Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

Como economizar com suas ligações telefônicas ?

Dica esperta para todos que desejam economizar algum $$$ !! Mais especificamente para os que desejam economizar com ligações telefônicas ! 😉

A operadora de telefonia “Oi” foi punida pela Anatel por não atender as exigências mínimas em relação aos telefones públicos. Sim, eles ainda existem …

Nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espirito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina e Sergipe, a operadora não oferecia a disponibilidade mínima de 90% (dos aparelhos em funcionamento ?) exigida pela Anatel … Por conta disso será obrigada a oferecer ligações gratuitas em seus orelhões destes estados. 🙂

A punição valerá do dia 1º de outubro até o dia 30 de março de 2018.

Ok … As ligações gratuitas serão apenas as feitas para telefones fixos … Podendo inclusive fazermos ligações de longa distância. 😀

Preparado para voltar a usar aquele orelhão que parecia perdido no meio do nada ? 😉

A notícia completa pode ser vista aqui.

Cartão de Crédito e milhagens: como você lida com isso ?

Muita gente usa e abusa das compras no cartão de crédito por conta dos benefícios por ele gerados. Facilidade no controle das contas, parcelamento sem juros, adiamento no pagamento … Mas, a grande maioria justifica seu uso por conta da milhagem ganha com as compras.

E tem como não pensar nisso ? Os pontos que se ganha com cada compra realizada podem ser transformados em produtos e serviços que precisariam ser pagos. Queiramos ou não, é uma economia “cruzada”. 😉

Sim, é uma economia … mas até que ponto ?

Quanto você gasta por esta “economia” ?

Por exemplo: o seu cartão exige o pagamento da taxa de anuidade ?

Isso já foi tema de outros textos aqui no Clube. Sugiro que você dê uma olhada neles. 😉

– Anuidade do Cartão de Crédito, é chegada a hora da renovação …
– Negociação da anuidade do cartão de crédito – 2º ano
– Quem precisa de uma conta VIP do banco ?

Dependendo de quanto você gaste com essa taxa, a sua “economia” acaba deixando de existir. Em alguns casos, o valor que você gasta anualmente com o cartão do que a pontuação acumulada te permite economizar …

Ah, existem cartões que não cobram anuidade e blá blá blá” … Sim, eu sei que eles existem. O problema é que grande parte destes cartões não oferecem nenhum tipo de programa de pontuação. Dizem que não o fazem justamente por oferecer a gratuidade na taxa de anuidade.

É ruim ? É bom ? O que é mais válido ?

Olha … cada caso é um caso. Tudo dependerá de como você usa sua pontuação. Ou ainda mais diretamente: você usa a sua pontuação ?

Sim, saber se você usa a pontuação é fundamental na hora de escolher qual tipo de cartão deverá ser usado. De nada adianta você ter o cartão que mais oferece pontos do mercado, gastando qualquer valor que seja para ter esta comodidade, se você não acumula pontos suficientes para usar em qualquer coisa … Ou ainda pior: até acumula, mas não os gasta. 😯

Sabia que as operadoras dos sistemas de pontuação contam com isso ? É … os pontos que “caducam” são grande fonte de renda para elas … 🙄

Entender que a decisão pelo tipo de cartão, isento de taxa, mas sem pontos; ou com alguma taxa, que entrega pontos, é um ponto importante na hora de se escolher o tipo de cartão, a operadora, etc etc etc, é importante para quem quer estar em dia com seus números. 😉

Por exemplo … Quando foi a última vez que você usou seus pontos para trocar por algo ? Qualquer coisa … grande ou pequena. Quando foi a última vez ?

E perder pontos por terem passado do prazo de validade. Já ocorreu com você ?

Você consegue enxergar a importância deste aspecto em relação à sua tomada de decisão na hora de escolher o cartão de crédito ?

Por exemplo, eu prefiro os que me tragam pontos. Costumo usar “até a última gota”, hehehe. Quando eles estão por vencer, entro no site onde o “cardápio” é apresentado, e vejo o que é possível de ser trocado. Dentre as alternativas, vejo as que realmente valem a pena. (tentando comparar com o preço de mercado)

Mas se você não usa … Pra que escolher um cartão que gera pontos ? Qual a função disso ?

Você costuma pensar nesse tipo de coisa ? Ou é algo que não faz questão … ?

Aplicativos que prometem devolver parte do dinheiro gasto em suas compras. Eles funcionam ?

Pergunta:

Boa tarde. Vou ser bem breve, surgiram agora os aplicativos be blue e o aplicativo para compras físicas da meliuz que prometem dinheiro de volta em compras com cartão. Algumas chegam a 10%. Minha preocupação é, a médio longo prazo isso não vai inflacionar os preços do mercado? Visto que os estabelecimentos terão que compensar este dinheiro?

E uma dúvida, como eles (empresas dos aplicativos) ganham com isso? Parceria com os cartões master e visa e com o estabelecimento? A ideia de ter 2, 5%¨do que gasta de volta é realmente sensacional e fomenta o consumo. Mas e as consequências disso?

Fica ai a minha sugestão para um post ou vídeo 🙂

Abraços!

Resposta:

Bom dia,

O pior é que isso não é novidade não. O Meliuz mesmo já existe há um bom tempo. 🙂

Vamos por partes:

1- Como as empresas ganham com isso ?

A be blue (que eu não conheço) e a Meliuz ? Ou os estabelecimentos comerciais ?

Se forem as empresas que “devolvem dinheiro”, elas ganham uma comissão pela venda realizada ao associado. Você recebe de volta parte do valor que pagou pelo produto, mas estas empresas recebem, antes de lhe repassar, um valor um pouco mais alto. Digamos que eles te devolvam 5% de um determinado item. A loja entregou a eles 6%. 😉

Se forem os estabelecimentos comerciais, ganham pela venda propriamente dita. Simples. 😀

2- Mas de onde vem o dinheiro repassado aos aplicativos ?

