Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

“Eu não invisto em Bolsa porque é muito arriscado !!”

Se eu ganhasse para cada vez que ouvi essa justificativa, eu já teria o suficiente para comprar uma mariola …

São tantas e tantas e tantas pessoas que se “protegem” do fato de não investir em Bolsa por conta do risco envolvido neste mercado, que às vezes chego a pensar que optei pela alternativa de investimento errada. É tanta gente que alega o medo de perder o capital investido … Que não é “culpa” da falta de dinheiro para investir … Que não é culpa da falta de conhecimento para investir … Que é puro e simples medo de perder por causa do risco.

Uma pena … 🙁

As oportunidades que este mercado oferece de multiplicação do patrimônio são tantas, as alternativas (empresas) são tantas, as possibilidades são tantas … Não é possível que as pessoas realmente achem que o risco de perder seja mesmo o maior impeditivo para iniciar seu investimento em Ações. Não … Não é possível !!

E, aparentemente, acho que não estou tão errado não:

É … já temos quase o dobro de pessoas envolvidas no “investimento” em bitcoins, do que temos em Bolsa !!

Sim, 1 milhão de brasileiros já destinaram algum valor para o investimentos em criptomoedas. Dá para acreditar ? 🙄

Algo que surgiu há pouco tempo, que se popularizou (de verdade) apenas nos últimos meses, que saiu da faixa dos $800 para os atuais $16.500 em apenas 12 meses, já atrai quase 2x mais pessoas do que a Bolsa, investimento centenário, com empresas de todos os tipos e tamanhos …

Mas … não era o risco que impedia as pessoas de investir seu capital na Bolsa? Como pode então termos 1MM de pessoas “investindo” em criptomoedas ?

É … não é o risco que impede as pessoas de investir em Bolsa. Definitivamente não é.

As próprias pessoas que colocaram algum dinheiro em bitcoin, ao menos grande parte das que converso sobre o assunto, alegam saber que o investimento é de risco. Que estão apenas fazendo uma aposta. Colocando alguns “poucos” reais (o interessante é que vejo sempre citarem na casa dos milhares …), na expectativa de ver uma repetição do que aconteceu em 2017. Rendendo na faixa dos 2.000% (!!!!) a bitcoin é, sem sombra de dúvidas, um dos ativos que mais se valorizaram este ano.

Vai acontecer ? Veremos um repeteco ? Não faço a mínima ideia … Mas é a esperança de centenas de milhares de pessoas. Literalmente.

Na minha opinião eles não estão investindo. Na verdade estão fazendo uma grande aposta e torcendo para que a bolha não exploda. Apresentam argumentos mil para justificar o valor da moeda. Desde a liberdade que ela dá ao seu detentor, até o custo de mineração (processo de criação da moeda). Sabia que o consumo de energia para a criação de bitcoins já é equivalente ao de muitos países somados (159 para ser mais exato) e que corresponderia ao 61º maior consumidor de energia elétrica do mundo ?

Uma aposta … pura e simples

E isso nos leva ao problema real: partindo do princípio de que as coisas desandem em algum momento e que grande parte destes 1MM de brasileiros perca dinheiro na hora em que a bolha estourar. O que dirão sobre o “investimento” em bitcoin ?

Ah, não vale a pena … é muito arriscado“, ou “perdi dinheiro nesse investimento, só tem golpista nessa área !“, ou ainda “não sei o que deu errado, me falaram que era garantido, que não tinha como dar errado …“.

Desculpas não faltarão, pode ter certeza

Sabe onde já vi isso acontecendo ? Na Bolsa …

Sim, MUITAS pessoas que em algum momento de suas vidas investiram algum dinheiro na Bolsa, e que depois de algum tempo tiveram perdas, saíram do mercado falando exatamente a mesma coisa que os que hoje “investem” em bitcoin falarão em um momento futuro. E você sabe o porquê disso ?

