Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

Devo usar meu Colchão de Segurança para aproveitar oportunidades imperdíveis ?

Pergunta:

Olá Zé, estou começando agora meus estudos em finanças e comecei a ser um leitor assíduo do clubedopairico. Gostaria de saber a sua opinião em uma dúvida que me surgiu enquanto lia em ordem este post Existe alguma ordem de leitura dos posts do Clube para quem está começando ? e que não vi ninguém perguntando. A dúvida é sobre o colchão de segurança, quando tinha 15 anos minha tia vendeu um terreno por um preço muito inferior ao que valia, e eu agora entendo que foi por falta de educação financeira. Como muitos não tem essa educação e por já ter passado por esta situação que me surgiu a seguinte dúvida; seria valido usar o dinheiro do colchão para fim de investimento? Você compraria um terreno que você sabe que esta sendo vendido por um preço muito menor por causa de uma necessidade da pessoa? Se eu não usar esse dinheiro mesmo que seja reservado somente para \”emergências\” não estaria perdendo dinheiro ao deixar de ganhar? Ou mesmo assim devo guardar religiosamente esta reserva? O exemplo esta direcionado ao terreno por causa da minha tia, mas a dúvida é para qualquer investimento, você fala que o dinheiro não é para \”promoção\”, mas neste caso eu vejo como \”oportunidade\” e não \”promoção\”. Estou muito curioso para saber o que você pensa sobre o caso e aguardo ansioso uma resposta.

Resposta:

Bom dia Felipe,

Ótima pergunta !! 😀

Você tocou em alguns pontos muito importantes nela: colchão de segurança, perder dinheiro por não aproveitar uma oportunidade, necessidade de vender um bem por um preço abaixo do que é praticado pelo mercado. Coisas distintas e que podem ter um elo … a Educação Financeira. 😉

Se eu concordo em usar o dinheiro do colchão de segurança para aproveitar oportunidades imperdíveis ?

Não … não concordo.

Mas por que não concordo ? Por um simples motivo: o dinheiro que está no colchão está lá para ser usado em situações de emergência. Ele está lá “quietinho” aguardando um evento catastrófico que exija o seu uso. Ele está lá “parado” para lhe trazer a tranquilidade necessária para manter sua cabeça em paz durante a sua jornada diária. Ele está lá para lhe tirar aquela preocupação que assola tantas pessoas … “mas e se amanhã eu perder o meu emprego ?“.

Parece ruim … Parece desperdício de dinheiro … Pode se transformar até mesmo em desperdício de oportunidades … Mas ele está lá para lhe trazer a segurança necessária, que somente uma reserva financeira pode proporcionar.

Você pode até pensar que poderia usar o dinheiro dele para aproveitar a oportunidade, comprando algo por um preço muito abaixo do “certo”, e que obterá lucro ao revender. Mas … você sabe quanto tempo levará para revender o que comprado ?

Por exemplo … Você compra algo que custa R$200 mil por R$100 mil. Um ótimo negócio, não é mesmo ? Sabe que vale R$200 mil, portanto é garantia de lucro certo ! Basta comprar por R$100 mil e em seguida revender por R$200 mil. Fantástico !!

Mas … quanto tempo levará para conseguir vender por R$200 mil ? Se fosse algo realmente simples, a pessoa que lhe vendeu por R$100 mil teria conseguido obter um preço melhor na venda, e você não teria tido a oportunidade de comprar. Você poderá dizer que compraria por R$100 mil e aguardaria um comprador interessado em pagar o preço “certo” … Mas e se nesse meio tempo você tiver a necessidade de usar a grana do colchão ? 😯

Lembre que sua tia “vendeu” mais barato porque precisava de dinheiro rápido. Se você tiver a necessidade do dinheiro do colchão, que agora está imobilizado no terreno, precisaria vender o mesmo a qualquer custo. Se bobear, poderia precisar vende-lo por menos de R$100 mil … Já pensou nesta possibilidade ?

O que não existe neste caso é tempo. Já que o dinheiro lá investido é do colchão de segurança, você não se pode dar ao luxo de comprar o terreno e ficar esperando algum interessado que pague o preço “certo”.

Continue lendo …

A poupança não é tão ruim quanto lhe vendem por aí …

Fuja da poupança !” ou “Não invista na caderneta de poupança, você vai perder dinheiro se fizer isso …

Quantas e quantas vezes você já ouviu algo do tipo ?