Justamente da comissão pela venda. Essa é uma prática antiga, e presente na internet desde o surgimento dos primeiros sites de comércio eletrônico. Praticamente todas as lojas oferecem uma comissão aos seus afiliados. 🙂

Por exemplo: sempre que você compra um livro indicado aqui no Clube, através do link indicado, nós ganhamos uma comissão sobre o valor comercializado.

Como disse, é tradicional e normal.

3- Isso não inviabilizaria o negócio no longo prazo ?

Não … é apenas uma parte do valor do produto. Uma parte da margem de lucro dos estabelecimentos comerciais. 😉

A prática não vai inflacionar o valor dos produtos, ele já é assim “naturalmente” … 🙁

A mesma prática é comum de ser encontrada em lojas físicas, onde a comissão pela venda é direcionada ao … vendedor. 😀

A mesma coisa, mudando apenas para o fato de que todos têm a possibilidade de ganhar algum dinheiro com isso.

4- Quais as consequências disso ?

A única que eu consigo enxergar é: você ganhar dinheiro !!

Ou melhor: economizar ! 😉

São muitas lojas e serviços cadastrados no sistema. Claro, cada um oferece um valor a ser recuperado … Dentro da disponibilidade de cada estabelecimento comercial. Me arrisco a dizer que são milhares … 😯

O mais legal é que se você se cadastrar através deste link, receberá R$10 de presente. Uma espécie de incentivo para que comece logo a acumular mais e mais. 😀

Assim que acumular os primeiros R$20 já pode solicitar o resgate. Com a quantidade de lojas cadastradas, a coisa acontece de forma bem rápida.

Obrigado pela sugestão de post e espero ter conseguido lhe sanar a dúvida ! 🙂

Abraços !

Como gastar menos com o pagamento de seus boletos ?

Quem não quer encontrar formas de trazer economia para o seu orçamento doméstico ? Que atire a primeira moeda (a qual irei catar) quem não tem este desejo. 🙂

Todo tipo de economia é bem-vinda. Portanto … que tal uma estratégia que lhe ajudará a economizar na hora de pagar suas contas mensais, na hora de ir pagar aquele “amado” boleto ?

Coisa simples e eficaz ! (bota simples nisso !!!)

 

 

Lembrando que me ative ao pagamento propriamente dito. Me foquei na economia diretamente obtida com o ato do pagamento. Poderia ter citado o fato de que para pagarmos boletos atrasados, precisamos nos dirigir (muitas vezes) a uma agência bancária diferente da nossa, enfrentar filas, etc etc etc. Bye Bye comodidade do internet banking …

Ao menos até aquela bendita mudança realmente entrar em ação …

Não deixe de assinar o nosso canal para receber a notificação sempre que um novo vídeo for publicado ! 🙂

A economia é a base da porcaria

Você certamente já ouviu esta frase sendo usada em algumas situações. Possivelmente por pessoas mais velhas da sua família (caso você ainda seja um pequeno gafanhoto). Dizem ser um provérbio português, mas que aqui no Brasil fez escola, se formou na universidade, fez doutorado e mestrado.

A cada dez passos que você der na rua, verá alguns bons exemplos desta “regra” sendo adotada. Tudo mal feito … enjambrado … na coxas … parecendo ser feito desta maneira para que precise ser refeito em seguida. (e provavelmente seja exatamente esse o motivo)

Mas é dentro de casa onde a coisa fala mais alto. 🙁

Em nossa batalha diária, na tentativa de esticarmos ao máximo o nosso orçamento doméstico, precisamos economizar na compra de alimentos, utensílios, eletrodomésticos e na manutenção da infraestrutura. Economizar, faz bem e o seu bolso agradece.

Economizar, nas coisas certas, da forma certa, é item obrigatório para quem deseja criar aquela reserva de caixa que possibilitará a criação de investimentos. Aqui no Clube já demos vários e vários exemplos de como economizar com o nosso orçamento, são pelo menos 50 textos em que tento apontar formas de economizarmos, sem grandes alterações em nossas rotinas e no tipo de coisas que usamos e consumimos.

Indico a você a leitura de cada um de nossos posts da categoria Economia Doméstica. Lhe garanto que valerá cada segundo investido nesta atividade. 😉

Economizar é preciso, e é sobre isso que quero falar hoje com você.

Como economizar da forma correta

Você precisa economizar … O problema é que esta economia deve ocorrer da forma certa. Com as coisas certas. Nas horas certas. Deixe-me tentar desenvolver um pouco melhor …

Lembra que no começo deste texto eu falei sobre os exemplos de coisas feitas de forma errada, aparentemente pensando no retorno e de uma nova prestação de serviço ? Pois bem … Me diga quantas vezes você já viu isso ocorrendo dentro da sua própria casa ?

Sim, dentro da sua casa … 🙁

Seja em relação à compra de algo para sua casa, que não durou tanto quanto deveria, ou em relação a um serviço prestado (de manutenção) que precisou ser refeito. Você tinha uma necessidade, comprou/contratou o que precisava, mas logo em seguida precisou ir atrás daquilo … Vai dizer que isso nunca ocorreu com você ?

Era algo aparentemente “sem importância”, portanto era melhor comprar/contratar algo barato (o mais barato possível !) somente para tapar o buraco. Porém … era tão sem importância que você precisou ir atrás daquilo de novo logo em seguida. O material comprado era de baixa qualidade … O serviço prestado não consertou, de verdade, o problema … Ou até mesmo os dois ao mesmo tempo …

Continue lendo …