Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

O que é e como funcionam os dividendos das ações ? (da forma mais simples possível)

Pergunta:

Olá Zé, tudo bem?

Gostaria de entender melhor como funciona os \’dividendos\’ das ações. Como é feito o pagamento? o valor pago é percentual do valor da ação?

Se você puder fazer um post explicando de forma simples, ou então dar exemplo de alguma estrategia seria muito útil.

Desde já agradeço, um abraço

Resposta:

Bom dia Rodrigo,

Como dito, tentarei falar sobre o tema (o que são os dividendos) da maneira mais simples possível. 🙂

O dividendo nada mais é do que a distribuição de lucros de uma empresa. O normal (tirando na época da explosão da bolha das .com, onde surgiu um novo normal) é que as empresas existam e trabalhem para ter lucro. É o lucro que move os negócios.

Toda a empresa tem suas atividades, tem seus funcionários, paga seus salários, compra os produtos que são necessários para desempenhar suas atividades, oferece seus serviços e produtos ao mercado, recebe por isso, paga seus impostos, etc etc etc. No final das contas é visto quanto foi gasto e quanto foi ganho. Se o resultado final é positivo, tem-se lucro. Se negativo, prejuízo. Simples.

Como dito, o ideal e desejado é que as empresas tenham lucros. Lucros que poderão ser destinados à própria empresa, sendo reinvestidos em melhorias que poderão fazer com que a empresa cresça e traga resultados ainda mais interessantes. Mas parte deste lucro também é destinada aos sócios, aos proprietários delas. Este lucro é entregue a eles como forma de “retribuição” pelo o que eles investiram na empresa. Seja em forma de dinheiro propriamente dito (para a criação dela), ou pelo trabalho exercido nela.

Quando falamos em ações, estamos falando também do mesmo assunto. Quem tem ações de uma empresa é sócio dela. É sócio, e tem todos os direitos (e alguns deveres) relacionados a ela. A distribuição dos lucros é uma das que mais agrada a uma grande parcela dos investidores. Especialmente na forma de dividendos. 😀

Por quê ? Simples: o dividendo é a forma mais “pura” de distribuição de lucros de uma empresa. Uma distribuição isenta de tributação (um abraço Imposto de Renda !!), e que vai diretamente para o bolso dos acionistas. Sim, isento de IR !! Afinal de contas a empresa já honrou com seus compromissos, pagou os impostos devidos, e o resultado final, o lucro, já está livre de tudo isso, podendo ir diretamente para seus donos. 😉

A forma com que o dividendo é distribuído é bem simples também: vê-se qual é a participação do sócio na empresa, pega-se o valor a ser distribuído na forma de dividendos e cada um recebe a proporção que lhe é de direito. Por exemplo. Digamos que uma empresa tenha 1.000 ações, e você tem 23 ações. Não importa qual tenha sido o valor pago por elas, tampouco o quanto elas estejam valendo no mercado. Você tem 23 ações e ponto final.

Continue lendo …

Calendário de feriados de 2021 para a Bolsa de Valores – BOVESPA/B3

A B3 divulgou o calendário oficial da Bolsa para o ano de 2021 com os feriados nacionais, municipais e estaduais que irão influenciar o decorrer dos negócios para o ano. 😉

 

Feriados para a Bolsa de São Paulo – Bovespa/B3

1º de janeiro, sexta-feira – Confraternização Universal

25 de janeiro, segunda-feira – Aniversário de São Paulo

15 de fevereiro, segunda-feira – Carnaval

16 de fevereiro, terça-feira – Carnaval

2 de abril, sexta-feira – Paixão de Cristo (Sexta-feira Santa)

21 de abril, quarta-feira – Tiradentes

3 de junho, quinta-feira – Corpus Christi

9 de julho, sexta-feira – Revolução Constitucionalista

7 de setembro, terça-feira – Independência do Brasil

12 de outubro, terça-feira – Nossa Senhora Aparecida

2 de novembro, terça-feira – Finados

15 de novembro, segunda-feira – Proclamação da República

24 de dezembro, sexta-feira – véspera de Natal

31 de dezembro, sexta-feira – Ano Novo

 

Lembrando que no dia 17 de fevereiro, quarta-feira, os negócios têm início somente às 13h, por conta do “feriado” de quarta-feira de cinzas.

 

Ah, você ainda não investe na Bolsa ? Acho que 2021 deveria ser aquele ano que ficará marcado na sua história como sendo o ano de estréia … O que acha ? Se precisar de alguma ajuda para dar o primeiro passo, indico o meu curso, o “Minha primeira vez na Bolsa“.

