Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

A poupança não é tão ruim quanto lhe vendem por aí …

Fuja da poupança !” ou “Não invista na caderneta de poupança, você vai perder dinheiro se fizer isso …

Quantas e quantas vezes você já ouviu algo do tipo ?

Saiba que essa não é história completa sobre o investimento em poupança. Veja o vídeo e confirme !!

Mas antes de assistir ao vídeo, eu lhe peço um favor: veja-o na íntegra ! Pode parecer meio estranho eu pedir algo tão “natural” quanto assistir por inteiro o conteúdo de um vídeo … Muitas vezes desistimos no meio do caminho, e ao fazermos isso perdemos uma parte importante do mesmo, algo que seria o “principal conceito“, ou o “” do que foi falado.

E já que a porteira dos favores foi aberta … Vou lhe pedir somente mais um: espalhe ao máximo este vídeo. Faça com que ele atinja o máximo possível de pessoas. Compartilhe-o em seus grupos de whatsapp, entre seus amigos no facebook, no twitter, por e-mail …

O conceito abordado nele é tão importante … é tão … “renegado”, e a quantidade de pessoas que precisam entender, de uma vez por todas, aquilo que foi dito é tão grande … mas tão grande … que seria um pecado ficar com ele só para você. 😉

Veja e depois me diga se eu não tenho razão. 😀

 

 

Ah ! Não deixe de assinar o nosso canal para receber a notificação sempre que um novo vídeo for publicado !

ps: alguém perceberá o easter egg existente no vídeo ? 🙄

“Renda Fixa” com opções – CALL

Este texto está sendo escrito após a publicação de um post em nosso Fórum, onde falava a respeito de Operações envolvendo a venda de Opções coberta por Ações. Falarei sobre um tipo de operação que eu realizava que me proporcionava um retorno médio de 2,5% ao mês.

Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que para poder realizar este tipo de operação é necessário um bom conhecimento dos itens envolvidos. Ela envolve o risco existente em qualquer operação de Bolsa, mas no longo prazo mostrou-se uma ótima alternativa de investimento. Vejamos se consigo ajudar com o principal.

Mas … O que é uma Opção ?

Uma opção é: ” Um instrumento que dá a seu titular, ou comprador, um direito futuro sobre algo, mas não uma obrigação; e a seu vendedor, uma obrigação futura, caso solicitado pelo comprador da opção. ”

(Lauro de Araújo Silva Neto, “Opções do Tradicional ao Exótico“)

Existem dois tipos de opção, as de compra, e as de venda, sendo as mais tradicionais, ao menos no Brasil, as de compra. O portador de uma opção de compra tem exatamente o que o nome diz a opção de comprar, ou não, um determinado ativo até uma determinada data por um determinado preço. Já o vendedor de uma opção de compra tem o dever de vender o ativo relacionado a opção por um determinado preço, quando solicitado pelo comprador.

As opções têm a seguinte característica: Têm data certa para “morrer”. Ao contrário das ações, que valem “para sempre”, as opções têm dia e hora para “morrerem”, o dia de seu vencimento. Você poderá negociar com elas até este dia, após isso elas deixam de existir.

Sobre maiores detalhes, aconselho a todos darem uma olhada em nosso Fórum, no tópico destinado ao assunto Opções. Nele maiores informações são dadas. (se eu fosse explicar tudo aqui o texto ficaria gigante, hehehe).

Este tipo de investimento que irei relatar foi muito usado por mim, durante quase 1 ano, de 2004 para 2005, mais exatamente durante 9 meses. A média de rendimento obtida foi de 2,4% ao mês (juros simples, 2,4% mês após mês sobre o capital envolvido naquele mês), que é um ótimo rendimento, pois mesmo envolvendo os riscos de bolsa era bem tranquilo. Claro que como foi dito no início deste texto, um bom conhecimento sobre o assunto foi fundamental para isso.

De que forma funcionava ?