Simples: as pessoas não buscam a informação e o conhecimento necessário para iniciar sua empreitada, não vão em busca do que é preciso para investir DIREITO. Simplesmente vão … Fecham os olhos, cruzam os dedos e colocam seu dinheiro lá. Tanto em bitcoin quanto em Bolsa.

Claro que isso não tem como acabar bem … Contar única e exclusivamente com o fator sorte é saber que a perda virá e que é somente uma questão de tempo para que isso ocorra.

As pessoas não investem na Bolsa por conta do risco dela … Elas não investem porque não querem “perder tempo” e dedicar um minuto de sua atenção ao aprendizado sobre ela. Não querem parar para aprender sobre como ela funciona, quais são suas vantagens, quais são suas desvantagens. Preferem se lembrar de alguma história que alguém lhes contou e que por isso decidiram que o investimento em Bolsa é arriscado.

O pior é que muitas destas pessoas estão colocando dinheiro em bitcoin. Vai entender …

1 milhão de pessoas em bitcoins, com um nível de risco absurdamente alto e que não entendem o real motivo para tanta alta, contra 600 mil pessoas investindo nas empresas que movem o país … 🙁

Será que é realmente para “evitar” o risco que elas não investem em Ações ? Ou será que não investem por não querer (ou não terem encontrado) dedicar uma fatia de seu tempo ao estudo sobre elas ?

Eu quero ajudar a mudar isso ! Foi um dos motivos para eu ter criado o “Minha primeira vez na Bolsa“, um curso que lhe mostrará que existe sim um risco atrelado ao investimento em Ações … Mas um risco administrável e até mesmo conhecido.

Quero lhe ajudar a enxergar que o investimento em Bolsa não é nem de perto o bicho de 7 cabeças que te descreveram … Que ele pode te permitir criar um patrimônio sólido e que lhe possibilitará ter uma aposentadoria tranquila e confortável.

Se dê uma oportunidade de aprender (de verdade) sobre o que move este mercado. Conheça o “Minha primeira vez na Bolsa” e depois me diga se investir em ações é realmente tão arriscado assim … 😉

Não se deixe enfeitiçar pelo canto da sereia. Aprenda a separar o que é válido e que justifica o “risco”, do que é uma simples aposta.

Ganhou dinheiro com bitcoin ? Parabéns ! Mas separe parte deste valor que ganhou para aprender, de verdade, sobre como investir. 😀

Uma fórmula mágica para o sucesso !

Muita gente começa a partir em busca de mais informações sobre Educação Financeira e Investimentos da forma errada. Eles não buscam conhecimento propriamente dito, querem uma fórmula mágica que lhes permita encontrar um atalho que os leve ao sucesso imediato. De preferência algo tão rápido quanto um piscar de olhos.

Querem algo simples, prático, rápido, sem risco, que não dê trabalho, que possa ser adotado por qualquer pessoa, em qualquer lugar, a qualquer momento.

Querem algo que não seja restrito a apenas um determinado perfil e que, de preferência, não exija nenhum tipo de “pre-requisito” …

Não importa se a resposta já foi apresentada de uma forma mais generalista. Querem algo específico para o caso delas. Não querem que seja preciso “adaptar” algo para a sua realidade. Não importa quão igual tenha sido o exemplo dado que gerou a resposta, querem algo direto e para elas.

E tenho a mais absoluta certeza de que isso não é uma exclusividade para o mundo das finanças. Esse é um mal que acomete a população mundial em todas as áreas de “atuação” e “interesse”. Quanto menos for preciso pensar, melhor. 🙁

Mas tudo bem … se é isso que você quer …

… eu vou lhe entregar a fórmula mágica para o sucesso. Não importa onde você viva, nem a situação que se encontre. O que lhe será revelado é específico para você e para todos ao mesmo tempo. É algo simples, ao seu alcance. É algo que poderá ser feito no “mundo real” ou no “virtual”. A escolha fica ao seu critério.

