Clube do Pai Rico
Participe agora mesmo!

Iniciando seus Investimentos: a série

Essa foi uma série de posts que publiquei aqui no Clube há alguns anos, um dos primeiros trabalhos nesta linha que surgiu na web. Oh que orgulho ! 😀

Alguma coisa até precisa de uma atualizada … que em breve será feita. Mas para facilitar o seu estudo, e seu acesso à informação, achei por bem republicar o roteiro a ser seguido, por ordem cronológica de publicação.

Prato cheio para quem está no começo da jornada, mas também para quem quer rever algo das antigos. 😉

Pois bem, eis aqui os “trocentos” textos da série: Iniciando seus investimentos. Tenha uma boa leitura. 🙂

I – Ganhar mais do que Gasta

II – Encontrar novas Fontes de Renda

III – Dinheiro é Dinheiro e PRONTO !!

IV – Aprenda a gastar com responsabilidade

V – Pra que pagar juros ?

VI – O lucro é diretamente proporcional ao risco

VII – Renda Fixa ou Variável ?

VIII – Aprenda a gostar de matemática

IX – Capital disponível Vs O investimento ideal

X.a – A Poupança

X.b – Os Fundos de Renda Fixa

X.c – O Tesouro Direto

X.d – O CDB

XI – A Conta Investimento

XII – A Bolsa de Valores

XII.1 – O que é ?

XII.1.a – As formas de bonificação

XII.1.b – Os lotes de negociação

XII.2 – O que é preciso para começar ?

XII.3 – Quais ações devo negociar/acompanhar ?

XII.4 – Análise Técnica Vs Análise Fundamentalista

XII.4.a – Análise Técnica para o longo prazo ?

XII.5 – Prazos de investimento

XII.6 – O que é preciso ?

XII.7 – Onde operar ?

XIII – Cuidado com os conselheiros de plantão

XIV – Outras alternativas de investimento

XV – Seria hora de rever seu nível de risco ?

XVI – Pagar dívidas ou investir

XVII – Ações Vs Fundo de Ações

XVIII – Como estão as coisas ?

XIX – De olho nas dicas !

XX – Fale sobre o assunto !

XXI – A importância da leitura na Educação Financeira

XXII – Revendo seus investimentos …

Iniciando seus Investimentos – Parte XXII

Bom dia pessoal, hoje falaremos sobre uma coisa fundamental para seus investimentos: Acompanhar o desempenho, e caso o resultado apresentado não seja o “ideal”, rever seus conceitos.

Bom, após tudo o que já foi apresentado neste espaço, vocês já puderam ter uma noção das formas de investimentos existentes, bem como uma ideia em relação ao resultado que poderá ser obtido nelas.

Vocês já entenderão o que estou querendo dizer.

Por exemplo, você decidiu partir para o investimentos em ações. Estamos em um período onde até pedra jogada pra cima continua subindo, hehehe. ( desculpem o trocadilho … mas é +- isso que vem ocorrendo na Bolsa, o que por sinal me assusta ! )

Você como todo bom investidor faz um acompanhamento de seus rendimentos médios, mensais, e vê que vem obtendo um retorno médio de 1% ao mês. É um bom resultado ? É … mas o problema, é que um investimento em bolsa que vem apresentando esta média de retorno não está “indo bem”. Este é um rendimento muito próximo ao obtido em um investimento em Renda Fixa, que apresenta risco próximo a zero. Já na bolsa … o risco é bem mais elevado.

Portanto, se o risco é mais elevado … o retorno “tem” que ser mais elevado !

Entendeu onde quero chegar ?

Se é para receber um rendimento de Renda Fixa, vá para a Renda Fixa !! Não fique correndo o risco de perda, que existe na bolsa, para ganhar o que se ganha em outro investimento que “não há risco”.

– Estou dizendo para quem vem ganhando 1% ao mês em bolsa desistir dela ?
Não.

Continue lendo …

Iniciando seus Investimentos – Parte XXI

Hoje falaremos sobre um tema que considero super importante para quem deseja aprofundar seus estudos na área da Educação Financeira. A ideia de abordar este tema aqui no “Iniciando seus Investimentos” foi dada pelo membro de Clube Mauricio Katayama, obrigado pela sugestão amigo. 😀

Há algum tempo falei sobre a importância de participarmos de palestras buscando informações e novidades tanto para a Educação Financeira, quanto para obtermos novas ideias para novos negócios ou formas de investimento. A palestra é uma ótima ferramenta, pois o contato com o palestrante ajuda muito no aprendizado. Mas de uma coisa não podemos duvidar: O poder da leitura sobre a Educação Financeira é “infinito”.

