Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Como encerrar corretamente uma Conta Bancária

Se existe uma dor de cabeça que pode ser facilmente evitada é a gerada por uma conta bancária encerrada da forma incorreta. E o pior, o fechamento “oficial” é mais simples do que muitos imaginam.

Na grande maioria das vezes as pessoas pensam que para encerrar sua conta precisam apenas sacar o dinheiro lá existente e parar de usá-la. E é ai que se enganam ! O fato de você parar de usar sua conta bancária não estipula o seu fim, nem ao menos caracteriza o fechamento da mesma. Afinal de contas a pessoa pode somente estar passando por alguma dificuldade financeira e com isso não ter nenhum centavo nela.

Farei uma analogia simples, mas que passará a ideia por trás do que que acabei de falar: você é assinante de um serviço de TV paga. Se você não ligar a sua TV durante um mês, terá deixado de “ser usuário” do serviço ? Claro que não ! O sistema estará lá, disponível para você, a única coisa que aconteceu foi você não ter usado o serviço oferecido durante aquele mês. Com a conta bancária é a mesma coisa, ela está lá disponível, vazia, sem movimentação alguma, mas disponível para o uso.

E você sabe o que acontece caso a sua conta continue aberta … não é mesmo ? O banco continuará cobrando a taxa de manutenção. Em outras palavras, você gastará dinheiro à toa.

Então o que caracteriza o encerramento da conta ?

Um único e simples documento, fornecido pelo próprio banco (é um formulário padrão …), ou uma carta escrita pelo próprio correntista interessado no fechamento da conta. O ideal é que este formulário seja entregue ao seu gerente de conta, que deverá, após o recebimento do pedido, entregar um “termo de encerramento”. Neste documento constará os detalhes do pedido de encerramento da conta.

Mas claro que não é somente isso que precisará ser feito, existem alguns outros – poucos – procedimentos que deverão ser adotados pelo correntista por ocasião do fechamento da conta:

– cancelar todos os serviços de débito automático atrelados àquela conta;

– solicitar um extrato da conta;

– verificar se todos os débitos pendentes já foram lançados na conta; (como, por exemplo, um cheque pré-datado)

– entregar os cartões (de débito e de crédito) ligados àquela conta; (solicitar que o cartão seja quebrado na sua frente)

– devolver as folhas de cheque ainda não utilizadas; (pedir que os números das folhas sejam anotados no documento de encerramento da conta)

sacar o dinheiro existente na conta

E é justamente neste último item que muitos se atrapalham.
(entendeu o motivo do destaque ? hehehe)

Claro que você tem que sacar o dinheiro disponível (caso exista), afinal ele é seu. O problema é que você não poderá deixar esta conta zerada, precisará deixar o valor necessário para cobrir todas as despesas que venham a ocorrer até o momento efetivo do encerramento, como a taxa de manutenção (na verdade a parcela dela que deverá ser calculada até o dia em que a conta for fechada, pois você pode não ter ficado com ela durante o mês inteiro), o IOF de alguma operação em aberto, ou algum valor de algum pagamento que ainda não foi debitado (como um cheque ainda não descontado).

É um procedimento simples, que como dito poderá impedir uma bela dor de cabeça (e um custo não esperado …)

O Twitter bagunçou a sua timeline ? Seus problemas acabaram !!

É … a nossa rede social preferida parece ter se entregue às regras “sociais” de todas as outras redes. Acabou a entrega em ordem cronológica das mensagens … 🙁

O Twitter bagunçou a timeline (que é o nome que damos a sequência de mensagens), colocando na tela as mensagens que ele considera mais “importantes”, merecedoras de “destaque”.

Ao menos o aplicativo para o iPhone apresentou esta mudança nessa virada de ano. Acredito que o para Android também.

E, como você já deve imaginar, isso faz TODA a diferença para nós que usamos a ferramenta no nosso dia a dia do mercado financeiro. De nada adianta eu receber uma mensagem do Papa, postada há 4h, se agora o Trump acabou de falar sobre a desistência de ir para Davos, mas o Twitter não mostrou porquê … não quis. 🙄

Quem usa o Twitter como nós usamos, precisa da entrega cronológica dos tweets. Não pode ser diferente.

