Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

“Estou começando e não sei qual corretora escolher”

Pergunta:

Olá, meu nome é Kelli Freitas e sou consultora de atendimento da rede hoteleira da Bahia.

Eu tenho lido sobre bolsa de valores e apesar de saber que talvez eu leve o maior jeito pra isso, não tenho idéia nenhuma sobre como começar, que tipo de corretora procurar, se há bancos como Caixa Econômica que tem esse tipo de corretora etc. Sou completamente leiga do assunto. Poderia me ajudar com qualquer informação de como começar?

Adorei o blog e foi o que me deu esse up para sair da inércia.

Ficarei ansiosa por resposta. Obrigada.

Resposta:

Bom dia Kelli,

A escolha da corretora é realmente uma das etapas mais importantes do processo de investimento em Bolsa.

Não, você não pode escolher “qualquer uma”. Precisa estar atento a alguns pontos, a alguns serviços por elas oferecidos, para ver se é realmente o que você precisa.

Tanto é importante que este é um assunto que volta e meia é abordado aqui no Clube. 🙂

Cito dois textos em especial:

– Qual corretora escolher para operar ?
– Zé, por que você usa a corretora do seu banco ?

No primeiro falo sobre o “todo”. No segundo uma particularidade em relação a minha escolha. 😉

Sugiro que você leia os dois, apresento aspectos importantes que devem ser levados em consideração na hora de “filtrar” as alternativas existentes.

A Caixa oferece o serviço de compra e venda de ações … Mas, sinceramente ? Não conheço ninguém que opere através deles … 🙁

Não sei te dizer se é um serviço oferecido pela própria Caixa (ou se é “terceirizado”), se é de qualidade, etc etc etc

Outra indicação de leitura, já que você disse que está começando, é do meu e-book. Nele falo sobre o meu início no mercado. Acredito que os primeiros capítulos possam te ajudar. 😉

Antes de encerrar só gostaria de destacar uma coisa dita por ti: “sair da inércia“. Parabéns ! Este é o passo mais importante da jornada, e na grande maioria das vezes o mais difícil. Tendemos a manter as coisas como estão, nos acomodando com a situação (seja ela boa ou ruim), criando mil e uma justificativas para não seguir em frente.

O primeiro passo sempre é o mais complicado … Depois dele, basta darmos o segundo, o terceiro, e assim sucessivamente. Um passo de cada vez … Um passo de cada vez. 😀

Espero ter lhe ajudado ! 🙂

Abraços !