Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Compro um pozinho, vendo por R$1 e fico com o lucro. Ou tem alguma complicação ?

Pergunta:

Oi, parabéns pelas explicações!

Tenho uma dúvida, supondo que eu tenha apenas R$ 100,00 em carteira e neste mês estou de olho numa ação que está cotada em R$ 19,00 (+/-), então, se eu comprei 1000(mil) opções (call) dessa ação à R$ 0,05 com o preço de exercício em R$ 21,00 para o vencimento no mês seguinte, paguei pelo meu direito de call R$ 50,00, certo? Antes do vencimento, por exemplo, a ação já se encontra cotada em R$ 23,00 e as minhas mil opções estão agora valendo R$1,00 cada, como eu não tenho condições de ter o valor ($) do exercício em carteira no dia do vencimento, eu poderia encerrar a minha posição destas opções atuais, vendendo-as no HomeBoker e lucrando R$ 1000,00 menos os R$ 50,00 iniciais + corretagens ??

Eu estaria apenas cedendo o meu direito à outra pessoa e lucrando com a variação das minhas opções de call, certo?

Não teria complicação de nenhum tipo ?

Obrigado pela paciência e atenção!

Sucesso!

Resposta:

Opa ! Tudo certo Victor ? 🙂

Exatamente isso !! Ao revender as Opções que você comprou, repassaria os direitos atrelados a ela à pessoa que comprou de ti. E não, não teria complicação alguma com o processo …

Mas … (sempre tem um mas, hehehe)

Existe um detalhe importante na simulação. Um “erro” conceitual, por assim dizer. 😉

Digamos que você comprou a opção por 5¢. Perfeito. O strike dela fica nos R$21. Perfeito. Antes do exercício, o papel chega nos R$23 e a opção que você comprou por 5¢ está agora por R$1 … NÃO !!! Ela não estará valendo R$1 …

Não, ela estará valendo no mínimo R$2 !! 😀

O valor de uma opção é formado por duas partes: o valor intrínseco e o valor extrínseco. VI e VE, respectivamente. O valor intrínseco, nada mais é do que a cotação da opção – o strike dela. Como está valendo R$23 e o strike é de R$21, o valor intrínseco da opção, é de R$2. Já o valor extrínseco da opção é formado pela “gordura” da opção. O tempo e a volatilidade se encarregam de criar esse valor. O VE é igual à cotação da opção – o VI. Por isso disse que a tua opção estaria valendo no mínimo R$2. 😉

Como a cotação da ação mãe é superior ao strike, a opção sempre terá valor intrínseco, valor real. Pode não ter mais VE algum, mas VI ela precisa ter.

Então, no teu exemplo, a opção que tu comprou por 5¢, estaria valendo no mínimo R$2. Os teus R$50 teriam se multiplicado e estariam valendo R$2 mil ! 🙂

Mas … isso é raro de acontecer. 🙁

É o que falo no post “Opções: O que é melhor, rendimento modesto e constante ou uma rara explosão ?“. Mesmo sendo algo raro, pois o papel precisa se mover fortemente, de forma rápida, na direção do teu strike, é o tipo de operação que a maioria das pessoas escolhe para começar no mundo das Opções.

Justo a operação que apresenta as menores chances de lucro …

Mas voltando à tua pergunta, a ideia é justamente essa: compra por 5¢, revende por “R$2” e fica com o lucro, se desligando de todas ligações com o contrato adquirido. 😉

Aos que se interessaram pelo tema, convido para conhecer o Double PUT Double CALL, o meu curso de Opções. Onde, além de apresentar a teoria delas, compartilho a minha estratégia de investimento em Bolsa. 😉

Espero ter te ajudado. 🙂

Abraços !