Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

Livros ||| A doutrina dos 20%

Reserve espaço para que seus funcionários sigam suas paixões, evitem a burocracia e inovem de forma independente” – é, digamos, um dos subtítulos deste livro que nos apresenta um conceito muito, mas muito interessante mesmo: permita que seus funcionários tenham algum tempo livre para se dedicar ao projeto de seu interesse, de livre escolha, sem pressão, sem cobranças.

Já pensou ? Isso significa dizer que você teria 1 dia livre por semana para fazer “o que tivesse vontade”, não seria um sonho ? E onde é que isso poderia ocorrer … Quem respondeu Google tá por dentro das coisas … 😉

A empresa lhe dá tanta flexibilidade que às vezes confundimos se as pessoas estão realmente trabalhando por lá, ou se no meio de uma atividade ou outra acabam criando as maravilhas que nos são tão úteis para o dia a dia.

Em “A doutrina dos 20%” (Campus/Elsevier, 2012), Ryan Tate nos apresenta alguns exemplos onde o uso destes “20%” – se você ainda não entendeu o que isso significa, é que as pessoas têm 20% de seu tempo livre para fazer “o que bem entenderem” – acabou gerando negócio gigantes, e que rendem muito, mas muito dinheiro aos seus criadores. Exemplos ? Gmail, Adsense, Flickr, restaurantes …

Mas ai é que começa a confusão …

Perfeito, o funcionário recebe a permissão para fazer “o que bem entender” de 20% de seu tempo, tem este tempo livre para se dedicar ao projeto que desejar, direcionar sua atenção ao projeto que mais lhe interessa. Ok.

O problema é que nos exemplos apresentados no livro, criados realmente por funcionários – o Gmail e o Adsense – eles foram desenvolvidos durante o tempo livre, e acabaram ficando para a empresa … Nos outros dois exemplos que citei logo acima, o Flickr e o restaurante, eles foram criados pelos donos da empresa “durante o tempo livre”, então permaneceram sendo projetos da empresa, porém mudaram o foco dela no momento em que estavam criando os negócios.

A dúvida é: o tempo é livre para se dedicar ao projeto que mais agradar o funcionário, desde que seja desenvolvendo algo para a própria empresa ? Se for isso, é uma bela forma de “agradar” a gregos e troianos, não é mesmo ? 🙂

O funcionário faz “o que quer”, mas a empresa ainda fatura com isso. 😉

Num primeiro momento imaginei que o conceito de “20% do tempo livre” era justamente isso, livre, totalmente livre. Se a pessoa quisesse dedicar o seu tempo a algum outro projeto da empresa, tudo bem, mas se fosse criado algo próprio, seria dela. Isso acabou não ficando muito claro para mim …

Mas … e se mudarmos o foco do livro ?

Agora lhe faço uma proposta: compre o livro, leia-o, mas leia-o com “outros olhos”, ao invés de focar no conceito “conceder 20% do tempo aos meus funcionários” (ou “como chegar no meu chefe e apresentar essa ideia ?”, hehehe), leia pensando que este é um guia – um excelente guia ! – de como criar um negócio próprio, em seu tempo livre. Opa, já vi que lhe agradou ! 😀

Sério ! A ficha caiu apenas quando conclui a leitura e comecei a ver quais seriam os principais pontos a serem abordados neste comentário. Foi quando uma luz se acendeu e me toquei disso. “Esqueça” o lado “vou pedir 1 dia da semana para o meu chefe” e encare tudo o que foi apresentado em “A doutrina dos 20%” como sendo um dos melhores guias que já li para a criação de um ativo em seu tempo livre.

É impressionante como o que foi ali apresentado cai feito uma luva nesta proposta. De verdade ! Todos os exemplos, os caminhos, as dificuldades, os “atalhos”, e um ótimo último capítulo (de conclusão) onde os principais pontos são destacados.

Não era você que estava reclamando que não sabia como fazer para encontrar tempo (e meios) para criar um novo ativo ? Para se dedicar àquela ideia fantástica que poderá lhe proporcionar a Independência Financeira ? 😉

Acredito que a leitura deste livro possa lhe ajudar, e muito, nesta empreitada.

 

A doutrina dos 20%

Nota do Site:
5 Moedas

A doutrina dos 20%
Ryan Tate

Editora: Campus
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 200
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Compre seu livro no Submarino

Vending Machines ||| Compartilhando informação

É … sabe como são as coisas … às vezes nossos planos vão adiante, e outras eles param antes mesmo de terem sido iniciados. O meu plano de criar um ativo através de Vending Machines de bebida congelou no tempo e não saiu do lugar. O motivo ? Os mais variados que você possa imaginar, sendo que nenhum deles é por causa do negócio em si. A culpa de não ter seguido adiante foi única e exclusivamente minha.

Mas como tudo merece ser aproveitado, como sempre devemos aprender algo de bom com as coisas que dão certo e com as que dão errado, que tal compartilhar o que foi aprendido com o caso ?