 

Além disso, os feriados que acontecerão nos EUA e que consequentemente fecharão as torneiras aqui in terra brasilis. 😀

(sim, eles praticamente movem o mercado … um dia sem negócios nos EUA é um dia completamente parado por aqui)

 

Feriados para a Bolsa de Nova York

1º de janeiro, sexta-feira – New Year´s Day

18 de janeiro, segunda-feira – Birthday of Martin Luther King

15 de fevereiro, segunda-feira – Washington´s Birthday

2 de abril, sexta-feira – Good Friday

31 de maio, segunda-feira – Memorial Day

5 de julho, segunda-feira – Independence Day

6 de setembro, segunda feira – Labor Day

11 de outubro, segunda-feira – Columbus Day

11 de novembro, quinta-feira – Veterans Day

25 de novembro, quinta-feira – Thanksgiving Day

24 de dezembro, sexta-feira – Christmas Day

31 de dezembro, sexta-feira – New Year’s Day

 

Conseguiu reparar que a grande maioria dos feriados americanos “cai” numa segunda-feira ? Que baita coincidência, não é mesmo ?

Não, não é ! É proposital !! Justamente visando obter um ganho de produtividade, evitando desta forma o efeito “vamo emenda ?” tão conhecido por todos nós … 🙄

 

Hora de se programar !

Para quem trabalha com Bolsa, para quem vive dela, é hora de preparar sua agenda de 2021. 😉

É hora de se programar, saber quando estará disponível para fazer alguma coisa fora das rodas de negociação.

Para quem somente investe … é importante do mesmo jeito ! Você precisa saber quando as portas estão abertas para você negociar suas posições. 😀

Fui exercido em uma opção PUT que vendi, como fica o cálculo do imposto ?

Pergunta:

Olá Zé. Tudo bem?

Será que você pode me ajudar com uma dúvida a respeito do imposto de renda em opções?

Minha dúvida é a seguinte, se eu fizer a venda de uma Put e no vencimento ela \”virar pó\” pagarei 15% de imposto (operação não day trade) sobre o valor recebido menos os custos da operação, estou certo?

Caso eu seja exercido na data de vencimento pelo valor do strike da opção como fica o calculo do imposto?

Você poderia me ajudar com esta questão?

Abraços,
Kelson

Resposta:

Bom dia Kelson,

Exatamente ! 🙂

Se você vender uma opção, seja ela CALL ou PUT, e ela acabar virando pó (não der exercício nela), você deverá pagar 15% de IR sobre o lucro da operação: valor recebido pela venda – custos operacionais. (corretagem, emolumentos …)

Agora … se ao invés da PUT virar pó, e você acabar sendo exercido nela, a coisa muda “um pouco“.

Existem duas possibilidades:

#1 Você ser exercido e manter as ações em carteira

As ações adquiridas via exercício das PUTs deverão ser incluídas na sua carteira e formar preço médio junto a elas. A única diferença é que o preço de aquisição destas ações (específicas) será: preço de exercício da opção + custos operacionaisvalor do prêmio da opção (o valor obtido com a venda das opções no início da operação)

Lembra que sempre digo que a venda de PUTs é uma compra de ações com desconto ? 😉

#2 Você ser exercido, comprar as ações via exercício e revendê-las no mesmo dia

Neste caso, o cálculo do ganho líquido será: valor obtido com a venda das ações + valor do prêmio da opçãopreço de exercício da opção.

E sim, a mesma conta é válida para o caso de você fazer a venda no mesmo dia com prejuízo. 🙂

Ah !! Não se esqueça: vender as ações exercidas no vencimento de opções PUT não é considerado daytrade. Neste post falo sobre o caso do exercício de CALL, mas a lógica é a mesma, só invertida.

E só lembrando: quer se aprofundar no estudo sobre o tema Opções ? Conheça o Double PUT Double CALL, meu curso sobre Opções onde apresento a estratégia que uso em meus próprios investimentos em Bolsa. 😉

Espero ter te ajudado. 😀

Abraços !

A pressão do exercício de opções

Muita gente me vê comentando – com certa “insistência” – a respeito da briga que marca a última semana do exercício de opções, a pressão extra que este fato traz ao mercado e consequentemente às cotações. Mas … você entende o motivo para que haja esta pressão ? Para que existe esta “briga”?

Vendidos Vs Comprados – uma luta sem fim !

Acredito que a parte “vendidos vs comprados” já seja compreendida por todos (ou ao menos pela maioria), correto ? Um resumex: vendido é quem “aposta” na queda do mercado, na queda nas cotações e portanto monta operações que visam obter ganho com esta queda; comprado é quem “aposta” na alta do mercado, na alta das cotações e portanto monta operações que visam obter ganho com esta alta.

