Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Está na hora da Petrobras rever o preço dos combustíveis ?

 

Bolsonaro cobra Petrobras (PETR4) sobre redução do preço após queda do petróleo

 

Bom … era natural vermos isso. Concorda ?

Ele já havia chiado na hora que houve o reajuste. E agora que a cotação do petróleo recuou, ele (e a torcida do Corinthians) começou a exigir a revisão do preço atual da gasolina e do diesel. 🙄

Mas … será que está na hora disso acontecer ?

Você acompanhou como ocorreu o último reajuste ? Pois bem, vamos relembrar !

Na última quinta-feira, dia 10/03, a Petrobras anunciou que reajustaria seus produtos. Gasolina aumentaria +18,8% e diesel +24,9%.

Naquele dia, o petróleo era negociado na faixa dos $110 no mercado. Sendo que apenas 2 dias antes, havia atingido a marca de $130 …

Com a guerra entre Rússia e Ucrânia, o clima esquentou e o ouro negro sentiu pra valer. Lembre que a Rússia é uma das maiores produtoras da commoditie …

Bom, o reajuste foi forte, pois a coisa explodiu. (pra valer)

Concorda ?

Voltando ao reajuste, ou melhor … ao histórico de reajustes.

Tivemos um forte aumento no dia 10/03. Sabe quando havia sido o reajuste anterior ? 12/01 !! Sim, 2 meses antes …

O que acontece, é que no aumento de janeiro, o petróleo trabalhava na região dos $80 ! Sim … $80. A Petrobras viu o produto base aumentar mais de 60% nos mercados, sem apresentar reajuste. Quando apresentou, era esperado que fosse algo mais forte.

Só que agora é que a coisa “complica” para o lado dela. Passados alguns dias, o petróleo recuou. O clima (aparentemente) melhorou, e ele agora é negociado na faixa dos $95.

Pronto ! Aí está o motivo para a exigência da revisão, e do recuo do preço dos combustíveis. Correto ?

Não … Não está correto.

😯

Motivo ? $95 era a faixa de preço do petróleo ANTES de começar a confusão russa ! Sim … A Petrobras vinha adiando e adiando e adiando o reajuste, mesmo havendo motivos para tal. O seu produto base já tinha subido perto de 20% antes da guerra. Eles já tinham motivos para reajustar nesta faixa.

E pode ter certeza que isso não deve ser mera coincidência … 😉

Então, por mais que muitos estejam reclamando do preço, por mais que muitos não achem justo, por mais que muitos estejam exigindo a queda dos preços, não existe razão para tal.

A queda dos $130 para os atuais $95, apenas trouxe o preço do óleo para a faixa “correta” de preço da Petrobras ! Ela não reajustou com base nos $130. Ela reajustou com base nesta faixa dos $95, que (de novo) era o preço praticado antes da guerra.

Então, como disse, neste momento não há motivos para que a Petrobras reveja seus preços e volte atrás. Até mesmo porque isso iria diretamente contra a política de preços da empresa … Lembra ? Ela pratica reajuste de preços mais “espaçados”, justamente visando impedir que a volatilidade do mercado afete diretamente seus consumidores.

Eles costumam aplicar reajustes de tempos em tempos, e não há justificativa para um novo reajuste apenas 1 semana após o último.

Não há justificativa pela política de preços, bem como não há motivos financeiros para tal. Simples assim …

Bom, me diga se você concorda com isso, ou não. 🙂