Saiba que essa não é história completa sobre o investimento em poupança. Veja o vídeo e confirme !!

Mas antes de assistir ao vídeo, eu lhe peço um favor: veja-o na íntegra ! Pode parecer meio estranho eu pedir algo tão “natural” quanto assistir por inteiro o conteúdo de um vídeo … Muitas vezes desistimos no meio do caminho, e ao fazermos isso perdemos uma parte importante do mesmo, algo que seria o “principal conceito“, ou o “” do que foi falado.

E já que a porteira dos favores foi aberta … Vou lhe pedir somente mais um: espalhe ao máximo este vídeo. Faça com que ele atinja o máximo possível de pessoas. Compartilhe-o em seus grupos de whatsapp, entre seus amigos no facebook, no twitter, por e-mail …

O conceito abordado nele é tão importante … é tão … “renegado”, e a quantidade de pessoas que precisam entender, de uma vez por todas, aquilo que foi dito é tão grande … mas tão grande … que seria um pecado ficar com ele só para você. 😉

Veja e depois me diga se eu não tenho razão. 😀

 

 

Ah ! Não deixe de assinar o nosso canal para receber a notificação sempre que um novo vídeo for publicado !

ps: alguém perceberá o easter egg existente no vídeo ? 🙄

Tá, mas e o Colchão de Segurança ? Posso colocar essa grana nos bancos “pequenos” ?

Pergunta:

Boa tarde Zé.

Chegando agora ao clube…

O que acha de manter boa parte desse colchao em um CDB com liquidez diária de um banco médio que paga acima de 100% do CDI ?

Abs

Resposta:

Bom dia Michel,

Aproveitando o gancho do post de ontem, vou responder a um questionamento que já está há alguns dias na minha caixa de entrada. Como eu ainda não tinha falado sobre os bancos que pagam mais de 100% do CDI, não tinha como responder a essa parte mais específica. 😉

Mais uma dúvida importante em relação ao tão necessário Colchão de Segurança. 😀

Como vimos, existe sim um fator de risco nos investimentos feitos em bancos que costumam oferecer rendimentos acima de 100% do CDI. Um risco “seguro” (por causa do FGC) e que pode ser facilmente contornado administrado. (fica melhor, hehehe)

Indico que você faça a leitura do post “Vale a pena investir em bancos menores que pagam mais de 100% do CDI ?” antes de prosseguir. Ok ?

Pronto ? Continuando … 🙂

Há o risco de perda. Há o seguro do FGC. Tudo certo … Mas no Colchão de Segurança temos a necessidade do que mesmo ? Sim, segurança. Justamente por isso que costumo indicar, sempre, que você faça uso de investimentos que tenham boa liquidez, que não tenham limitação de tempo para o resgate, que não apresentem características de renda variável (como é o caso do Tesouro IPCA e do Tesouro Prefixado), em suma: que sejam seguros e estejam na mão.

E sabedores disso, a pergunta é completamente pertinente. Se não podemos nos dar ao luxo de não termos liquidez do valor aplicado … podemos correr o risco de investir em um banco menor, mesmo com o risco de vê-lo quebrar ?

Olha … eu acho que sim. 😯

Continue lendo …

Os juros caíram para 12,25%, como fica o meu plano de aposentadoria ?

 

É … não será por falta de avisos que você será pego de surpresa. 🙂

O mercado já vem “adiantando” há meses que o nível de juros que vinha sendo praticado não seria justificável por muito mais tempo. 14,25% ao ano, os tão desejados 1% ao mês (depois do IR) ficaram no passado e cada vez mais distantes …

Na reunião do COPOM desta semana, foi decidido que a SELIC viria para 12,25% ao ano, um corte de 0,75pp em relação à taxa até então praticada. Alguns apostavam (literalmente) num corte de 1pp, mas o BC seguiu o que vinha falando e manteve o ritmo de 0,75pp. Um corte muito bem-vindo, obrigado. 😉

Adeus 1% ao mês …

Foi bom enquanto durou, diriam os saudosistas. A taxa de 1% ao mês é aquela facilita as contas, que agrada ao bolso, e que soa redondo para quem ouve. Mas … além disso: era uma taxa que facilitava atingirmos objetivos futuros de maneira mais “simples”.

