Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

O problema das Opções é que elas morrem no final …

Pergunta:

Comprei opções, mas não efetuei a compra na data prevista. As opções sumiram, perdi o dinheiro e as opcoes? Alguém pode ajudar?

Resposta:

Opa ! Tudo certo Jones ? 🙂

Sim … Infelizmente você perdeu a grana que investiu na compra das Opções. 🙁

A principal característica das Opções é que elas têm um “prazo de validade“, elas têm “vida útil“. Vivem até um determinado dia, o dia de seu vencimento. Depois disso elas morrem … deixam de existir … viram pó.

Você pode trabalhar com elas até o seu vencimento (comprar e vender até o último pregão antes dele, exercer e ser exercido até o vencimento), depois disso acontece o que você viu acontecer: elas somem da tua carteira.

Você tinha duas alternativas: encerrar a operação de compra, revendendo as Opções que comprou, ou exercer no dia do vencimento (se houvesse motivo para que isso fosse feito), que seria o “não efetuei a compra na data prevista” que você citou.

Sugiro duas leituras para te ajudar a compreender essa dinâmica da reta final do vencimento de Opções:

– Como funciona o exercício de opções ?
– Opera opções ? Cuidado com o último pregão negociável …

Encare o ocorrido como “custo de aprendizado”, para que isso nunca mais ocorra. 😉

Mas destaco algo interessante … Você não foi a única pessoa que me mandou essa dúvida. Estranhamente recebi outros contatos relatando a MESMA coisa ! Pessoas que tinham comprado Opções e que chegaram na reta final do vencimento sem saber que elas morriam !! 🙁

Como disse, essa é a principal característica das Opções …

Tenho a impressão de que muita gente está entrando no mercado de Opções, mais especificamente na compra de Opções, sem saber exatamente como elas funcionam. E isso me preocupa muito !

Lembra que eu te falei do custo de aprendizado ? Que tal você partir em busca de informação para evitar que esse tipo de erro volte a ocorrer ? Leia livros, converse com quem já investe, faça cursos.

O tema te interessa ? Você tem vontade de investir com Opções ? Te convido a conhecer o Double PUT Double CALL, o meu curso de Opções ! Será um prazer lhe ajudar neste processo de aprendizado !! 😀

Espero ter te ajudado ! 😉

Abraços !

Deixei de pagar IR em julho, posso compensar com a perda que tive em novembro ?

Pergunta:

Boa tarde, Zé.

Tive lucro em julho de 2019 e teria que pagar aprox. 500 reais de imposto, mas nao o fiz.

Só que agora, em novembro, meu prejuízo acumulado já passou dos 10k.

Sabe se tenho que pagar o imposto atrasado? Ou quando fizer minha declaração no ano que vem informo o prejuízo e consigo compensar de forma retroativa?

Se tiver, será que consigo gerar a guia só para pagamento da multa de 20%?

Muito obrigado!

Resposta:

Opa ! Tudo certo Luiz ? 🙂

Sim, terá que pagar o IR atrasado … 🙁

Algo muito importante, em relação ao pagamento do IR e compensação de lucros e prejuízos, é que a regra é a seguinte: lucros passados não podem ser compensados com prejuízos futuros. De novo: um lucro hoje não pode ser compensado com uma perda no mês que vem …

Se você teve lucro em um mês, movimentou mais de R$20 mil na venda de ações, ou se o lucro veio de Opções; e não tem nenhum prejuízo anterior a ser compensado, precisará pagar IR. Simples e direto assim. De novo: lucro passado não pode ser compensado com perda futura. 🙂

Sobre o pagamento do valor em aberto, a multa de 20% é apenas uma parte da mordida do leão. Existe também a atualização pela taxa SELIC. Falei sobre esse tema no post “Deixei de recolher o Imposto de Renda no ano passado. Como faço para pagá-lo agora ?

(o programa da Receita te ajuda a calcular tudo automaticamente)

O prejuízo acumulado agora (R$10k) poderá ser usado para abater os lucros que vierem a ocorrer nos próximos meses. Não se esqueça de informar isso na tua declaração anual de IR. 😉

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !

Comprei umas Opções e revendi. Quem comprou leva as minhas ações também ?

Pergunta:

Olá Zé tudo bem?
Tenho uma pergunta

Vamos supor eu comprei uma opção de call passado tempo ela se valoriza mas eu resolvi não exercer mas a opções teve uma boa valorização
A pergunta é eu posso vender essa opção que comprei bem baratinho (alguns centavos) pelo valor que ela tem no momento por ex 1real ? Se eu vender essa call quem comprar estará comprando minhas ações no caso ações dessa mesma opção que eu possuo na carteira? abço

Resposta:

Opa ! Tudo certo Marcelo ? 🙂

Sim ! Você pode revender, normalmente, a opção que acabou de se valorizar. Da mesma forma que faria com uma ação que sobe e te proporcionaria lucro na revenda. 😉

O único detalhe: essa revenda precisa ocorrer antes do dia do vencimento daquela Opção … Pois, depois deste dia, ela deixa de existir. Ela “morre”. Não se esqueça disso ! E mais: o último dia para a negociação de uma Opção é o pregão anterior ao dia do vencimento !!

Sobre a parte da pessoa que comprar as tuas CALLs, se ela também estará comprando tuas ações ? Não. Se você revendeu as Opções para ela, é isso que esta pessoa levará. Tuas Opções e somente elas. Na hora que você revende as Opções que havia comprado, se desliga dos direitos e obrigações atrelados aquela Opção. 😉

Um detalhe: quem possui obrigações atreladas à Opção é quem lança uma opção. Se você está revendendo aquilo que comprou, se torna apenas um “caminho” entre as partes. 😀

O tema te interessa ? Você tem vontade de investir com Opções ? Te convido a conhecer o Double PUT Double CALL, o meu curso de Opções ! Será um prazer lhe ajudar neste processo de aprendizado !! 😀

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !

