Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Straddle fechado ! Vamos às considerações finais ?

Se você acompanhou o Clube nas últimas semanas já sabe que montei um straddle na terça, dia 27, visando a possível forte variação que viria no dia seguinte, a quarta-feira, motivada pela divulgação dos resultados da Petrobras no 3º trimestre de 2014.

Se ainda não leu os posts que falei sobre a minha preparação e a montagem, efetiva, da operação, leia os seguintes posts:

Dia 27 tá chegando !!
Montei meu straddle ! “Segura na mão de Deus …”

A leitura deles é importante para que você entenda o que foi feito, e especialmente: porquê foi feito.

A operação que foi montada

Comprei PETRB61 e PETRN61, totalizando R$1,15 por conjunto de opção comprada (1 PETRB61 + 1 PETRN61), portanto o lucro surgiria após forte movimentação na cotação de PETR4, que levaria uma das opções para cima e a outra para baixo. O lucro viria de uma das características das opções, que faz com que a que sobe (neste caso) suba mais do que a que se desvaloriza cai.

Ela foi montada próximo ao final da manhã de terça, quando a cotação de PETR4 atingiu os R$9,61 (strike das opções escolhidas) e que é o “ponto ideal” para montarmos uma operação deste tipo.

Tivemos uma forte valorização da PETR4 na parte da tarde, levando a ação aos R$10,37, o que fez com que o straddle já apresentasse lucro no mesmo dia da montagem. Chegou a apresentar pouco mais de R$0,20, mas este foi o valor que “durou mais tempo” e que poderia ter sido minha porta de saída da operação. Lucro de aproximadamente 17%. O que seria um lucro fantástico, concorda ?

E é ai que entra o momento decisão da operação: zerar com este ótimo lucro, ou levar a operação adiante, visando a movimentação de quarta ?

Qual o real motivo da operação ?

Estaria mentindo se não respondesse “ganhar dinheiro !“, afinal este é o motivo para operarmos e nos arriscarmos em nossas operações. Correto … Mas além disso, a operação também tinha um lado protetivo. Como falei no post que lhe indiquei no início deste, um dos motivos para eu ter montado a operação era o lado proteção.

Como eu já tinha uma venda de PUT (“descoberta”) e uma venda de CALL (travada) montadas, o straddle ofereceria uma proteção a uma das duas operações anteriores em caso movimento mais forte do que o esperado. Se subisse demais, poderia ameaçar o lucro da operação com CALL. Se caísse demais, ameaçaria a operação com as PUTs … Enquanto isso o straddle valorizaria no decorrer do caminho.

Confesso que não foi uma decisão simples de se tomar … 17% de lucro (para o valor investido, não era sobre 100% da carteira) é um valor elevado e a cabeça começou a ficar em dúvida sobre a continuidade, ou não, da operação.

Acabei levando adiante. Fui para quarta com o straddle em mãos, esperando a abertura que prometia ser feia … muito feia. E foi. O fechamento foi superior a 11% de queda ! 😯

Portanto, lucro no bolso e vamo que vamo ! Correto ? Não … a coisa não aconteceu bem desta forma …

O mercado de PUTs ainda não está 100% maduro

Já observei 4 operações straddle em andamento. Duas simulações, duas de verdade. Dois movimentos de alta da PETR4, dois de baixa. Se você acertar em quais ocasiões a operação apresentou lucro “como deveria” você ganha um doce … Sim: quando tivemos alta a operação deu certo. Quando caiu … perdas.

Ok … Em uma das quedas tínhamos o fator MEGA volatilidade, que sumiu num piscar de olhos e matou a operação por si só. Mas não é muita “coincidência” subir quando sobe, e não quando cai ? (que é quando a PUT deveria fazer seu papel)

As CALLs andaram muito mais rápido, e fortes, do que as PUTs, e isso certamente pesou no desfecho dessa história. Com o tombo gigante da quarta o straddle não apresentou lucro, deu prejuízo. Sim, perdi dinheiro: R$0,12 por conjunto de opção comprada. Sim, deixei um lucro de R$0,20 virar um prejuízo de R$0,12.

O problema é que a meu ver fiz a coisa certa !

Errei financeiramente falando, pois tive perdas. Acertei estrategicamente falando, pois mantive a proteção viva mesmo vendo um bom lucro na minha frente. Errei operacionalmente falando, pois poderia ter embolsado o lucro das _61 e migrado para as _10. (vendia o straddle das _61 e montava um novo, ainda na terça, durante a puxada, nas _10 (strike em R$10,16) …)

O meu maior erro nesta operação não foi ter desfeito a operação no momento em que o lucro surgiu na terça. O erro foi não ter migrado para um straddle num strike mais alto, ficando mais perto do valor de fechamento da terça. Se tivesse feito isso teria acertado financeiramente, estrategicamente e operacionalmente.

Não teria sido “fantástico”, pois o straddle das _10 apresentava lucro de R$0,15 no ponto mais baixo da quarta. Ela foi afetada pelo mesmo “problema” das PUTs que afetou a minha operação.

Perdi. Mas ganhei. Perdi dinheiro, mas aprendi muito. Ganhei conhecimento. 🙂

Voltarei a fazer esta operação ? Certamente ! Agora, mais do que nunca, meu radar está “otimizado” para detectar uma possível oportunidade de usá-la. 😉

Como disse, ela deu errado, pois perdi dinheiro, mas deu certo pois segui o planejamento. (por mais tentador que tivesse sido não segui-lo, hehehe)

Ps: o pior não foi ter perdido … foi ver a operação dando lucro, de R$0,15, na quinta-feira, quando a PETR4 embicou rumo às profundezas … 😯