Já imaginou a bagunça que seria, você operando e do nada pula na tela uma mensagem importante, atrasada, e você pela emergência do que foi dito, ignorar o fato que é de ontem ?

É … isso pode acontecer.

Ou melhor, poderia … Pois você irá ajustar as configurações do seu celular para que isso não volte a ocorrer. *

Como arrumar a timeline do Twitter ?

Simples, em apenas 3 passos você poderá retornar à exibição cronológica. 😀

#1 Abra o app do Twitter !!

Está vendo aquelas “estrelinhas” logo abaixo do indicador de bateria ? Clique nelas.

#2 Altere para “Ver os Tweets mais recentes”

Isso, basta agora clicar em “Ver os Tweets mais recentes“.

#3 Pronto ! 😀

Sim, pronto !! 😀

Agora você voltará a desfrutar da exibição cronológica, com as postagens sendo apresentadas conforme elas forem sendo publicadas. Sem passar por uma “inteligência artificial”, um algoritmo, que vai determinar o que você pode, ou não, ver. Ou ainda, quando ver …

O único problema … Não sei por qual motivo o aplicativo já “resetou” a minha alteração umas duas vezes. Mas com esse procedimento simples, basta ficar de olho no topo da tela, para ver se o “Tweets mais recentes” permanece ali.

(eu até acho que o reset ocorreu quando fiz a última atualização do app, mas não tenho certeza quanto a isso …)

Viu ? Simples !! 🙂

Na minha opinião, todas as redes sociais deveriam oferecer ao usuário esse tipo de configuração. Qual o motivo para haver essa mistura nas publicações, se as coisas acontecem quando acontecem ? …

Talvez seja por isso que gostamos tanto do Twitter e ela seja a rede social de nossa preferência ! 😉

Por falar nisso … você já segue o @ClubedoPaiRico por lá ?

 


Atualizando: para quem usa Android, o processo é um pouco diferente …

 


 


Atualizando: para quem usa a versão WEB (www.twitter.com), também está acontecendo a mesma coisa !!

 

A forma de ajustar, é a mesma que usamos no iOS.

#1 – clique nas estrelinhas; (lá em cima, no canto superior direito)

#2 – clique em “Ver os Tweets mais recentes“;

#3 – Pronto ! 😀

Aplicativos que prometem devolver parte do dinheiro gasto em suas compras. Eles funcionam ?

Pergunta:

Boa tarde. Vou ser bem breve, surgiram agora os aplicativos be blue e o aplicativo para compras físicas da meliuz que prometem dinheiro de volta em compras com cartão. Algumas chegam a 10%. Minha preocupação é, a médio longo prazo isso não vai inflacionar os preços do mercado? Visto que os estabelecimentos terão que compensar este dinheiro?

E uma dúvida, como eles (empresas dos aplicativos) ganham com isso? Parceria com os cartões master e visa e com o estabelecimento? A ideia de ter 2, 5%¨do que gasta de volta é realmente sensacional e fomenta o consumo. Mas e as consequências disso?

Fica ai a minha sugestão para um post ou vídeo 🙂

Abraços!

Resposta:

Bom dia,

O pior é que isso não é novidade não. O Meliuz mesmo já existe há um bom tempo. 🙂

Vamos por partes:

1- Como as empresas ganham com isso ?

A be blue (que eu não conheço) e a Meliuz ? Ou os estabelecimentos comerciais ?

Se forem as empresas que “devolvem dinheiro”, elas ganham uma comissão pela venda realizada ao associado. Você recebe de volta parte do valor que pagou pelo produto, mas estas empresas recebem, antes de lhe repassar, um valor um pouco mais alto. Digamos que eles te devolvam 5% de um determinado item. A loja entregou a eles 6%. 😉

Se forem os estabelecimentos comerciais, ganham pela venda propriamente dita. Simples. 😀

2- Mas de onde vem o dinheiro repassado aos aplicativos ?

Justamente da comissão pela venda. Essa é uma prática antiga, e presente na internet desde o surgimento dos primeiros sites de comércio eletrônico. Praticamente todas as lojas oferecem uma comissão aos seus afiliados. 🙂

Por exemplo: sempre que você compra um livro indicado aqui no Clube, através do link indicado, nós ganhamos uma comissão sobre o valor comercializado.