O que acontece no dia do exercício das Opções ?

Pergunta:


Resposta:

Opa ! Tudo certo Rogério ? 🙂

Claro !! A hora é essa !! 😉

#1 – O que precisa para “honrar” o exercício de Opções, em cada um dos 4 casos:

Comprado em CALL – se você solicitar o exercício, irá comprar uma ação. Portanto, precisará ter dinheiro na conta para concretizar o negócio.

Vendido em CALL – se você for exercido, irá vender uma ação. Portanto, precisará ter ações em carteira para concretizar o negócio.

Comprado em PUT – se você solicitar o exercício, irá vender uma ação. Portanto, precisará ter ações me carteira para concretizar o negócio.

Vendido em PUT – se você for exercido, irá comprar uma ação. Portanto, precisará ter dinheiro na conta para concretizar o negócio.

O post “O que é uma CALL ? O que é uma PUT ?” pode lhe ajudar na compreensão das necessidades de cada caso. 🙂

#2 – Automático ou Manual ?

Ocorrendo o exercício, é tudo automático. A corretora se encarrega do procedimento. 😉

Se você tem a ação para entregar, a corretora simplesmente entrega. Se não tem, e precisa entregar, ela compra no mercado e depois te manda a conta. 😀

#3 – Preciso pedir à corretora ?

Depende … Cada caso é um caso.

Algumas corretoras têm como padrão fazer o exercício (quando você está comprado em uma Opção) de forma automática. Outras, só exercem se você solicitar, seja por telefone, e-mail ou plataforma. Lembrando que você pode solicitar o exercício até às 13h do dia do vencimento !! 😉

O padrão da B3 não é o automático. Mas algumas corretoras oferecem essa facilidade aos seus clientes. 🙂

Falei sobre isso no post: E se eu esquecer de solicitar o exercício da minha Opção ?

Espero ter ajudado ! 😀

Abraços !

Um Straddle com vendas ?

Pergunta:

Boa noite. Conheci seu site agora. Gostaria de tirar uma dúvida: na straddle, se eu tenho 1k de petr4, não seria melhor vender 1k de put e 1k de call e ir rolando conforme o lado que a ação vai?

Resposta:

Bom dia Francisco,

Antes de dizer se essa seria, ou não, uma melhor operação, preciso dizer que acima de tudo ela não seria um Straddle. 🙂

O Straddle é caracterizado pela compra das opções, CALL e PUT, com strike igual ao da atual cotação da ação mãe. Também existe uma variação dele, que é o strangle, onde compramos opções OTM, equidistantes da atual cotação da ação. (se estiver R$20, compramos uma PUT de R$18 e uma CALL de R$22, por exemplo)

Para montarmos a operação precisamos de dinheiro na conta, pois ela envolve a compra das opções. Impossibilitando o uso de outro tipo de garantia para a montagem da operação.

Pois bem, a tua sugestão é usarmos as PETR4 que estariam na carteira para cobrir e garantir as vendas das duas opções, uma CALL e uma PUT.

Pensando apenas no cenário que nos levou à montagem do Straddle, a operação que você sugeriu poderia ser arriscada se não fosse acompanhada de alguns itens de proteção.

Motivo ? A venda de CALL tem risco ilimitado, pois a ação poderia subir “indefinidamente” e o valor da CALL acompanharia. Sendo a venda sugerida uma venda coberta pelas PETR4, este risco estaria controlado. Se explodir, você entrega a ação e pronto. Embolsa o lucro da venda da PUT e a operação finalizada com sucesso.

Mas … e se cair ?

Se cair, a venda da CALL lhe traz lucro e você passa a ficar de olho (ou seria refém ?) da venda da PUT. Afinal a venda da PUT tem como garantia as PETR4 que agora valem menos do que valiam no momento em que você montou a operação. Se você vender as ações, o valor obtido pode não ser suficiente para garantir o exercício …

Se você ficar rolando e rolando e rolando a PUT, na expectativa de uma reversão, pode ser que o valor da ação continue caindo e com isso o valor disponível para a margem (através dela) vai caindo junto. O problema ? O valor da PUT aumenta com a queda e a chamada de margem também.

Pode dar certo ? Pode … mas o risco de ver isso acontecer, e as complicações resultantes, acabam não justificando. Ao menos na minha opinião … 😉

Lembra que falei que estávamos pensando apenas no cenário que te levaria à montagem de um Straddle. Correto ? Ele seria o de forte movimentação para um dos lados. Mas … e se tivermos uma calmaria ?

BINGO ! Se existe a expectativa de não termos uma movimentação, ou até mesmo um movimento mais calmo, a tua ideia teria grandes chances de funcionar. 🙂

O problema é: na minha opinião a incomodação decorrente de uma venda de PUT coberta por ações, no caso de erro, não justificaria a operação. Gosto de vender CALL com ações e PUT com dinheiro para a margem. 😀

Sobre esse problema específico de erro na venda da PUT, falei isso há algum tempo:

– Venda de PUT “com problemas” …
– Venda de PUT “com problemas” … 2

Além disso, sugiro também a leitura do post “Venda de opções (CALL e PUT) cobertas por ações” para ver um pouco mais sobre o lançamento coberto por ações. (de CALL e PUT)

Se tiver interesse, te convido a conhecer o Double PUT Double CALL, meu curso sobre Opções onde falo sobre tudo isso que abordamos aqui no post. Tudo de forma detalhada e calmamente explicada. 😉

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !