Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!


Estão usando a poupança do jeito errado …

Você provavelmente viu as notícias que foram publicadas nos últimos dias, “meio” contraditórias, em relação à poupança. Ou não ?

Elas falavam sobre duas importantes marcas: A poupança teve o pior desempenho dos últimos 45 anos. A outra é que ela teve a maior captação líquida da história, quase R$50 bilhões foram acrescidos à conta … 😯

Isso mesmo … no ano em que a poupança passou a ter uma nova fórmula de rentabilização, ela obteve o melhor desempenho em relação à entrada de dinheiro novo … foi um crescimento de 25% em relação ao recorde anterior, de 2010. Dá para entender ?

Na hora em que ela piora, na hora em que mais reclamam do retorno, na hora em que ficou “pior do que já estava” ela bate recorde ? Mas como ?!

É … esse é o povo brasileiro … que agora tem um pouco mais de dinheiro na mão, que agora consegue fazer com que sobre alguma coisa no final do mês (por mais armadilhas tentações que o governo federal esteja criando), por pura preguiça acaba usando a estratégia “mais do mesmo“.

Sabe por que a poupança é a modalidade de investimento preferida da população ? Alta liquidez ? Não … Proteção do FGC ? Não … (garanto que a maioria nem sabe que isso existe …) Facilidade na aplicação ? (afinal qualquer valor pode ser aplicado) Não … A maioria da população escolhe a poupança pelo simples, e banal, motivo de que é a coisa mais fácil a se fazer para obter algum rendimento …

Ou melhor … “rendimento”, entre aspas, pois o rendimento que ela proporciona praticamente empata com a inflação, então você está apenas protegendo o dinheiro da desvalorização gerada pelo aumento dos preços. Ah, e isso se levarmos em consideração os índices oficiais … Se formos ver o aumento nos gastos “reais” o índice será bem maior, com certeza.

Mas então como usá-la ?

Não é meio contraditório eu atacar desta forma a caderneta de poupança, sendo que volta e meia eu falo para você usarem este instrumento de investimento ? Acho que não … sabe por quê ? Pelo simples motivo que o uso da poupança é para casos específicos:

Colchão de segurança

Essa é uma das possibilidades. Você está mais interessado na proteção do capital e de uma alta liquidez, abrindo mão de uma rentabilidade mais elevada. A grana que está no colchão de segurança serve justamente isso, para te trazer segurança, uma proteção extra … Portando o dinheiro tem que estar seguro e disponível a qualquer momento.

Mas para o colchão todo ? Não ! Apenas uma parte – quem sabe o equivalente a um mês de gastos – deve ficar nela. É apenas uma reserva para emergências emergenciais, que precisa ser acessível instantaneamente, sem maiores burocracias. 😉

Acumulação

Não é todo investimento que permite que você entre nele com uma baixa quantia, praticamente todos têm uma barreira de entrada (aplicação mínima), e alguns apresentam um valor mais elevado.

A poupança acaba sendo uma alternativa para quem deseja acumular, até ter o valor necessário para migrar para um investimento melhor, aos poucos, sem deixar o dinheiro parado na conta corrente.

O problema é que, como já disse, muitos a escolhem pela comodidade … pela falta de necessidade de estudar o assunto, por ser mais fácil. Exemplo: quem em sã consciência, ao ganhar R$ 240.000.000,00 na Mega Sena da virada, aplicaria 100% do prêmio na poupança !? 😯

Fica “mais fácil” para dar o exemplo … 🙁

Portanto pessoal, não caia na armadilha da poupança. Use-a da maneira correta, quando “vale a pena” usá-la. Só por ser mais fácil não cola … Afinal você tem a sua disposição um Clube inteiro de informação para mudar isso. 😉