Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

O que o Zé faz para ganhar dinheiro na Bolsa de Valores ? (V)

O problema que irei relatar, felizmente, não é mais tão comum de ser encontrado quanto foi no meu início … afinal hoje a bolsa já se popularizou e em qualquer boteco o papo entra na roda: Falar sobre bolsa … com quem ?

Sim … naquela época este era um dos maiores problemas enfrentados por quem operava. Ninguém falava sobre o assunto, era quase tabu. Ninguém se interessava pelo assunto, afinal somente “milionários” tinham permissão para investir em bolsa … infelizmente era assim que a grande maioria enxergava o tema. Mas também não era por menos, o número de investidores era “ridículo”, pouquíssimas pessoas investiam. Quando encontrávamos alguém para conversar, era sempre o mesmo grupo …

Na universidade

Como opero desde “muito novo”, a época de universidade fez parte do meu início como investidor em ações. Nos laboratórios de informática, enquanto todos se direcionavam para as salas de bate papo, eu me dirigia aos sites que apresentavam cotações (com atraso, 15 minutos, mas graças a uma ou outra gambiarra eu conseguia cotação online, hehehe). Quando meus amigos viam o que estava na minha tela olhavam com aquela cara “mas o que é isso ?!?“, e quando explicava a cara piorava, mudava para uma “ah claro, dinheiro pra isso nem pensar …

Eu sempre tentava apresentar o mercado, as possibilidades que ele gerava, mas normalmente era em vão. O assunto que gostavam mesmo era futebol … o futuro, principalmente o financeiro, ficava longe … literalmente para o futuro.

Tirando uma chance ou outra, o tema ações dificilmente era tratado lá no campus. Uma pena … afinal “com a cabeça tranquila, sem a pressão do dia a dia” (tirando as deliciosas provas que somente um curso de Engenharia Elétrica pode proporcionar), o aprendizado teria sido bem mais tranquilo e proveitoso. O assunto só começou a ser abordado já no final do curso, praticamente na formatura (afinal tínhamos acabado de passar por 2003 e toda a alta que ele nos trouxe).

Quando comecei a falar de verdade com eles sobre isso ? Só nas festas em comemoração ao aniversário de formatura. Tudo bem, agora a maioria já tinha uma sobra de caixa para investir, o investimento em si já estava totalmente popularizado, e a promessa de dobrar o capital a cada ano (afinal de contas foi quase isso que aconteceu de 2003 pra cá …) servia como combustível para despertar o interesse até mesmo dos mais receosos.

Entre os amigos

Praticamente a mesma coisa que na universidade … o papo era proibido. Quando eu tentava puxar o assunto já vinham dizendo “xi, lá vem ele de novo com esse papinho” …

Mas nesse grupo a forçação de barra valeu a pena. 🙂

Pergunte quantos de meus amigos não investem (ao menos um pouco) em bolsa ? 😀

Não existe um único encontro onde o papo não passe pelo assunto ações. Mais uma vez … foi a popularização ou a sobra de caixa … ? Até acho que foi a popularização, porque a sobra de caixa sempre existiu ali.

A criação do Clube

E por incrível que pareça, o Clube do Pai Rico foi criado justamente por isso. Eu pretendia reunir num só lugar o material que tinha sobre ações, apostilas, textos, gráficos … tentava passar um ou outro conceito que já conhecia …

O grupo foi crescendo … crescendo … crescendo … e hoje somos mais de 2.000 pessoas que se “encontram” diariamente para falar sobre este e outros assuntos ligados ao tema investimento. Desde o início tentei priorizar a conversação entre os visitantes (através do fórum ou dos comentários) como forma de facilitar o aprendizado. Trocar experiências é fundamental nesta etapa, afinal, desta forma, podemos conhecer diferentes formas de encarar a mesma coisa.

Fiz isso justamente por ter sentido a dificuldade que é querer conversar sobre o assunto e não encontrar companhia. 🙂

Dificilmente você enfrentará a sensação de se sentir um “estranho no ninho”, afinal tem um porto seguro caso “sofra do mesmo mal” que sofri. Caso seja o seu caso, incentive seus amigos a conhecer o assunto, indique leitura, fale com eles, force a barra de vez em quando, hehehe. No futuro, garanto, eles te agradecerão.

Abraços ! E acompanhem semanalmente a série. Aconselho a todos que assinem o Feed RSS e o Twitter, pois desta forma serão sempre avisados quando um novo texto for publicado. Ah ! e uma boa notícia, a partir da semana que vem começarão os textos detalhando as ferramentas técnicas que uso. 🙂

Outros textos desta série:

Um resumão de tudo o que já passei

Não sabendo de nada, segui os outros …

A minha escolha: Análise Gráfica !

STOP !!