Por que “infinito” ?

Você já viu a quantidade de livros que existem ? Já viu a diversidade de temas apresentados ? A quantidade de ótimos autores ? Um outro ponto a favor dos livros, é o fato que você pode leva-los para qualquer lugar, com isso você não fica dependendo de que alguém apareça com um curso/seminário/palestra sobre um assunto que te interessa.

Um outro ponto muito importante a favor dos livros é o fácil acesso. Livrarias existem em praticamente todas as cidades, e desde a explosão da Internet, ela existe SIM em qualquer lugar. Além é claro das diversas publicações digitais que circulam por todos os cantos da Internet. Um único porém: Não me refiro a cópias digitalizadas de livros, infringindo os direitos autorais dos mesmos, me refiro a publicações feitas com o propósito de abordar temas específicos como artigos, colunas, teses …

Uma linha que considero muito interessante, e que ajuda muito no aprendizado são as Biografias, livros onde podemos aprender um pouco mais sobre grandes nomes, desde sua origem, sua formação, até detalhes mais aprofundados de suas vidas, tanto pelo lado pessoal quanto pelo profissional. Infelizmente aqui no Brasil esta não é uma prática muito comum … Não são tantos os livros dedicados a casos de sucesso. É mais fácil encontrarmos uma Biografia de uma “celebridade” do que de um empresário ou investidor de sucesso. Mas isso é questão de cultura … quem sabe isso ainda muda …

Continue lendo …

Iniciando seus Investimentos – Parte XX

Este é um tema que para nós Brasileiros é encarado meio que como um tabu: Falar sobre dinheiro.

Para muitos, falar sobre dinheiro, finanças, investimentos … é uma coisa feia, não se deve tratar do assunto. Se for na hora das refeições então … é um pecado !

Na minha opinião, este é um dos principais motivos para a atual situação financeira da maioria dos brasileiros. Se falar sobre isso é pecado, como isso fará parte do seu dia-a-dia ? Somente falando sobre o assunto é que ele será uma coisa normal.

São poucos os lares onde o tema é abordado normalmente, a qualquer momento, sem restrição alguma. São poucos os grupos de amigos onde existem debates sobre investimentos, “é tão mais legal falar de futebol” … Nada contra, mas porque finanças não pode se tornar um tema tão corriqueiro como futebol ?

Quem aqui nunca foi interrompido ao iniciar um bate papo sobre dinheiro ?

“Ah, eu não tenho dinheiro para investir, ganho muito pouco, portanto não quero falar sobre isso”, ou então: “Quando eu tiver um dinheirinho sobrando voltamos a falar”, ou pior ainda: “Lá vem o Tio Patinhas falando sobre isso …”

O tema finanças é algo que precisa ser discutido, precisa ser tratado como se fosse a coisa normal que é. Precisamos trocar ideias sobre o assunto para que novas ideias surjam, para que ideias erradas sejam ajustadas, para despertar o interesse dos que ainda não se interessam.

Continue lendo …

Iniciando seus Investimentos – Parte XIX

De olho nas dicas !

Este é um tema que falo, sempre falei, e nunca cansarei de falar: Dicas. Cuidado com as Dicas. Esqueça das Dicas. Não vá atrás de Dicas. Opere sem seguir Dicas. Quer uma Dica ? Fuja delas !

Isso mesmo, parece meio radical, mas é um dos melhores conselhos que alguém pode te dar. Se quiser, você poderá encarar isso como uma Dica, hehehe.

Por que gosto de insistir tanto neste ponto ? Porque já vi, e vejo, muitas pessoas que se viciam nelas. Muitas pessoas que só conseguem operar após receber uma “Dica”. Pessoas que até hoje esperam “a” Dica. Pessoas que não se perdoam por não ter seguido uma Dica. Pessoas que confiam demais em Dicas. Você acha que uma pessoa que opera desta forma é realmente um operador ? Ou ele é apenas um mero seguidor de Dicas ?

Uma pequena relação de motivos para não seguir Dicas:

– Você não sabe qual é a real intenção da pessoa ao te passar esta dica;

– Você não sabe se a dica é realmente “quente” ou é apenas um chute, ou alguma coisa muito pior;

– Você fica viciado nelas, fica sempre querendo mais;

– Você não aprende a operar, fica sempre esperando que mais uma dica seja passada, para que ai sim você opere …

Posso dizer que conheço muitas e muitas pessoas que se encaixam perfeitamente neste perfil. Muitas. Pessoas que já falei inúmeras vezes para esquecerem isso, que deviam aprender a operar por si próprias, confiar no seu método, no seu feeling, nas suas operações.

Continue lendo …