício das Opções ?

Pergunta:


Resposta:

Opa ! Tudo certo Rogério ? 🙂

Claro !! A hora é essa !! 😉

#1 – O que precisa para “honrar” o exercício de Opções, em cada um dos 4 casos:

Comprado em CALL – se você solicitar o exercício, irá comprar uma ação. Portanto, precisará ter dinheiro na conta para concretizar o negócio.

Vendido em CALL – se você for exercido, irá vender uma ação. Portanto, precisará ter ações em carteira para concretizar o negócio.

Comprado em PUT – se você solicitar o exercício, irá vender uma ação. Portanto, precisará ter ações me carteira para concretizar o negócio.

Vendido em PUT – se você for exercido, irá comprar uma ação. Portanto, precisará ter dinheiro na conta para concretizar o negócio.

O post “O que é uma CALL ? O que é uma PUT ?” pode lhe ajudar na compreensão das necessidades de cada caso. 🙂

#2 – Automático ou Manual ?

Ocorrendo o exercício, é tudo automático. A corretora se encarrega do procedimento. 😉

Se você tem a ação para entregar, a corretora simplesmente entrega. Se não tem, e precisa entregar, ela compra no mercado e depois te manda a conta. 😀

#3 – Preciso pedir à corretora ?

Depende … Cada caso é um caso.

Algumas corretoras têm como padrão fazer o exercício (quando você está comprado em uma Opção) de forma automática. Outras, só exercem se você solicitar, seja por telefone, e-mail ou plataforma. Lembrando que você pode solicitar o exercício até às 13h do dia do vencimento !! 😉

O padrão da B3 não é o automático. Mas algumas corretoras oferecem essa facilidade aos seus clientes. 🙂

Falei sobre isso no post: E se eu esquecer de solicitar o exercício da minha Opção ?

Espero ter ajudado ! 😀

Abraços !