Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Vale a pena forçar um exercício “caseiro” ?

Pergunta:

Pai! Acha valida a estratégia de recomprar a opção e vender a ação no valor que ela estiver? (um auto exercício, para evitar as taxas da B3?)

Resposta:

Opa ! Tudo certo Breno ? 🙂

Se tem uma coisa que me impressiona, é como as pessoas se preocupam com o custo de corretagem do exercício das Opções. Vocês não imaginam a quantidade de dúvidas que recebo abordando especificamente este tema. “Onde pago menos ?”, “Onde não cobram ?”, “Por que é tão caro ?”, “Isso não inviabiliza o lançamento coberto de Opções ?”; são apenas algumas delas.

Eu já abordei o tema em si, no post “Quem paga o exercício de Opções ?“, e indico sua leitura. 😉

Mas a pergunta do Breno vai além. Ela é justamente sobre uma das formas que muitos encontraram para evitar este custo operacional. 😀

Antes de responder ao Breno, sugiro que todos leiam o post “Venda coberta é muito mais do que vender e ser exercido“, para lembrá-los de que ser exercido em um lançamento coberto é apenas uma possibilidade, e não um “fato certo”. Sabe ? Não seremos exercidos em todos os lançamentos. Se feito da forma correta, o exercício se torna uma exceção, e não a regra, como muitos relatam …

Sobre a ideia do “auto exercício“, para evitar os custos operacionais, as taxas da corretora (só lembrando, a corretagem quem cobra é a corretora, e não a B3. É ela quem cobra uma corretagem de “R$1” por negócio executado, ou 0,5% em cima do volume negociado), é um procedimento que muitos usam. 😀

No caso da pergunta enviada pelo Breno, ele está se referindo a um auto exercício de um lançamento de CALL que está para ser exercido. Como funcionaria o exercício padrão ?

Digamos que a pessoa está vendida na PETRB257, que tem como strike o valor de R$30,26. Se exercida, ela entregará suas PETR4 pelo valor de R$30,26. Correto ?

Façamos de conta que estamos no final do exercício, no último pregão antes do vencimento e essa Opção já perdeu todo o seu valor extrínseco (VE). A ação está sendo cotada a R$31,77 no mercado. Então, significa que a B257 estaria sendo negociada a R$1,51.

Desta forma, o que aconteceria se a pessoa recomprasse a B257 e vendesse manualmente suas PETR4 diretamente no mercado ? Desembolsaria R$1,51 para recomprar a sua Opção vendida, e venderia suas PETR4 por R$31,77. Correto ? No final desse procedimento, quais seriam os valores restantes ? R$31,77 – R$1,51 = R$30,26

Sim, o mesmo valor que receberia através do exercício padrão de Opções. 🙂

Mas neste caso, existiria uma diferença … (e neste caso, só seria válido para alguns casos)

Na hora que a pessoa recomprou a B257, e que vendeu a PETR4, executou duas operações, e portanto desembolsará 2 corretagens padrão. Enquanto isso, se tivesse deixado que o exercício padrão ocorresse, desembolsaria 0,5% sobre o volume negociado. (é a corretagem “padrão” para o exercício de Opções)

Digamos que o lançamento inicial foi de 1.000 PETRB257. O exercício movimentaria um total de R$30.260,00 e a corretagem padrão sobre este volume seria de algo próximo a R$150 ! Quanto ela gastaria com a operação de recompra da Opção + a de venda das PETR4 ? Dependeria do custo por operação da pessoa. Se for em uma corretora que é isenta de corretagem ? “Nada”. Se é em uma corretora que cobra R$1 por operação, gastaria R$2. Se for em uma corretora que cobra R$5 por operação, gastaria R$10 … Sim, dependeria apenas do custo da corretagem fixa cobrada por ela.

Agora, lembra que falei que isso é válido apenas para alguns casos ? Pois então … Se a pessoa usa uma corretora que já cobra de forma padrão os 0,5% sobre o volume negociado, para todo e qualquer tipo de operação, não haveria validade no exercício “caseiro”. Pois as duas operações (exercício padrão, ou o caseiro) custariam os mesmos 0,5% sobre o volume negociado. 😉

Só que este é apenas um exemplo … Pode ser que na hora que você for tentar fazer o auto exercício, não encontre liquidez na Opção que deseja recomprar … Pode ser que encontre ela ainda com algum VE, e isso acabe fazendo com que o valor recebido no final do “auto exercício” não seja exatamente o mesmo que o obtido com o exercício padrão …

Mas sim, é uma ideia totalmente válida e que pode baratear bastante os custos nos casos onde a pessoa será exercida. 🙂

Espero ter te ajudado ! 😀

Abraços !