Está pronto para rever seus cálculos e no lugar do 1% que estampa a sua projeção de valorização, colocar – por hora – 0,85% ao mês ? É … este é o rendimento (aproximado) que uma aplicação em renda fixa que gere 100% do CDI passa a entregar neste momento. Isso se ela já tiver 2 anos de vida. Se for mais nova, a coisa fica ainda mais complicada …

Mas como estamos de olho em nossa aposentadoria, assumiremos que é uma aplicação mais madura e que nos gera um IR de apenas 15% sobre o lucro. 😉

Acha que é pouco ? Use o nosso simulador de rendimentos e veja a diferença que este “desconto” faz em apenas 10 anos …

Em uma aplicação de R$100 mil, a perda de rendimento em 10 anos de uma aplicação que entrega 0,85% ao mês, quando comparada com uma que proporciona um rendimento de 1%, é de “apenas” R$50 mil … Pouco né ? Não faz diferença alguma … 🙄

Mas não fique triste, pois a tendência é que este retorno seja ainda menor …

Muitos já apontam SELIC e um dígito no final de 2017, uma diferença brutal para a valorização de suas reservas destinadas à aposentadoria. Se uma queda de 14,25% para 12,25% fez o que fez (1% para 0,85%), imagine se formos mesmo para os 9% … 8% ao ano. 😯

É, alguma coisa precisa ser feita. Definitivamente …

É hora de colocar “pimenta” !!

E por pimenta, leia-se risco. 😉

Sim: se você deseja obter um rendimento um pouco melhor, para acelerar o seu processo de acumulação visando a sua aposentadoria, ou então proporcionando a possibilidade de aportes um pouco menores, será necessário que você encontre aplicações que rendam um pouco mais. E como isso não será mais possível de ser encontrado na renda fixa, somente a inclusão de uma pitada de renda variável poderá fazer isso.

Sim: você precisará deixar a segurança e conforto da casa da sua mãe renda fixa e partir para o mundo real a renda variável.

Não, não estou dizendo para você mergulhar de cabeça na renda variável. Não, não estou dizendo para você acabar com a sua aplicação segura, na renda fixa, pegar todo o dinheiro e colocá-lo em ações. Mas … um pedaço deste bolo … talvez. 🙂

Continue lendo …

Quando poderei sacar o meu FGTS e de que forma usá-lo ?

Yeahh !!! Aleluia irmãos, o governo finalmente divulgou o calendário para o resgate das contas inativas do FGTS !! 😀

Demorou … Furaram a programação inicial … Mas, finalmente, temos ele !

Até fiz um vídeo sobre o assunto para compartilhar a informação de forma mais rápida. Já viu ? Ou melhor … já assinou o nosso canal ? 😉

A ideia do governo era de disponibilizar a grana, para todas as pessoas que têm direito ao saque das contas inativas do FGTS, ainda no primeiro semestre. Quaaase conseguiram … O último lote, para quem nasceu em dezembro, será liberado em julho.

Será praticamente uma operação de guerra, pois o volume de dinheiro (e de pessoas que irão atrás dele) é gigante. Por exemplo, as agências da Caixa terão seus horários expandidos durante esta semana para poder fornecer mais informações aos cotistas do fundo. No próximo sábado, dia 18, quase duas mil agências ficarão abertas para facilitar ainda mais o acesso à informação. 🙂

Inicialmente foi levantada a hipótese de que haveria um plantão aos sábados para o período de saques/resgate também. Mas não vi nenhuma confirmação sobre isso … Outra possibilidade (não sendo 100% confirmada) foi a de que quem tem conta na Caixa não precisaria “fazer nada”. O saldo da conta inativa do FGTS seria transferido automaticamente para quem se enquadrasse nesta condição.

Se você está na dúvida se tem, ou não, direito a parte destes R$30 bilhões, confira neste post como proceder para obter essa informação. Não custa nada e você pode ter alguma graninha lá parada sem nem imaginar que tinha …

Mas … vale a pena sacar o dinheiro do FGTS ?

Nem ouse pensar duas vezes ! O dinheiro “aplicado” no FGTS rende pouco, muito pouco. Apenas 3% ao ano ! 😯

Portanto … Qualquer coisa será melhor do que deixar ele lá parado … sendo devorado pelo dragão.

A grana vem em boa hora, num momento em que a economia está completamente parada. Seja qual for o destino dado ao dinheiro, ajudará a roda a se mover de alguma forma …

A dúvida “se deve sacar” não deve existir. Mas … a de “o que fazer com este dinheiro” é natural e bem-vinda. Gostaria de algumas sugestões ? 😉

O que fazer com o dinheiro da minha conta inativa do FGTS ?

Continue lendo …