Na época eu investia somente em uma única ação, a TNLP4 (Telemar PN). Investindo sempre me baseando em gráficos, comprava e vendia seguindo os sinais. Mas a forma de operar me tomava um bom tempo, precisava acompanhar constantemente o mercado. Resolvi testar uma outra forma de operar, usando opções para ganhar um rendimento superior ao da Renda Fixa, mas com ações, e que fosse tranquilo como ela.

Como comecei a operação ? Acompanhei o gráfico da TNLP4 como costumava fazer, aguardando por um sinal de compra, que apontaria uma valorização do papel. Assim que o sinal surgiu comprei todo o meu capital deste papel. A minha idéia era vender uma opção dela, com o strike mais próximo possível, eu comprei por R$ 35,80, portanto decidi vender opções TNLPG36 (G referente ao mês de Julho, e 36 para vencimento a R$ 36,00). Minha idéia era só rentabilizar o meu capital direto, sem precisar me preocupar com as cotações, se tinha ou não sinal de queda ou de alta … queria me “desligar” um pouco disso.

Estava pronto o início da operação. Agora o que eu precisava fazer ? “Nada”, precisava somente aguardar o tempo passar.

– ” Certo … quer dizer que era só isso e pronto ? ”
Não

Esta venda me geraria um rendimento para o mês de Junho, quando a operação foi iniciada, mas eu gostaria que ela me gerasse um bom rendimento todos os meses. Como fazer isso ? Rolando a operação para o vencimento seguinte !

Rolar … como assim ? Lembra-se que eu vendi a G36, correto ? O que eu precisava fazer, comprar a mesma G36 pelo preço que estivesse, e vender a série seguinte, que era a H36. A minha venda de G36 foi feita por R$ 1,70, a minha compra por R$ 5,15.

” Mas isso foi prejuízo, e não lucro ! ”

Se olharmos esta operação sozinha sim, mas a rolagem consistem em comprar a vendida, e vender a seguinte. A H36 foi vendida por R$ 5,71. Com isso minha operação já contabilizava “lucro” de R$ 2,26. E fui fazendo isso durante os nove meses de operação … rolagem após rolagem. R$ 0,77 de lucro na próxima, R$ 0,84 na seguinte, R$ 0,89 na outra, R$ 0,90, R$ 0,40, 0,57 …

Mês após mês de rolagens o lucro foi subindo. Alguns mais, outros menos … O meu objetivo era sempre conseguir algo próximo de R$ 0,70 em cada rolagem, em alguns consegui mais, outros menos, mas a média foi de R$ 0,87 !

” Mas você precisava acompanhar o mercado para efetuar esta rolagem … senão como saberia qual a diferença entre uma série e a outra ? ” – Fiz uma planilha no Excel, que me fornecia direto qual era a diferença para a próxima rolagem. Quando chegava no valor desejado, ligava para a corretora e fazia a operação. Uma coisa é ficar olhando os gráficos, cotações, tendo que tomar decisões … outra era olhar somente um número “R$ 0,77”, “R$ 0,84″ … Não tem comparação …

” Mas por que um mês dava mais, o outro menos … ? ” – Isso dependia um pouco da cotação do ativo TNLP4 e de quantos dias faltavam para o vencimento, em outro momento diminuiu um pouco o rendimento da rolagem pois a TNLP4 subiu bastante, se distanciando dos R$ 36,00. Poderia ter deixado me exercerem, recomprando TNLP4 em seguida no mercado, e vendendo uma nova opção próxima do valor comprado. Isso ajustaria a operação, fazendo com que o rendimento voltasse ao patamar de R$ 0,70.

Não quero que você decida iniciar esta operação agora, só porque leu aqui que funcionou, que deu certo, que deu um ótimo retorno. Quero que você veja o que foi dito, que faça sua lição de casa (lendo livros sobre o assunto opções por exemplo, logo abaixo faço a indicação de 2), que faça suas simulações, para ai sim – caso mostre-se lucrativa – você a faça.

