Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Como posso fazer R$1.000 a partir de R$350 mil ?

Pergunta:

Bom dia! Tenho uma pergunta. minha mãe vai sair do país e vai vender nossa casa por um valor perto de 350mil. Eu pretendo continuar no Brasil, porém minha renda mensal é de 3mil e eu preciso de 4 para ficar bem.

Gostaríamos de saber como e onde investir esses 350k para eu conseguir tirar 1mil todo mês e me manter.

Resposta:

Opa ! Tudo certo Raiane ? 🙂

Olha, em teoria, se você pegasse essa grana e a colocasse no Tesouro SELIC, já obteria o valor necessário. 😀

Como a SELIC, hoje, está em 4,25% ao ano, ele estaria te trazendo algo próximo de 0,35% ao mês. (sim, tô arredondando)

Isso em cima do valor obtido com a venda do imóvel, R$350 mil, te traria um retorno mensal de aproximadamente R$1.240. Um valor superior ao desejado. 😉

Agora, lembra que eu falei “em teoria”. Né ? Por quê ?

Simples … Este é o valor puro e direto. Ainda existe o imposto de renda, que no melhor caso (o prazo mais longo de resgate), traria o retorno mensal para R$1.050 … Enquanto no pior caso (o prazo mais curto de resgate), traria para R$950 … Praticamente no valor que você deseja receber.

Além disso, esse é o valor que o Tesouro SELIC está oferecendo hoje. Há poucos meses, ele rendia 2% ao ano. (até março/21)

Sim … menos da metade do que rende hoje. E para manter o seu fluxo mensal de R$1 mil, você precisaria “beliscar” o principal todos os meses, diminuindo o bolo e dificultando um pouco mais a obtenção do valor necessário.

Mas ainda não podemos parar por aqui. Motivo ? Inflação …

Sim, o seu poder de compra vai diminuindo com o passar do tempo, e os R$1 mil de hoje, não terão o mesmo valor daqui alguns anos. 🙁

Isso poderia ser “resolvido” com o uso de um Tesouro IPCA, que te assegura um retorno real para o investimento. (uma taxa fixa + a variação do IPCA no período)

O problema é que ele está sujeito às oscilações do mercado, e com isso pode acontecer de você vir a precisar do valor principal, antes do vencimento do título, e ele estar abaixo do valor inicialmente aportado.

Mas se não existe a possibilidade de mexer no valor principal, ficando lá “parado” até o vencimento, pode ser uma alternativa interessante … Dê uma olhada nos que pagam títulos semestrais, os IPCA+. 😉

Os títulos atrelados ao IPCA têm rendido algo próximo a IPCA + 4% ao ano. (é, praticamente a mesma coisa que o SELIC + a proteção contra o IPCA) Mas com a necessidade de precisarmos ficar até o vencimento para garantir a rentabilidade contratada …

Você pode dar uma olhada nas rentabilidades dos títulos, diretamente no site do Tesouro.

Então, é algo “possível” neste momento, mas não sei é algo que poderá ser encarado como “garantido” no longo prazo.

Espero ter te ajudado ! 🙂

Abraços !