A fórmula mágica é um segredo que foi revelado a poucas pessoas desde que o mundo é mundo. É algo que permitiu que apenas uma pequena parcela da população mundial chegasse onde chegou. É algo que foi usado pelo topo da pirâmide e que permitiu que quem lá se encontra, lá chegasse.

O pior ? É algo que já foi apresentado aqui no Clube. Sim … é algo que já lhe foi entregue e que talvez você não tenha percebido.

É algo que você precisará ler. São 3 textos de rápida leitura e de fácil compreensão.

Leia os três artigos. De preferência nesta ordem:

1
2
3

O terceiro, provavelmente, será aquele que poucos conseguirão compreender e encontrar o verdadeiro segredo. O problema é que justamente por conta disso é que são poucos os que conseguem alcançar o sucesso … 🙁

Conto com a sua força de vontade e o real desejo de crescer. Leia os 3 textos e depois me diga: não é algo que está ao alcance de todos ?

Como investir (ou até mesmo economizar) se o rendimento médio é de R$1.242 no Brasil ?!

Algo que costumamos ouvir com certa frequência é que o povo brasileiro não sabe usar direito o seu dinheiro. Gasta mal. Gasta muito. E que graças a isso temos um dos índices de poupança mais baixos do planeta: apenas 4% da população costuma guardar dinheiro com frequência.

Concordo … Realmente existem pessoas que não têm a menor noção de como usar seu dinheiro com responsabilidade. Seja pensando no dia de hoje ou em seu futuro. Lembra da corrida dos ratos ? Como Kiyosaki diz: é o ciclo de aumento dos gastos conforme aumenta a renda. Quanto mais ganha, mais gasta, numa corrida sem fim e que não leva a lugar algum.

Pessoas que ganham R$20 mil, R$30 mil e que passam aperto na hora de manter o orçamento em dia. Um pouco de Educação Financeira faria maravilhas para grande parte da população que se enquadra neste perfil. Suas vidas (financeiramente falando) mudariam da água pro vinho com alguns ajustes básicos nos gastos.

O problema é que esse grupo é pequeno. MUITO pequeno …

Para você ter uma ideia, apenas 1% da população brasileira obtém renda mensal superior a R$27 mil. 1% … 😯

Acima de R$9.759 ? 5% !! Sim meu amigo … Se você ganha mais de R$10 mil você faz parte do topo do topo do topo da pirâmide salarial brasileira … Consegue imaginar quão doido é isso ? Quer ficar ainda mais impressionado ? Os “outros” 5%, que formam a base da mesma pirâmide, ganham apenas R$73 mensais … 🙁

É … o problema de distribuição de renda no Brasil é grave e parece que a cada ano que passa piora ainda mais.

O problema da “média”

A distorção é grande, e no final das contas a média é muito pequena …

Se levarmos em consideração toda a população brasileira, a média de rendimento mensal é de R$1.242 !! Se for apenas a economicamente ativa, aumenta e vai para R$2.149

Me diga … Como alguém conseguiria pensar em investir, ou até mesmo em economizar, sendo que o valor que ganha (assumindo a média de R$1.242) não é suficiente para arcar com os gastos referentes à moradia e alimentação ?

Ah Zé, isso é média … a realidade é diferente“. Não, não é. 60% da população ganha até R$1.387 … Imagine a quantidade de pessoas que isso representa. É MUITA gente …

Pegue o seu orçamento mensal e veja quanto gasta somente com estes dois itens básicos: moradia e alimentação … Verá que o rendimento médio é MUITO pequeno e que tentar argumentar contra os que não poupam começa a ficar cada vez mais complicado.

Quando o valor que você ganha mal e mal serve para cobrir as suas necessidades básicas, exigir que destine uma parcela dos rendimentos para ser investido é no mínimo falta de bom senso.