Alguns poderão me perguntar porque parei … parei porque adotei uma nova forma de operar, que me possibilitava uma tranquilidade parecida com a que tinha na rolagem, direto em ações, porém com um retorno bem maior … mas isso é papo para outra hora. 😀

Sei que muitas dúvidas surgirão, sugiro que você não fique com elas para si, use o espaço para comentários … publique ela em nosso Fórum … mas não fique com elas. Com suas dúvidas o texto poderá ser melhorado, facilitando desta forma o aprendizado de outras pessoas. 😉

No momento em que meu patrimônio atingir uma marca já estabelecida, voltarei a utilizar este tipo de operação para uma fatia bem considerável dele. Afinal, mostrou-se um bom investimento, com boa rentabilidade e acima de tudo tranquilidade.

Abraços !

Indicação de Leitura:

Opções: do Tradicional ao Exótico
Ganhando Dinheiro com Opções
Fique rico operando opções

O peso da inflação sobre os investimentos

Um post das antigas, direto da máquina do tempo … Só porque o dragão tem insistido em dar as caras por aí. 🙄

E das antigas, leia-se 2010 ! 😀

Muito é discutido sobre o tipo de investimento a ser feito, sobre sua rentabilidade, mas você já parou para pensar na rentabilidade real deste investimento ?

Existe uma “pequena” diferença entre a rentabilidade e a rentabilidade real, e claro, a real é menor … pois ela leva em consideração o peso da inflação no resultado. Afinal de contas não importa só que a quantidade de dinheiro cresça, é importante que o valor dele se mantenha na mesma proporção.

Por exemplo, um investimento atrelado ao DI está dando algo próximo de 9% ao ano e as metas de inflação apontam para algo próximo de 4% para 2010. Portanto o rendimento do fundo era de 9%, mas o real será de 5% – pois ele desconta a inflação no período. Entendeu ? Simples não ?

No longo prazo …

E como todo investimento, a diferença entre o real e o nominal traz um número bem diferente no longo prazo. Se apenas 1% já traz, imagina algo como 3% … 4% …

Lembra do exemplo de ontem, do investimento de $1 virando mais de $ 700 mil ? Pois então, isso é porque a inflação foi considerada. Se não fosse, o valor seria de $ 12 milhões … 😯

Viu o estrago que isso faz ? Você planejando que teria $ 12 milhões mas na verdade teria somente o equivalente a $ 700 mil – praticamente 5% do que havia sido imaginado. Pensou nas consequências deste planejamento errado ?

Continue lendo …

Quer ganhar mais dinheiro ? Então … ESTUDE mais !

Vivemos em um dos países com a pior distribuição de renda do planeta. Algumas pessoas apontam como possíveis razões para este problema uma série de fatores: a alta taxa de juros, a má distribuição de terras, a cultura que se instalou no período militar, o movimento de migração que trouxe milhões de pessoas do campo para os centros urbanos, e, a meu ver, um dos principais vilões desta história, a educação.

Sim, cada um dos itens desta lista têm sua parcela de culpa. Mas, o que criou este abismo que separa o topo da pirâmide de sua base, é certamente a qualidade do ensino no país. Não pretendo me aprofundar no tema, até mesmo por não conhecê-lo profundamente, mas gostaria de falar um pouco a respeito do estudo (propriamente dito) e suas consequências.

Como ganhar mais dinheiro ?