São tantas as possibilidades … o que torna praticamente impossível que eu as relacione aqui. Para se aprofundar no tema indico a leitura de alguns livros:

Ganhando Dinheiro com Opções

Opções: do Tradicional ao Exótico

Investindo no Mercado de Opções

Mas para exemplificar usaremos as formas mais simples de cada “time”: a venda à descoberto e a compra pura e simples. (ambas envolvendo apenas opções, ok ?)

Quem vende uma opção quer ver o seu valor diminuir até a data do vencimento, não importando se o mercado suba, caia ou fique de lado. Sim meu amigo … a venda de opções te permite ganhar em todas as 3 ocasiões. Entendeu porque sempre digo a “única” forma de se ganhar com opções é na venda ? Elas foram feitas para se vender, para ganhar dinheiro, mantendo um fluxo “constante”, deve-se usar operações de venda com opções.

Já quem compra uma opção quer ver o seu valor aumentar até a data do vencimento, e para tanto só existe uma alternativa: o mercado precisa subir, e bem.

Não, o post de hoje não será uma aula sobre o funcionamento das opções, a indicação de leitura foi feita justamente para que você pudesse se aprofundar em seus estudos sobre o tema. 😉

As estratégias dos dois “times” são montadas – normalmente – tendo em mente uma data: o dia do vencimento das opções, a terceira segunda-feira de cada mês. Portanto nada mais natural do que vermos um acirramento da briga nos dias que antecedem este dia, o que normalmente significa uma última semana, antes do vencimento, de arrancar os cabelos. (dependendo do lado em que você está posicionado, hehehe)

Mas … como ?

Simples, eles usam o mercado de ações, que é quem “manda” nas opções, para fazer com que as cotações se direcionem na direção que desejam. Compram ações, elevando as cotações; e vendem as mesmas para fazer com que o preço caia.

Você poderá estar se perguntando: mas … fazendo isso não poderão perder algum dinheiro ? Sim, claro que podem … o risco está presente em toda e qualquer operação no mercado, mas a diferença no tamanho das operações garante o lucro do vencedor.

Continue lendo …

Tributação no daytrade com Opções

Pergunta:

Olá, tenho uma dúvida comprei 10.000 mil ações da VVARK210 por R$ 0,13 e vendi no mesmo dia por R$ 0,15 centavos, fazendo um day trade, correto?

Comprei por R$ 1.300,00 e vendi depois por R$ 1.500,00. Isso deu um lucro de R$200,00.
Sei que tenho que pagar um DARF no valor de 20%, que seria de R$ 40,00. Fora isso, preciso fazer algo mais? Pagar algo mais?

Essa era uma ação de CALL, eu precisaria comprar ou vender as ações da VVAR3, ou posso seguir fazendo essas operações e obtendo esses lucros como citado acima sem problemas?

Resposta:

Opa ! Tudo certo Rafaela ? 🙂

Antes de mais nada, uma pequena correção: você não comprou 10.000 ações, o que você comprou foram Opções. São coisas diferentes, que possuem características BEM diferentes. E é importante sempre termos isso bem claro. 😉

Sobre a tua dúvida, isso mesmo, você fez um daytrade com as Opções. Obteve R$200 de lucro e é sobre esse valor que deverá calcular o imposto devido. Assumindo que esta foi a sua única operação no mês, do tipo daytrade, deverás pagar 20% sobre o valor. Os R$40

Mas há um detalhe: sempre que ocorre um daytrade, um lucro em uma operação daytrade, a corretora já retém 1% deste lucro. Sim, 1% fica retido e é recolhido direto na fonte. Portanto, o IR sobre operações daytrade é de 20%, mas na hora de fazer o pagamento, via DARF, propriamente dito, pagamos apenas 19% sobre o lucro. (afinal de contas, 1% já está com a Receita)

Então, no seu caso, assumindo que foi a única operação daytrade do mês, você precisaria fazer um DARF de R$36 para o recolhimento do Imposto de Renda. 🙂

(se houvessem outras operações, deveria somar o resultado de todas, ganhos e perdas, para obter o saldo do mês, e em cima disso calcular o imposto devido)

Sobre a segunda parte, o daytrade não te traz nenhum direito ou obrigação ligados à Opção. Como você compra e vende no mesmo dia, realizou apenas uma operação financeira pura e simples. Não precisa se “preocupar” com a parte do exercício e em ter que comprar ou vender as ações ligadas à Opção. 😉

Espero ter te ajudado. 😀

Abraços !