Clube do Pai Rico
Solicite o seu agora mesmo!

Colunistas ||| A grande armadilha dos Bancos

Quantas parcelas mensais de R$ 100,00 são necessárias para pagar uma dívida de R$ 1.000,00 se os juros cobrados são de 10% ao mês? Esta dívida, jamais será quitada. Como isso é possível?

Vejamos, primeiramente, se você sabe o que é um crédito rotativo? Não? Não se assuste.

Há pouco tempo atrás descobri que o senhor Ricardo Izecson era o nome verdadeiro de um dos maiores jogadores de futebol da atualidade, conhecido por Kaká. Mesmo sem saber o seu nome verdadeiro, conhecia sua capacidade como atleta e profissional.

Ou seja, você não precisa saber o que é um crédito rotativo, mas sim o seu poder de destruição financeira se não for corretamente utilizado. Esta modalidade de crédito caracteriza-se principalmente por possibilitar ao tomador o pagamento de parte do saldo devedor, no exemplo acima, os juros do empréstimo, utilizando-se do mesmo limite fornecido. Os grandes exemplos são os conhecidos cheques especiais e os cartões de crédito.

Continue lendo …

Empréstimo em financeiras pode custar 530% mais

Como eu sempre digo … procurar/pesquisar é a melhor ferramenta para quem deseja usar o dinheiro de forma decente. Vejam na tabela a variação do crédito …

Outra parte legal é ver a desproporção da queda entre SELIC e dos juros ao consumidor …

Empréstimo em financeiras pode custar 530% mais, aponta Fecomercio
da Folha Online

Os juros de empréstimo pessoal podem cair seis vezes se o consumidor procurar pela menor taxa, aponta pesquisa feita pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio de São Paulo) com base em dados da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças Administração e Contabilidade).

Segundo o levantamento, enquanto o CDC (Crédito Direto ao Consumidor), realizado em bancos, possui taxa de 41% ao ano, o empréstimo pessoal em financeiras custa juros de 259% ao ano. A diferença entre as duas taxas superar os 530%.

Em abril, em termos de taxa mensal, o juro de empréstimo pessoal em financeiras foi de 11,24%, enquanto em bancos, 5,39%. Se o mesmo empréstimo fosse feito por CDC, o custo seria ainda menor, de 2,88%.
Continue lendo …

Livros ||| Como Conseguir Dinheiro

Primeiro de tudo: Este livro poderia perfeitamente ter o título “DOP“, para os leitores da série Pai Rico seria o suficiente para entender sobre o que trata o livro.

Com isso já fica mais do que claro qual o assunto deste livro: As formas de se levantar o Dinheiro de Outras Pessoas para financiamento de empreendimentos (ou investimentos).

É interessante destacar que além do DOP, o livro nos apresenta a noção de “ROP“, que nada mais são do que os Recursos de Outras Pessoas. Muitas vezes este tipo de “financiamento” pode ser muito mais eficaz do que o próprio empréstimo em dinheiro.

Outros pontos interessantes são abordados:

– Quais as fontes de DOP/ROP ?
– Parentes e Amigos, como proceder nestes casos ?
– Quem são os Anjos Investidores ?
– Como proceder com o “pedido” ?
– O que os investidores querem quando cedem o DOP/ROP ?
– De que formas o DOP/ROP pode entrar no seu empreendimento ? (Empréstimo, Parte da Empresa …)

Um livro ideal para as pessoas que desejam entender como funciona a idéia do DOP, apresentada em praticamente todos os livros de RK, de um modo claro e objetivo.

O www.ClubedoPaiRico.com.br indica !!

Nota do Site:
4 Moedas

Como Conseguir Dinheiro
MICHAEL A. LECHTER

Editora: Campus
Ano: 2005
Edição: 1
Número de páginas: 288
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Compre seu livro no Submarino

Financiamento Imobiliário x Mudanças na Poupança

Hummm …

Li isso ( ou ouvi … ) não lembro onde …
 

Com a mudança proposta para a Caderneta de Poupança, uma diminuição REAL nos juros do financiamento imobiliário ficará para mais tarde … muito mais tarde. Isso se vier …

 
Afinal, lembram, uma das finalidades da poupança é fornecer o capital necessário para os financiamentos imobiliários …

É … tinham a faca e o queijo na mão … e o que fazem ? Aumentam o imposto … o paízinho de … 5ª categoria … o politicagem desgramada ! 🙁

Notícias ||| Mas boleto de financiamento imobiliário está fora …

CMN: BOLETO DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO ESTÁ FORA DE RESOLUÇÃO

Brasília, 26 – Os boletos de financiamento imobiliário ficaram fora da resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN), aprovada hoje, que veda às instituições financeiras a cobrança de ressarcimento de despesas pela emissão de boletos e carnês. Segundo o chefe do Departamento de Normas do Banco Central, Amaro Gomes, há normas específicas que não se aplicam nessa resolução.

Segundo ele, desde 2007, quando o CMN disciplinou a cobrança de tarifas pela prestação de serviços, o Banco Central recebeu vários questionamentos relacionados à cobrança pela emissão de boletos. Esses questionamentos apontam para o conflito que existia entre a norma que permitia a cobrança e o Código de Defesa de Consumidor. Para Gomes, o BC não demorou em mudar a norma.

Estava bom demais para ser “totalmente” verdade … hehehe