Constantemente me perguntam sobre a melhor forma de se ganhar dinheiro na Bolsa, sobre como obter melhores rendimentos em seus investimentos, como proceder para equilibrar as contas de um orçamento doméstico apertado. Mas poucas foram as vezes (se bem me recordo, nenhuma …) que me perguntaram o que fazer para elevar a renda originada do trabalho. Sério …

A maioria das pessoas deseja encontrar uma dica incrível. Um conselho que lhe faça mudar da água pro vinho. Algo que, num passe de mágica, transforme aquela pessoa em alguém rico, muito rico. Já pensou como se comportariam se eu dissesse: “Estude mais ! Simplesmente passe mais tempo, produtivo, na escola.

sala-de-aula

Infelizmente não posso ver a sua cara enquanto lê este incrível conselho. Mas saiba que é verdade. Se você deseja elevar seus ganhos, se quer ganhar mais em seu emprego, ou então se deseja encontrar um emprego que pague um salário mais elevado, estude mais. Não, não me refiro a se tornar um estudante nota 10. Isso poucas vezes lhe trará algum benefício real … (a não ser que que você considere aquele sorriso escancarado, de orgulho, de seus pais, como tal)

Estou dizendo o que já falei acima: estude mais, passe mais tempo na escola, avance mais e mais. Complete o primeiro grau ensino básico. Complete o segundo grau ensino médio. Faça um curso universitário. Cada ano de sua vida, dedicado ao estudo, se transformará em um ganho real no futuro. Não acredita ? Pois então saiba que:

Cada ano adicional de escolaridade se traduz em um salário 14% maior

Sim. Surpreendeu-se ? É exatamente o que você leu: cada ano extra de escolaridade se traduz em um salário 14% mais alto do que o recebido por alguém com 1 ano a menos do que você. Se você concluiu o ensino médio, receberá (em média) 50% a mais do que alguém que tem somente o ensino básico concluído. Afinal você possui 3 anos de formação a mais do que esta outra pessoa.

É algo que todos “sabem”, mas que poucos entendem o motivo de ouvirmos tantas e tantas vezes o já tradicional “vai estudar moleque !“. Não é mesmo ? É algo que é dito por todos, mas que certamente não saberiam quantificar o quanto esse estudo extra se transformaria em dinheiro.

De novo repito: não é necessário que você seja o CDF da turma. É preciso apenas que este ano de estudo tenha sido proveitoso, com a devida aprovação. Como diria Pai Rico: o seu boletim escolar não tem muita utilidade na sua vida real depois de sair da sala de aula. 😉

Mas … não é justamente o Pai Rico quem diz para ignorar o sistema ?

Pode até ser … O problema é que para uma população carente, como a brasileira, esta pode ser a diferença entre ter um salário digno ou se sujeitar aos problemas de uma vida carente.

Quem sabe, para alguém que já esteja com tudo encaminhado, que tenha tido condições de completar seus estudos, até mesmo obter um diploma universitário, dizer que a “escola não serve para nada” faça algum sentido. E acredito que o mais provável seja uma referência justamente à obstinação de muitos em ser o aluno que só tira as melhores notas …

Num cenário onde 30% da população não conseguiu concluir, sequer um único ano escolar … E 80% o ensino básico … É, acredito que a orientação “ESTUDE !” tenha total validade.

Veja, abaixo, a distribuição de escolaridade da força de trabalho com salário maior que zero:

Número de séries completadas
com sucesso
Distribuição Não Acumulada Distribuição Acumulada
0 29,3% 29,3%
1 5,2% 34,5%
2 6,0% 40,5%
3 7,4% 47,9%
4 14,0% 61,9%
5 5,2% 67,1%
6 4,0% 71,1%
7 3,7% 74,8%
8 6,6% 81,4%
9 2,2% 83,6%
10 2,0% 85,6%
11 9,2% 94,8%
12 0,5% 95,3%
13 0,7% 96,0%
14 0,6% 96,6%
15 2,2% 98,8%
16 0,8% 99,6%
17 0,2% 99,8%
18 0,2% 100,0%

 

Percebeu como uma parcela considerável da população se encontra nas primeiras linhas desta tabela ? Uma imensa maioria formando a base, com apenas alguns poucos no topo. Para você ter uma ideia, o 50% da população que menos ganha, tem 15% de toda a renda nacional. Enquanto isso, o 1% que mais ganha … tem os mesmos 15%.

