Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Bolsa: O que eu uso ?

Uma pergunta que costuma aparecer bastante: Qual é a sua forma de operar ? O que usa ?

Então vamos lá. Antes de mais nada, não custa lembrar que as ferramentas podem ser usadas em qualquer tempo gráfico, desde que o ativo analisado tenha um número razoável de negócios

A minha forma de operar, atualmente, é analisando gráficos de 30 minutos, pois na maioria das vezes faço o trade visando o curtíssimo prazo (normalmente de um dia para o outro). Essa intenção só muda caso veja, com o auxílio do gráfico diário, que o trade poderá ser de maior duração. As vezes uma indicação de curtíssimo prazo (intraday) pode não coincidir com uma indicação no diário … (a grande maioria das vezes)

Escolhi o gráfico de 30 minutos pois posso acompanhar o pregão por completo todos os dias. Caso este não seja o seu caso, dê preferencia para gráficos mais longos (120 minutos, diário …)

Quais são os indicadores/ferramentas que uso ?

1- Candles;
2- Bollinger Bands (9 +-2);
3- Suportes e Resistências;
4- Médias Móveis (3, 8, 20 e 200);
5- IFR (9);
6- Volume;
7- Pivot + Fibonacci

Bom, é uma lista “longa”, mas foram os indicadores/ferramentas escolhidos por mim, foram os que mais me agradaram. (seus resultados, hehehe)

Claro, é praticamente impossível que todos os itens dessa lista ocorram no mesmo momento, então acompanhando os gráficos só faço a operação quando a “maioria” estiver indicando o trade. Ficar esperando por 100% de confirmação provavelmente não me permitiria fazer nenhum negócio. 😀

Outra coisa, como fico aguardando pela indicação, podem ocorrer períodos onde não faço nada … fico só olhando. Já aconteceu de eu não fazer nenhum trade durante 2 meses, pois nada era sinalizado. Não fique no desespero por não poder operar, é este sentimento que te faz entrar em trades “furados”, com grandes chances de perder dinheiro.

Mas o mais importante, e podem ter certeza, o mais difícil de ser feito, é sigam o seu método. Por que é difícil ? Porque dificilmente conseguimos fazer o trade ser 100% “mecânico”, de forma que você opere como um robô. A sua luta será com o emocional: “Não entra nesse trade não, parece que vai subir mais …” ou “Não zera ainda, vai andar mais um pouco …”. Garanto para vocês: Isso acontece muito ! Eu ainda tô com dor de cotovelo do último trade não finalizado corretamente, hehehe.

Por isso indico tanto os cursos de análise técnica, é com eles que você poderá conhecer as ferramentas existentes e só assim poderá escolher quais deve usar. Claro, além dos cursos existem os livros, trocar experiências …