Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Juros para o consumidor caindo ! (ao menos nos bancos estatais)

Como provavelmente você já tenha visto, os bancos estatais – Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal – “adotaram” uma estratégia agressiva: cortaram as taxas de juros drasticamente. “Adotaram” porque foram “convidados” pelo governo federal para realizar tal ação.

Sim, quando falo drasticamente é drasticamente mesmo. Coisa de 2% para o crédito pessoal e menos de 4% para o rotativo do cartão de crédito, e ainda pouco mais de 1% para o cheque especial. É uma diferença para o que você está acostumado a ver ou não é ? 😯

Muita, muiiita diferença.

Isso é muito bom !

Essa é uma ótima notícia, boa mesmo. Aquele tipo de notícia que esperamos ouvir desde sempre. Cheque especial com apenas 1% de juros ao mês ? cartão cobrando menos de 4% para a “rolagem” da dívida ? Para muitos isso é um verdadeiro sonho, e por isso é bom. Já pensou naquelas pessoas que estão enforcadas em dívidas e que até agora só encontravam taxas próximas a 10% ao mês ? Nossa senhora … para estas pessoas a notícia deve ter caído dos céus ! Muitas das respostas que dei nos últimos dias no “Pergunte ao Pai Rico”  precisarão ser reescritas, hehehe. 😉

Essa é uma notícia maravilhosa se você tem aquela dívida incomoda no cartão de crédito e a vê crescendo “sem expectativa” de quitação. Use o crédito que o BB ou a CEF está oferecendo e pague a dívida atual ! Será uma ótima troca, perfeita para dizer a verdade. Mudar a taxa de correção de 10% ao mês para 2% é algo inexplicável, faça uma simulação em nossa calculadora e veja quão benéfica é essa troca.

Isso é muito ruim !

Mas sabe … toda notícia tem um lado bom e um lado ruim … Já imaginou o que poderá acontecer com essa redução tão grande nas taxas ? Consegue imaginar como o consumo aumentará por essa redução ? (e é justamente isso que o governo pensou ao “solicitar” a redução delas)

O problema é que muita gente ainda não está preparada para o consumo com taxas mais baixas, basta ver o que aconteceu na hora que diminuíram as taxas cobradas nos financiamentos veiculares … a frota cresceu, cresceu, cresceu … demais, descontroladamente … e junto trouxe o quê ? Um aumento na inadimplência …

Já imaginou o que poderá acontecer se as pessoas começarem a usar estas taxas tão atrativas para consumir, como se não houvesse amanhã ? 😯

Um comparativo que sempre me vem à mente nestas horas foi o momento em que reduziram o valor máximo da multa a ser cobrado pelas taxas de condomínio em atraso. Antes, a multa era de 10% ao mês. As pessoas pagavam em dia, afinal se não estivessem em dia a bola de neve cresceria numa velocidade surpreendente. O que aconteceu na hora em que a multa máxima foi alterada para 2% ao mês ? Muitos – mas muitos mesmo – condomínios penando para manter as contas em dia por causa de muitos condôminos que não pagam em dia justamente por ter uma multa tão baixa, sem oferecer risco algum. (não terá a luz cortada, ou o celular não parará de funcionar, ou a internet não ficará fora do ar; caso não paguem em dia)

Por ter uma taxa baixa as pessoas colocaram o pagamento da taxa de condomínio para o final da fila de prioridade das contas a serem pagas. Será que não vai ocorrer a mesma coisa com estes empréstimos com taxas tão convidativas ? Para ajudar os bancos estatais são os que têm os clientes de maior risco … (meio contraditório isso, não é mesmo ?)

A bola é minha e eu mando no jogo !

Como disse, o corte das taxas foi um “convite” do governo federal aos bancos BB e CEF. A CEF é um banco 100% federal, ele manda e ponto final. Já o BB …

O BB é um banco “misto”, tem ações em poder do governo e do público em geral. Então a ordem dada pela presidência traz custos aos acionistas minoritários, prejudica a ponta mais fraca … Onde foi mesmo que já vi isso acontecendo … Ahh, é verdade … a Petrobras está mantendo o preço dos combustíveis em níveis artificialmente “baixos” para conter a inflação … sem se preocupar com o custo disso para a empresa. O prejuízo que isto está gerando para a empresa é grande. A área de abastecimento apresentou um prejuízo de aproximadamente R$ 10 bilhões em 2011 por isso ! (R$ 9,955 bilhões …)

Já imaginou o que essa ótima notícia poderá gerar nos resultados do Banco do Brasil ? …

Como disse a notícia é ótima ! Ajudará muita gente, tirará a corda do pescoço de muitos ! Mas a notícia também será péssima ! Afundará muita gente, atirará muitos às dívidas (que poderão fugir do controle).

O melhor a ser feito ? Usar a mudança a seu favor. Use a sua Educação Financeira à seu favor ! 😀