Como disse, é tradicional e normal.

3- Isso não inviabilizaria o negócio no longo prazo ?

Não … é apenas uma parte do valor do produto. Uma parte da margem de lucro dos estabelecimentos comerciais. 😉

A prática não vai inflacionar o valor dos produtos, ele já é assim “naturalmente” … 🙁

A mesma prática é comum de ser encontrada em lojas físicas, onde a comissão pela venda é direcionada ao … vendedor. 😀

A mesma coisa, mudando apenas para o fato de que todos têm a possibilidade de ganhar algum dinheiro com isso.

4- Quais as consequências disso ?

A única que eu consigo enxergar é: você ganhar dinheiro !!

Ou melhor: economizar ! 😉

São muitas lojas e serviços cadastrados no sistema. Claro, cada um oferece um valor a ser recuperado … Dentro da disponibilidade de cada estabelecimento comercial. Me arrisco a dizer que são milhares … 😯

O mais legal é que se você se cadastrar através deste link, receberá R$5 de presente. Uma espécie de incentivo para que comece logo a acumular mais e mais. 😀

Assim que acumular os primeiros R$60 já pode solicitar o resgate. Com a quantidade de lojas cadastradas, a coisa acontece de forma bem rápida.

Obrigado pela sugestão de post e espero ter conseguido lhe sanar a dúvida ! 🙂

Abraços !

Dica de produtividade para o Google Docs !!

Faz tempo que eu não compartilho nenhum tipo de dica sobre informática aqui no Clube … só que esta eu não podia deixar de dividir com você ! 🙂

Todos conhecem o Google Docs. Não é mesmo ?

Ele já foi dica em outra ocasião como forma de economia para quem precisa trabalhar com documentos (planilhas, texto, apresentações …), mas não quer gastar $$$ com a aquisição do pacote Office. O pacote do Google é de grátis e faz praticamente tudo o que o da Microsoft faz. 😉

Mas confesso que tinha uma coisa que me deixava … ~irritado com ele: quando precisava criar um novo documento era um tal de sair clicando sem parar (e esperar o carregamento de páginas e mais páginas) até chegar no arquivo em branco.

Bom, se você também sofria desse “mal”, seus problemas acabaram !!

Como o Cardoso compartilhou lá no MeioBit, o pessoal do Google pensa e se aproveita de todas as artimanhas que possam beneficiar o usuário. E nesse caso … eles foram longe demais. 😉

Experimente digitar “doc.new” ou “sheet.new” na barra de navegação do seu browser. Gostou ?? 😀

Não, não é um atalho do Chrome … é um link como qualquer outro. Um link, como www.ClubedoPaiRico.com.br !!

Foi ou não uma bela dica que precisava ser compartilhada ?? Olha o ganho de tempo que isso traz !!!

S2 Cardoso !! S2 Google !!!

Você precisa de mais velocidade ? MESMO ? Tem certeza ?

Você consegue se imaginar hoje sem ter acesso a um serviço de internet banda larga em casa ? Acho que não … Acertei? A internet hoje já está tão enraizada em nosso cotidiano que nem percebemos mais como seria a nossa vida sem ela. (exagerei ?)

Dependemos dela para tudo … Muito provavelmente você nem assista mais à TV, mas sim a um dos filmes/seriados disponibilizados pela Netflix. Ou então aos vídeos do Youtube. Celular … há quanto tempo você não usa um celular como celular ? Pode reparar: você usa ele mais para mexer nos aplicativos do que para ligações. Whatsapp, Instagram, Facebook, Twitter … E mandar uma carta ? E-mail !!

Não, não conseguimos mais viver longe dela ! 🙂

Em algumas situações o 3G/4G é o salvador da pátria, mas por conta do tamanho da franquia de dados (que mal e mal aguenta a primeira semana do mês) o uso de um ponto de banda larga (via telefone fixo ou TV a cabo) se mostra essencial. É … como eu disse, não conseguimos mais viver sem isso.