Você está lembrado (bom, para se lembrar você já deve ser da casa há algum tempo … ;)) que fiz uma pesquisa entre vocês sobre os possíveis preços a serem cobrados pela bebida ? Pois bem … eu não levei o plano adiante, mas quem sabe você não possa usar a informação em seu favor ? 🙂


Preço sugerido para as latas


Preço sugerido para as garrafas de 600ml

 

Tudo bem que a pesquisa foi realizada em agosto/2010 … e de lá pra cá os preços sofreram “pequenos” reajustes … mas já dá para se ter uma ideia. 😉

Espero que a informação lhe seja útil, que você consiga dar o primeiro passo, que consiga criar um novo ativo em seu Fluxo de Caixa. 😀

Dica de Ativos ||| NegócioPronto

É … já faz algum tempo que estou devendo a você uma sugestão de ativo que pode ser criado com baixo custo (tanto no lado do investimento quanto no operacional …), não é mesmo ? Que tal se eu lhe apresentar hoje uma ótima dica de ativo baseado na web ? 🙂

Já conhece o NegócioPronto ?

Volta e meia surge lá no fórum uma pergunta do tipo “Estou pensando em montar um sistema de classificados para a minha cidade/região, o problema é que não sei nada da parte de programação, e imagino que para fazer um sistema desse tipo vá gastar um bela grana … Vocês conhecem algo ?“, até então eu não tinha nada para indicar (a não ser realmente procurar uma empresa que confeccione sites para criar tudo do zero, o problema era o alto valor a ser investido …). Até agora …

A ideia do pessoal da BRLOGIC foi muito boa ! Eles desenvolveram um sistema para criação de classificados que podem ser “replicados” facilmente, o que permite oferecer uma ferramenta de alto nível por um valor super em conta ! Atualmente existem 3 possibilidades de sites: para automóveis, para imóveis e para guia comercial; facilmente configuráveis e prontos para serem usados.

Bom, mais fácil do que ficar falando é ver um vídeo que detalha melhor essa parte:

Viu ? Parece ser bem simples, não é mesmo ? O melhor é que é bem simples !! 😀

Outro ponto a favor do sistema deles é que você não precisa se incomodar com a parte de hospedagem do site (não precisa contratar uma empresa para isso …), pois a hospedagem é parte integrante do pacote ! 🙂

(e admito que para quem não tem muita intimidade com o negócio, essa parte – sair atrás de hospedagem, fazer a instalação e configuração do site, etc –  muitas vezes acaba impedindo que os sites sejam levados adiante …)

Quer mais um ponto a favor ? O custo (conforme já falei anteriormente) é extremamente competitivo, por apenas R$49,90 mensais você terá o sistema implantando, funcionando redondinho, com hospedagem e tudo. Para se ter uma ideia o custo médio de um serviço de hospedagem fica em torno de R$30,00/mês. Com o NegócioPronto você tem uma poderosa ferramenta em mãos e a hospedagem por apenas R$49,90.

Já sei … você gostaria de dar uma olhada no sistema em funcionamento antes de qualquer coisa, correto ? E se pudesse ser melhor, ao invés de somente olhar, que tal fazer um test drive ? Hein ? Hein ?? 😉

Sim ! Você pode fazer isso, basta escolher qual dos 3 tipos de classificados mais lhe agrada (automóveis, imóveis ou guia comercial) e solicitar um período de 15 dias para efetuar um test drive, ver como o sistema funciona de verdade, e quem sabe até mesmo já começar a faturar ! (antes mesmo de ter tido qualquer gasto !!)

Lhe convido a conhecer o NegócioPronto ! Veja as facilidades e utilidades que o sistema tem a lhe oferecer.

Oportunidade de criação de ativo ! Não era isso que você queria ?

Na semana passada fomos inundados por um tsunami, os estudiosos deram o nome de Efeito Luiza … Sim … até aqui no Clube do Pai Rico você “ouvirá” falar dela. Foi incrível, eu sinceramente não lembro de ter visto algo parecido com isso. O engajamento foi enorme, de todos os lados celebridades e pessoas comuns, até mesmo os meios de comunicação mais tradicionais, falaram sobre o ocorrido. Dizem que o William Bonner só não disse ao final de uma das edições do Jornal Nacional “Boa Noite ! Menos para a Luiza, que está no Canadá …” por ter comentado com a equipe do jornal que o faria, e acabou sendo barrado pela direção geral do jornalismo da Globo. 😯

Sério, eu estava crente que isso aconteceria, quando vi que ela seria notícia no Bom Dia Brasil pensei: “é, agora vai !” 🙂

Mas … como todo assunto que é muito falado acaba gerando ódio e revolta por parte de grande parcela da população, o Efeito Luiza não poderia ficar para trás. A exposição foi tamanha que até mesmo uma das maiores empresas do país, o Magazine Luiza , se incomodou … e acredite se quiser: tirou o “Luiza” de seu nome. Não acredita ? Dê uma olhada no site deles ou na foto da fachada de uma de suas lojas. (a principal, na marginal Tietê)

Achei uma ideia fantástica, daquelas difíceis de serem sugeridas em campanhas publicitárias/promocionais, mas que quando são – e são aceitas pela diretoria da empresa – acabam virando verdadeiras lendas ! 🙂

Mas o melhor ainda está por vir … !!

