Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Livros ||| Antifrágil

Antifrágil-girado pq

Antifrágil (Best Business, 2014) seria uma continuação do excelente “A lógica do cisne negro” ? Se não foi pensado desta forma, o ideal é que seja encarado assim pelo leitor. 🙂

Para quem começou a leitura, esperando encontrar vasto conteúdo ligado ao assunto finanças, foi um pouco “decepcionante” ver o autor abordando o assunto medicina e sua dieta … Porém o reforço de conteúdo que foi dado em relação à estratégia barbell, justificou a leitura das 600 páginas. 😉

O que seria o Antifrágil ?

Em palavras simples, seria aquilo que se beneficia de acidentes/problemas. Taleb fez uma analogia bem interessante: pense numa xícara de porcelana. Se ela cair no chão (dependendo da altura), ela se quebra. Pequenas quedas vão fragilizando o material, podendo quebrar depois de algumas quedas. Já o antifrágil seria o contrário. Ao invés de se quebrar, a xícara ficaria ainda mais forte a cada queda, tornando o utensílio praticamente indestrutível depois de algum tempo.

Por exemplo, o DNA (a herança genética que passamos de geração em geração), que proporciona uma melhora constante das espécies através da evolução. Enxerguemos um indivíduo como frágil, pois ele sofre com o acidente/problema (podendo morrer). Mas dependendo da causa da morte do indivíduo, o “erro” não é passado para as próximas gerações, tornando a população mais forte.

É um conceito interessante e fora dos padrões a que estamos acostumados. Para se ter ideia, o termo “antifrágil” nem existir existe. Ou não existia. 😉

O antifrágil nos investimentos

De novo somos direcionados à estratégia barbell. Por ter boa parte focada em “investimentos seguros”, e apenas uma parte mergulhada do risco (o mais arriscado que puder), a ideia é que a parte arriscada se beneficie em momentos de fragilidade do sistema, aflorando o lado antifrágil da estratégia. (mais uma vez isso reforça a ideia que apresentei no post)

O “bolo” acaba se beneficiando em momentos extremos de stress, pois foi montada pensando nisso, usando instrumentos que possibilitam tal comportamento. O uso de opções (a meu ver) é obrigatório neste caso. Não consigo enxergar outra ferramenta de investimento que me possibilite aproveitar os eventos raros, como um cisne negro, nestas condições.

Um baixo custo, constante, mas que possibilite um grande ganho quando acionado. Sério, leia o post onde falo sobre o barbell para entender isso melhor. 😀

E o que a medicina tem a ver com isso !?

Pode parecer estranho, mas ele fala justamente desse lado “fortificador” do corpo humano. Onde pequenos eventos/doenças, serviriam para reforçar o sistema (a pessoa), ao invés de ser um grande problema.

Ele ataca, e fala isso com todas as letras, os procedimentos “desnecessários”. (eu também penso de forma parecida, tanto que adiei minha operação dos olhos, para me livrar dos óculos, por muito e muito tempo …) Afirma que grande parte das mortes ocorre justamente por causa de procedimentos desnecessários, onde o paciente (ou o médico) vai em busca de problemas “que não existem” (ou que ao menos não diminuiriam o tempo de vida do paciente), tratando-os com remédios e procedimentos cirúrgicos virtualmente desnecessários.

Já os procedimentos “de vida ou morte” são fortemente recomendados por ele. Afinal o ganho do paciente, em caso de sucesso do procedimento, lhe proporcionará um período mais longo de vida. São cirurgias de emergência, literalmente em casos de vida ou de morte.

Falou também sobre sua dieta, que lembra em muitos aspectos a paleolítica. Lembra que tentei seguir com ela no começo do ano ? Perdi 6kg em aproximadamente 1 mês, mas acabei largando … Não fui forte o bastante. Defendeu períodos de jejum, alegando que o stress acaba reforçando o individuo, em mais um exemplo de antifragilidade do sistema.

Mas vale a pena ser lido ?

Olha … Como disse, achei que seria mais focado no lado finanças da coisa. Achei que ele focou demais neste lado medicinal da coisa …

Como leitura, de curiosidade, para adquirir mais conhecimento geral, mais conteúdo, achei bem interessante. Já se o seu intuito é na parte das finanças … Eu sinceramente acho que outras leituras poderiam trazer mais ganhos. A leitura do “A lógica do cisne negro” já traria grande parte do conceito necessário para a implementação de um barbell eficiente, por exemplo.

Mas se você é como eu, e gosta de ler um pouco sobre “outras coisas não relacionadas, essencialmente, ao mundo das finanças”, é uma boa leitura. Certamente lhe trará conteúdo para alguns bate-papos com os amigos. 😀

Antifrágil

Nota do Site:
4 Moedas

Antifrágil
Nassim Nicholas Taleb

Editora: Best Business
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 664
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Compre seu livro no Submarino