Logicamente que estudar, estudar e estudar não irá lhe garantir estar no topo, mas certamente lhe ajudará bastante …

Portanto, se há um conselho que eu posso dar a quem deseja obter um rendimento mais elevado, ele é: ESTUDE !! Se há algo em que você pode investir, e que lhe trará retorno garantido no futuro, é o estudo. Se você não pode estudar quando mais novo, mas hoje tem o desejo de ter melhores condições de vida, que tal estudar agora ? É um esforço válido e que apresentará lucro certo. 🙂

Educação Financeira ao alcance de todos

Você pode dizer o que quiser – que o Brasil é um país marcado pelas desigualdades sociais, que uns tem mais oportunidades que outros, mas com isso terá que concordar: A Educação Financeira está ao alcance de todos, sem distinção de cor, classe social, credo ou nível educacional.

Poderá argumentar que “não é bem assim …”, e terá como resposta “sim, é assim sim.”. O que pode não estar ao alcance de todos são algumas ferramentas de investimento, mas a Educação Financeira como ferramenta para manter o orçamento em dia e, porque não, ter uma melhor qualidade de vida, está.

Sempre foi assim, e por incrível que pareça, quanto mais fácil se torna o acesso a material destinado ao aprendizado deste assunto, mais longe parece ficar. Todos têm acesso ao imenso conteúdo da internet, desde os mais pobres até os mais ricos, dos mais velhos aos mais novos … mas mesmo assim parece que nunca foi tão “difícil de se aprender” …

Uma questão de … … … PRIORIDADES !

Argumentam que mesmo existindo toda uma gama de fontes sobre o assunto na internet, a maioria não tem como consultar este material. Ou por não ter computador, ou por não ter acesso à internet ou por mera falta de tempo. Engraçado … para o Facebook … WhatsApp … sites de fofoca … para isso todos encontram um “jeitinho”. Já imaginou se as pessoas fossem atrás de informação sobre como manter um orçamento “redondinho” da mesma forma que vão atrás de notícias sobre quem fulana está namorando, ou em qual loja fulano foi visto … Isso nada mais é do que definir prioridades, e infelizmente Educação Financeira (e pior, como um todo também …) não está no topo delas.

A grande maioria usa a desculpa de que não tem dinheiro, então porque “perder tempo” indo atrás de material relacionado com ele ? Que pena … não sabem que é muito diferente disto. (não sabem ou fingem não saber para poder continuar levando a vida exatamente como vêm levando …)

Não sabem que com o auxílio da Educação Financeira poderiam mudar por completo seu estilo de vida? Que poderiam sair do vermelho ? Que poderiam ter a vida que sempre sonharam … mas que pouco fizeram para realmente conquistar … ?

Mas isso pode mudar !

Mas a melhor parte disso tudo é que tudo pode mudar, e mais rápido do que muitos pensam. Um dos destaques da Educação Financeira é justamente o fato de que você não precisa ter tido um treinamento sobre o assunto desde sempre. Se, infelizmente, você só está tendo acesso agora, não importa. Nunca é tarde para aprender e pôr em prática os conceitos dela.

Claro, quem iniciou seu aprendizado ainda pequeno “leva uma vantagem” sobre quem só poderá começar quando adulto. Qual ? Teoricamente já tem suas contas em dia, já está no rumo certo. Quem começar mais tarde poderá encontrar este obstáculo, mas nada que alguns meses de dedicação não resolvam.

Como eu disse, ela é democrática, aceita todos, todos podem obter seus benefícios, basta querer. Basta ter vontade de mudar. Basta dar um basta !

Na minha opinião, existe uma frase que se encaixa perfeitamente no contexto. E tenho certeza que ela não foi dita pensando na sua vida financeira … 🙂

 

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Chico Xavier
(1910-2002)

 

Leia, releia, reflita, entenda. Nesta frase está escondido o segredo para o sucesso.

Mude, caso ainda seja necessário. Torne o dia de hoje o dia que mudou sua vida, que mudou o rumo dela.