Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

CUIDADO !! Você pode não gostar do resultado dessa IPO …

Pergunta:

Caro amigo, uma questão que para mim é um baita enigma!

Como pode acontecer de uma ação cair e fechar em baixa (senão em sua mínima) em sua estréia (IPO)? Infelizmente já fui vitima desta armadilha: tentei \”flipar\” BBSE3 acreditando que seria uma belezura..tomei foi é um belo de um caldo e a partir do 2ºdia subiu,subiu, subiu…até a casa dos trinta e poucos (o IPO foi por volta de r$ 13 e tra-lá-lá). Se não há ainda um histórico gráfico, um banco de aluguéis consistente ainda na CBLC (assim imagino) e poucos papéis disponíveis para recompra, como pode acontecer?

Pergunto pq este dias tivemos um IPO novo na Bovespa finalmente (Alliar)…e fiquei só manjando…adivinhe o resultado! Se não estou enganado, CVC3 também estreou em queda para depois se recuperar….desta também escapei!

Grato e um forte abraço!
Amauri – Curitiba

Resposta:

Bom dia Amauri,

Muitos já foram vítimas desta armadilha … Muitos já perderam dinheiro por causa disso. Mas … espere um pouco … De qual armadilha estamos falando ?

No caso, me refiro à armadilha criada por um “inconsciente coletivo” que alega que toda e qualquer operação de IPO precisa terminar com uma mega valorização. Um evento sem chances de erro, onde somente a obtenção do lucro parece ser o destino final.

Mas … como bem sabemos … não é bem assim que a coisa funciona. 🙁

Antes de mais nada: saiba que este “vírus” não contaminou apenas o mercado brasileiro de ações. É uma pandemia !! O mundo inteiro foi e é afetado por ele …

Quem (que tenha idade suficiente, hehehe) não se lembra da bolha das .COM, onde ocorriam IPOs onde a alta no dia de estréia superava, em muito, os 100% de alta ? Se não me engano o recorde de alta para o dia do lançamento foi de 600% … 600% !!! 😯

Criou-se um mito de que no dia de estréia, toda e qualquer ação precisa subir. E de preferência subir muito.

Aqui foi igual … 2007, foi o ano que “lançaram” (entre aspas, pois nunca vi realmente entrar em ação …) um filtro anti-flipper. E já sei que muitos perguntarão o que é um “flipper“: nada mais é do que os investidores que entram na IPO somente para aproveitar a valorização do dia da abertura, saindo já nos “primeiros negócios do papel”. 🙂

O desejo de embolsar os lucros que apareciam em cada IPO convidava mais e mais pessoas para adotar a estratégia. As pessoas pediam um valor muito superior ao que podiam arcar, pois sabiam que haveria um corte – devido à alta procura – no tamanho do lote que receberiam. Se tinha R$5 mil para entrar, pediam R$50 mil … E isso acontecia de forma generalizada. Já pensou no risco que isso traz ao mercado ?

A bolsa viu o que estava acontecendo e decidiu criar um filtro, na tentativa de impedir isso. A pessoa deveria dizer, junto à solicitação de participação da IPO, se a intenção dela era flippar ou não. Como disse, não vi isso ocorrendo de forma efetiva …

Mas o que isso tem a ver com a sua pergunta Amauri ? Tudo ! 🙂

Ao se entrar em uma operação, com o único desejo de se aproveitar a valorização da abertura, o investidor realizará a venda a “qualquer” preço. Ele entrou somente para tentar tirar proveito da alta. Lembra ?

Mas se ela não vem … Se a procura foi abaixo das expectativas … Se não está acontecendo do jeito que ele imaginava … O que fazer ? Vende-se

Então, o que pode ter ocorrido é justamente isso: quem entrou no lançamento está se desfazendo de suas posições a qualquer custo. A intenção não era a de levar a operação adiante, ele queria apenas aproveitar o salto inicial. 😉

Não importa se não existe histórico gráfico ou mercado de aluguel formado para aquela ação … São os próprios detentores dela, que receberam no lançamento, que fazem o papel de vendedores. Mais numa tentativa de se livrar de uma “batata quente” do que qualquer outra coisa …

Em alguns casos a estratégia funciona. Se não me engano vimos isso acontecer recentemente na IPO da PARD3 … Mas não é uma regra. Está longe de ser uma regra !!

Se quer participar da IPO, pensando na estratégia flipper, saiba que existe o risco real de perda. Ou então só entre nas distribuições de empresas que realmente lhe agradem. Daquelas que você gostaria de levar as ações “pro caixão”. 😀

Espero ter lhe ajudado. 😉

Abraços !