“Tá Zé, onde que tu queres chegar … ?”

Lembra da época da internet discada ? Onde você tinha um modem que te entregava 14,4kbps e você achava aquilo sensacional ? Consegue se imaginar, hoje, com aquela conexão ? Não … tenho a mais absoluta certeza disso.

Hoje precisamos de velocidade. Mais velocidade. Mais e mais velocidade !

1Mbps … 5Mbps … 15Mbps … 25Mbps … 50Mbps … 70Mbps … 100Mbps !!!

Afinal de contas, precisamos dela para tudo. Lembra ?

Quanto mais rápido melhor. Quanto mais rápido melhor. Quanto mais rápido … Você precisa MESMO que seja tããão rápido ?

Deixa eu contar uma história para você. 🙂

Há algumas semanas fui informado de que a NET estava finalmente atendendo a praia onde tenho um apartamento. Faz 20 anos que ouço “até o fim deste ano nós vamos estar ai, fique tranquilo”, mas nunca vinha … Foram anos e anos aguardando a oportunidade de ter banda larga lá. Afinal de contas, se estávamos tão acostumados a fazer tudo através dela aqui no centro, precisaríamos lá também. (lembre que eu tenho que te manter em dia com sua Educação Financeira !) Imagina a alegria ao saber que agora eu finalmente poderia instalar. Até então somente a Oi atendia lá … e estou na fila de espera de um ponto banda larga (literalmente) faz 9 anos.

Liguei pra NET e perguntei sobre as ofertas disponíveis, plano de TV e internet, etc etc etc, e resolvi fazer um teste: “Qual é o plano mais simples que vocês têm para a internet ?“. Sim, decidi que deveria testar como seria usar o pacote de menor velocidade deles para ver se me atendia. Afinal é um imóvel de praia, que não é usado por uma parte do ano e que portanto não “mereceria” um gasto desnecessário.

Me informaram que o pacote mais simples era o de 5Mbps. Pensei … Pensei … No centro tenho um de 30Mbps e volta e meia a Netflix “engasga”. Mas como a TV ficaria do lado do modem deles, achei que mereceria um teste. (a posição do modem tem papel fundamental nessa história, aguarde)

O detalhe é que estaria instalando para uso “pesado”: Netflix e Youtube. Quem tem uma criança de 5 anos em casa já imagina do que estou falando. 😉

Daria conta ? Seria pouco ? Como não me custava nada testar, fui e pedi o menor pacote de todos. Se precisasse de mais velocidade bastava ligar de novo e solicitar um aumento dela. 🙂

Imagina o resultado ?

Sim, tudo funcionando perfeitamente ! TUDO !

Netflix na TV (RIP Chromecast), Youtube no iPad, tudo e mais um pouco no celular. Tudo ao mesmo tempo ! Surpreso ?

É … Um link de apenas 5Mbps era capaz de me atender. Era capaz de suprir a minha demanda sem apresentar problema algum !! 😯

Por que pagar por algo que custa mais caro, o link mais rápido neste caso, se o “basicão” é suficiente para atender à minha necessidade ? Poderia ter colocado um mais rápido ? Claro que poderia ! Mas o que ganharia com isso ?

De nada adianta ter algo ocioso, sem ter utilidade ou necessidade, se você precisa pagar a mais por isso …

Ah Zé, larga de ser pão duro cara !“, um link mais rápido me custaria uns R$25 a mais por mês ? No final do ano é R$300 … !!! Mas não, a diferença entre o link de 5Mbps para o de 35Mbps (o seguinte a ser oferecido) é de R$65/mês ! R$780 por ano !!

E então … você realmente precisa de um link mais rápido, ou tão rápido quanto o que tem contratado ?

Como disse, a TV está ao lado do modem. Por que isso importa ? Para que não haja perda de sinal, e de velocidade. Se a TV estivesse distante, com paredes servindo de obstáculo, poderia não ser suficiente para a finalidade desejada. Mas mesmo que estivesse distante … bastava levar um cabo do modem até a TV que tudo estaria resolvido. (através do cabo não há perda de sinal e de velocidade)

Portanto … te pergunto de novo: você precisa, realmente, de um link tão rápido ?