Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!


Como tirar proveito da crise que estamos enfrentando?

Estamos passando por um dos momentos mais delicados da história do país. A crise atual é a maior da história, ao menos é o que os dados que vem sendo divulgados nos últimos meses nos mostram. Dizem que a crise atual é ainda maior do que a grande depressão, que assolou o planeta como um todo a partir no fatídico ano de 1929. Não sei dizer se é realmente, ou não … pois nasci apenas em 1979 … 😉

Mas se os números apontam (desde que não estejam sofrendo de nenhuma crise de criatividade contábil aguda), devemos acreditar.

Confesso que nestes quase 38 anos de vida não lembro de ter visto nada parecido. A quantidade de negócios fechando, de imóveis vagos então … nem se fala. Basta você olhar para os prédios comerciais em sua cidade e constatar a quantidade de placas de “aluga-se” nas janelas.

Houve uma parada (quase que completa) no setor imobiliário. Mas vindos de um BOOM anterior, o resfriamento acaba se destacando ainda mais. Previsão para retomada ? … Dizem que já começa a dar os primeiros sinais, mas ainda devem ser muito fracos, pois não consigo vê-los ainda. (falei sobre o assunto há alguns dias: Mercado imobiliário parado … Até quando ?)

Em relação ao desemprego, atingimos taxas recordes agora no começo do ano: 13,7% agora no final de abril. 😯

Dirão que nos tempos do FHC a coisa era pior, mas o “estranho” é que não é isso o que os dados do IBGE mostram:

Estamos com praticamente o dobro do apresentado nos piores anos do governo dele … E sim, eu sei que houve uma mudança, mas não consegui encontrar nenhum gráfico (ou tabela) comparando os dois momentos com a mesma metodologia. Se você tiver, por favor me envie. 🙂

Junte a isso as discussões em torno da reforma previdenciária e trabalhista e teremos o atual caldeirão que vivemos atualmente. (será que preciso mesmo incluir os desdobramentos da lava-jato na lista ?)

Mas … como tirar proveito disso tudo ?

Muito se fala sobre a necessidade de aproveitarmos as crises, pois nelas é que surgem as grandes oportunidades.

Concordo, muita gente precisando se desfazer de um imóvel para fazer caixa. Outros liquidando seus negócios por causa das dificuldades … Dentre estas oportunidades, surgem verdadeiras “jóias” – claro, depois de um processo de investigação detalhado – que podem render ótimos frutos no futuro, assim que a crise “passar”.

O problema acaba sendo justamente esse: como aproveitar as ótimas oportunidades que surgem nestes momentos específicos, se a maioria de nós acaba gastando toda a energia disponível apenas para sobreviver à crise ? Dizer que a crise é um momento de oportunidades não está errado. O problema é que elas estarão disponíveis para um pequeno e seleto grupo … 🙁

Sabe quem estará apto ? Os que fizeram a lição de casa. Os que estudaram. Os que se dedicaram. Os que criaram um belo colchão de segurança. Os que destinaram parte de seus ganhos na época de “vacas gordas” para formar sua carteira de investimentos.

São somente estas pessoas que terão condições de aproveitar as oportunidades (de investimento) que porventura vierem a surgir num momento de crise.

Não adianta de nada ficar se lamentando das oportunidades que estão surgindo se você não faz a sua parte na hora certa!

Outros tipos de oportunidade

Mas existem outros tipos de oportunidade que acabam surgindo em crises mais sérias como a atual.

Como li no final de semana, na carta de despedida do Ricardo Schweitzer, ex Empiricus, ao usar uma lição passada por Tyler Durden no excelente Clube da Luta: só quando não temos nada a perder somos livres para fazer qualquer coisa.

É justamente quando “tudo está perdido”, quando você já não tem mais para onde correr, não tem mais a quem recorrer, que você acaba fazendo o impossível. Quando não mais nenhuma alternativa, quando não existe mais nada que te impeça de tentar, você vai lá e faz algo brilhante. Algo que podia, e devia, ter feito há mais tempo …

É na hora que você chegou ao fundo do poço que você aceita correr o risco de tentar. É na hora que “tudo está perdido” que você abandona a zona de conforto e põe em prática aquele plano fantástico que há tantos anos está guardado em sua gaveta. É nessa que você simplesmente ignora o medo de “o que os outros vão pensar ?” e mete a cara na empreitada de sua vida.

Quantas e quantas histórias que conhecemos que têm seu início em um cenário parecido com esse ? O fundo do poço, para muitos, é o momento da virada.

Se não tem $$$ … dê o seu suor !

Portanto, se você quer aproveitar a crise que estamos enfrentando, mas não conseguiu criar a reserva de capital necessária para aproveitá-la, entregue o seu suor … entregue o seu sangue !

Tire do papel o seu plano. Dê vida ao seu sonho !

Se não tem dinheiro … use o que você tem de melhor: sua força de vontade.

Mas, acima de tudo, saiba que um dia ela acabará … que, da mesma forma que veio, irá embora. Pode demorar … mas um dia veremos o seu fim. 🙂

E não se esqueça: na próxima oportunidade que estiver tudo tranquilo, tudo certo, tudo a seu favor … prepare seu pé de meia para aproveitar as oportunidades que a próxima crise vier a criar. 😉