Muitos dirão que para economizar é fácil, basta que você viva “pouco abaixo do seu padrão”. Mas como considerar isso se muitos já se encontram nesta situação e passam aperto para fazer qualquer outra coisa além de custear o básico ?

Como dizer para 60% da população que investir no Tesouro Direto é a coisa certa a se fazer, se para isso eles precisarão de R$90 ? Como dizer para estas pessoas que a Caderneta de Poupança é um erro ? Se a ideia é criar o hábito da poupança, esta será a única ferramenta disponível para boa parte deste grupo. E não … não é por culpa deles. Não é por usarem mal o dinheiro que ganham. É pura e simples falta de dinheiro mesmo.

Uma pesquisa rápida: você ganha até R$1.242 mensais ?

Você ganha até R$1.242 mensais ?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Se sim, eu gostaria que você entrasse em contato e dissesse como faz para que tudo se encaixe em seu orçamento. Consegue fazer com que sobre ? Como ? O que faz com o que sobra ?

Entendeu o motivo para eu ter feito o vídeo abaixo ?

 

E de novo: antes de culpar os que não fazem (os que não poupam), pense nos possíveis motivos para que isso esteja ocorrendo. Não saia dizendo que é obrigação, que é fácil, que é blá blá blá …

E de novo²: entendeu porque eu insisto TANTO para que você comece a formar o seu colchão de segurança ainda enquanto é jovem ? É mais simples … Suas responsabilidades são melhores, e provavelmente o seu comprometimento financeiro também o seja.

Black Fraude ? Tô fora !!

Hoje é o dia mais aguardado do ano para aquela galera que gosta de gastar e fica se “retraindo”, esperando uma justificava plausível para que isso seja feito sem que haja peso na consciência. Hoje é a Black Friday Breque Fraidei Black Fraude !!

A velha história do tudo pela metade do dobro do preço, produtos que já vinham sendo ofertados por preço mais em conta durante o ano inteiro que “coincidentemente” voltam a ser ofertados pelo preço cheio na véspera do evento, além das promoções que mais servem como chamariz do que qualquer outra coisa …

Vai dizer que você nunca viu um anúncio do tipo “Venha na nossa loja, produtos com 90% de desconto !!!” e ao chegar lá você descobre que a única coisa que está sendo ofertada é um par de meias horrível que ninguém sequer cogita comprar. O resto ? Ah … tudo pelo mesmo preço de antes. Mas tem produto com 90% de desconto !!! Ok ?

É … Nós erramos em algum ponto da “importação” da promoção. Não sei dizer exatamente onde, mas erramos.

Mas o que importa é: não seja enganado pelas tentações da Black Fraude !! E são tantas … 🙁

Para tudo que é canto que você olhar hoje, verá alguma coisa referindo-se a ela. Ou vai dizer que a sua caixa de entrada do e-mail não está entulhada de promoções ? 🙄

É hora de aproveitar as promoções imperdíveis ? Sim, as realmente imperdíveis devem ser aproveitadas.

Mas as demais ?

Lembre-se: aproveite o que deve ser aproveitado. Mas acima de tudo, aproveite o que PRECISA ser aproveitado …

Aquele descaroçador de azeitona incrível está sendo oferecido por apenas metade do preço original ? Uma pechincha !!! Mas é algo que você precisa ter ? Sério ?

Do que adianta ser barato se é algo que você não precisa ? Se é algo que não terá a mínima utilidade para você ? É nisso que você deve pensar nessa hora …

Comprar ? Sim, mas desde que seja algo necessário.

Comprar algo que você não precisa, só porque está com um ótimo preço é tão ruim quanto pagar mais caro por algo que você precisa. Tão ruim não … pior. Muito pior.

A dica que dou, anualmente, desde que “inventaram” a black friday brasileira é: tenha uma relação das coisas que você realmente está precisando comprar. Acompanhe o preço por um período anterior ao dia de hoje, para ter ao menos uma noção do real preço que vem sendo praticado. Com a lista em mãos, e uma ideia de quanto essas coisas custam, você estará preparado para aproveitar corretamente os descontos (de verdade) que são oferecidos.