Para deixar a poeira baixar, afinal o nome ainda está fresco em nossas cabeças, a empresa resolveu inovar e está realizando um concurso cultural que premiará a pessoa que sugerir o melhor nome para substituir o tradicional Luiza. (e que no momento podemos até mesmo considerar desgastado …)

O prêmio ? Uma loja virtual com até 60 produtos disponíveis no estoque do Magazine Luiza. Toda a operação ficará por conta da loja, que além disso oferecerá a ajuda de especialistas que auxiliarão na criação do espaço. Acha que já terminou ? Não … eles ainda oferecerão R$ 5.000,00 que serão usados na divulgação do empreendimento nas mídias sociais. (se for o ganhador não se esqueça do nosso querido e amado Clube, ok ? hehehe)

As vendas nessa loja gerarão comissões para o proprietário, de 10% sobre as vendas – exclusivo para o ganhador do concurso ! – durante os primeiros seis meses de existência da loja. Legal não é mesmo ? 😀

Mas … onde está a oportunidade de criação de um ativo ?

Ai é que está, a ideia deles é permitir que todas as pessoas que tiverem interesse possam criar uma loja virtual própria ! Sim, você terá o seu próprio “Magazine Zé da Silva”, que poderá ser indicado aos seus amigos e que gerará uma receita extra para você.

Sabia que esse foi um dos motivos que me levou a criar o Clube ? Poder indicar produtos para meus amigos e com isso ganhar uma comissão sobre as vendas. Essa é uma ótima oportunidade de ativo, afinal o seu investimento para a criação dele é praticamente zero.

Infelizmente os “outros” Magazines não terão toda a facilidade que o do vencedor do concurso terá … Portanto não perca tempo e participe agora mesmo: Acesse o site do concurso e veja como participar.

Acredite se quiser, até mesmo a Luiza (que já voltou do Canadá …) está querendo participar ! 🙂

Desempenho do Projeto 52 em 2011

Sempre que falo sobre o Projeto 52 a pergunta surge: Quanto é que estes sites geram ? Querendo ou não esta é a pergunta mais importante sobre o projeto, é ela que define se o esforço destinado à criação dos sites é justificado. Portanto hoje irei apresentar o resultado individual de cada site no ano passado. 🙂

O desempenho financeiro e o motivo para isso ter ocorrido. Vamos lá ?

Cerca Concertina – U$182,90

Foi o primeiro dos meus sites de nicho, já está no ar há 2 anos. Ocupa a primeira página de resultados para o termo procurado, mais precisamente a segunda posição.

Alarmes para Carros – U$ 122,89

Também ocupa a primeira página de resultados, porém um pouco mais abaixo, na sétima posição.

Aluguel de Computadores – U$ 53,04

Este já desaba para a sétima página … (antes estava na segunda !!)

Provedor de Internet Banda Larga – U$ 14,05

Na pesquisa manual eu nem consigo identificar a posição dele … 🙁

Seguros para Carros – U$ 42,32

Este foi o primeiro da “nova leva” de sites de nicho, ocupa a terceira página de um nicho bem concorrido.

Quer Crédito Fácil ? – U$ 32,99

Ocupa a quinta página dos resultados de busca. Outro nicho bem concorrido …

Pisos Baratos – U$ 31,68

Na primeira página, na sexta posição. Porém não apresenta resultados tão bons quanto a sua posição …

Lentes de Contato com Grau – U$ 14,72

Na segunda página de resultados.

Lentes de Contato ACUVUE – U$ 19,74

Na primeira página, porém os concorrentes que estão na frente tiram as chances de obter mais visitas. 🙂

Lentes de Contato Coloridas – U$ 0,00

Mais um site que se perde nos resultados … não consegui encontrá-lo. Foi o último site do projeto a ser criado, não fiz nenhum pedaço da minha lição de casa em relação a divulgação dele … e isso aparece no seu resultado financeiro. 😯

Ao total foram U$ 514,34, e você decide se vale a pena ou não. 😉

Tirando o “lentes de contato coloridas”, todos os sites se pagaram. O custo anual deles é de R$ 30,00 (que é o custo de manutenção anual do domínio), só o “lentes de contato com grau” e o “provedor de internet banda larga” que ficaram no limite de se pagar, todos os outros ficaram com folga.

Conseguiu ver como o posicionamento nos resultados de busca influência diretamente no resultado ? E porquê  isso precisa fazer parte da tarefa de criação dos sites ?

Não custa nada lembrar que o único trabalho que tive foi o de criar os sites – que como poderá ser visto não foi tanto assim … -, e algum tempo destinado à suas divulgações.

Me responda: para quem deseja criar uma nova fonte de renda, uma pequena, para começar, para sair do “nada”, é ou não é uma boa pedida ? 😀

Se você acha que não, quanto conseguiu criar em alguma atividade fora de seu trabalho ? (investimentos não contam … somente “atividades extras”)

Abraços !