Você tem alguma história para compartilhar sobre alguma experiência que você viveu ou presenciou em relação as “bombas” da Black Friday ?

Te perguntei sobre como investir com pouco dinheiro. Lembra ?

Na semana passada publiquei um post onde pedi que você me dissesse de que maneira alguém que tivesse R$500 para investir deveria agir. Fiquei muito feliz com as respostas apresentadas. Fiquei ainda mais feliz com a participação de vários de vocês. 🙂

Mas … confesso que algo me chamou a atenção em relação às respostas: somente uma pessoa se lembrou da forma mais importante de investimento para quem está começando, para quem tem pouca disponibilidade de dinheiro para investir.

Apenas uma pessoa – parabéns Ener ! – se lembrou da boa e velha educação.

Sim … A educação deve ser sua prioridade em uma situação desse tipo. Já falei inúmeras vezes sobre o poder transformador dela. Lembra ? Seja de forma direta, como apresentada no post “Quer ganhar mais dinheiro ? Então … ESTUDE mais !“, ou indireta (mas em muitas vezes mais prática), como apresentada no post “Como andam os estudos ? E a leitura, está em dia ?“.

Não importa a forma que você dê preferência, o que realmente importa é que você saiba o quão importante é dedicar parte do seu tempo, parte do seu capital, para educar-se mais e mais, para aprofundar nas áreas que mais te interessam.

No post da semana passada, muitas sugestões: Tesouro Direto, Ações, Fundos Imobiliários, ETFs, produtos para revenda, CDB, Opções … Muitas alternativas, possíveis destinos para o dinheiro a ser investido. Mas com um detalhe bem interessante e que talvez possa ter passado desapercebido por muitos dos que deram a resposta: Como você sabia da existência desses tipos de investimento ? Como saberia como investir neles ?

Consegue perceber que um item muito importante da sua resposta passou por uma fase anterior de estudos onde o tipo de investimento que foi citado por você tornou-se conhecida e que por isso pode vir a ser indicada ? É … Estudos … Educação.

Só soube responder quem havia dedicado parte do seu tempo/dinheiro para isso. Se não … como saberia da existência ? Dos riscos … ? Das limitações … ? Das vantagens … ?

É … só pode indicar quem conhecia. Concorda ?

Eu sei que para muitos que estão começando a etapa inicial de estudos pode parecer “perda de tempo”, ou ainda pior: de dinheiro. Mas garanto que não. Garanto que cada centavo, cada segundo dedicado a esta etapa representa um ganho exponencial no futuro. R$1 investido em conhecimento hoje é infinitamente maior do que R$2 amanhã. 😉

Será o investimento em educação hoje que lhe permitirá escapar das diversas armadilhas que existem no caminho dos que aceitam trilhar a nossa jornada. É o investimento em educação que lhe possibilita pavimentar a estrada e escolher a rota mais segura rumo a um futuro financeiramente saudável e agradável. 🙂

Você não acha que é um pouco mais do que mera coincidência que grande parte das pessoas que conquistaram o sucesso em suas áreas de atuação apontem a dedicação e o estudo/educação como sendo as principais causas de terem conseguido “chegar lá” ?

Quando estiver em dúvida em relação à validade do investimento em educação, seja ele de tempo ou financeiro, lembre-se deste pensamento:

 

Se você acha que a educação é cara, é porque não imagina o preço a ser pago pela ignorância …

 

Derek Bok

 

Não queira imaginar o quão caro a falta de educação pode lhe custar …

Sempre reserve parte do seu capital e do seu tempo para os seus estudos. Seja para aprender algo novo. Seja para se aprofundar em algo que já conheça superficialmente. Aprender é um processo constante e que precisa ser “alimentado” constantemente.

Seu eu futuro lhe agradecerá. Vai por mim ! 😉