Clube do Pai Rico
Adquira o seu agora mesmo!

Quero começar a operar no daytrade ! Por onde devo começar ?

Pergunta:

Bom… acredito que meu contato seja parecido com a maioria que é melhorar seus rendimentos.
Busco esse conhecimento através de pesquisas no Pai Google (e principalmente nesse site) e aprendi muito sobre algumas aplicações, como o tesouro, CDB e LCI.
Tenho tentado estudar ao máximo com poucos recursos que tenho sobre Day Trade.
Sempre que dá acompanho o mercado, faço minhas especulações e a maioria dão certo.
Na verdade estou aqui pra tentar pedir um \”help\”.
Estou desempregado, tem sido difícil voltar ao mercado e dou aulas de boxe quando dá pra ajudar a pagar as contas.
Finalizando a história triste, poderia me auxiliar de alguma forma onde posso buscar mais conhecimentos e começar a interagir nesse mercado?
Qual plataforma, corretora, quanto poderia iniciar essa experiência… qualquer ajuda é bem vinda.

Obrigado pela paciência e desejo sucesso!!!

Resposta:

Bom dia Luiz,

É verdade … o teu relato é bem parecido com muitos dos que recebo. E isso vem me chamando bastante a atenção …

Uma parte em especial se destaca: o desejo de operar no daytrade. É impressionante a quantidade de pessoas que querem partir para esse ramo do investimento em ações. Só que nisso existe um problema …

A maioria dos que desejam focar no daytrade quer fazer isso já no início de sua jornada em Bolsa. Querem partir pro “tudo ou nada” antes de saber direito sobre como as coisas funcionam neste mercado.

Antes de mais nada: não sei se é o seu caso, estou apenas relatando o que vejo acontecer com certa frequência. 😉

Muitas, mas muitas pessoas MESMO, me perguntam: “Zé, como faço para começar a operar no daytrade ? Quanto consigo tirar do mercado operando dessa forma ?

O problema com esta pergunta é que grande parte dos que a fazem não possuem experiência alguma com o investimento em Bolsa. (seja em ações, futuros ou opções …)

Elas simplesmente querem começar a operar com daytrade para que com isso possam substituir sua atual profissão pelas promessas do mercado de renda variável. Pela dose cavalar de emoção envolvida com esse tipo de operação.

Vou responder o que sempre respondo aos que me fazem essa pergunta. Ok ?

Antes de pensar em entrar de cabeça no daytrade, você já possui experiência com ações ? Quanto ? Investe há quanto tempo ? Que tipo de experiência tem ? Opera visando o longo prazo ou realiza trades mais curtos ? Opera com base em análise gráfica ou fundamentalista ? Já possui habilidades suficiente para usar o STOP com a disciplina que ele exige ? Possui algum tipo de estratégia ?

A maioria que ouve estas minhas perguntas não sabe direito como respondê-las. Grande parte – literalmente – não consegue entender metade das coisas que eu falei. E já pensam em entrar no daytradeDIRETO no daytrade

Operar no daytrade é algo que exige tantas habilidades específicas, um controle emocional acima da média. E em relação ao de risco então … 🙄

Daytrade pode ser algo fantástico. Único. Fenomenal. Mas também pode facilmente vir a ser descrito como daytrolha … 🙁

Muita gente ouve as histórias de pessoas que entram no mercado e que passam a investir desse jeito, e acaba criando um mundo da fantasia, onde tudo é cor de rosa e agradável.

Não … Não é.

Conheço muita gente que ao entrar no daytrade só perdeu. Conheço pessoas que tinham um histórico de lucro interessante e ao migrar para o daytrade quebraram. Operar no daytrade exige características específicas, e só o tempo será capaz de fornecê-las.

Quer uma dica para operar no daytrade ? Comece a operar normalmente no mercado. Vá realizando operações curtas, visando permanecer nelas apenas algumas semanas. Depois reduza o prazo para uma semana. Depois para alguns dias. Depois poucos dias. Depois de um dia para o outro. Depois … você entendeu. 😉

Vá ganhando experiência no mercado e reduzindo o tempo necessário para realizar suas operações até se ver apto a migrar para o daytrade. Vá adquirindo as habilidades aos poucos, sem forçar a barra. Vá testando as estratégias aos poucos, aprendendo com os erros e os acertos. Um passo de cada vez. Uma operação de cada vez.

Deixa eu contar uma história que acredito se encaixar aqui. 🙂

Com o lançamento do Minha primeira vez na Bolsa, meu curso sobre como iniciar um investimento em Bolsa, a quantidade de dúvidas sobre o mercado e sobre o curso em específico chegam diariamente à minha caixa de entrada. (dezenas !)

E me lembro que uma pessoa me perguntou o seguinte: “Zé, o teu curso vai me permitir operar com daytrade ?

Qual foi a minha resposta ? Já consegue imaginar ?

Ela foi:

Sim, permite. O curso te dará toda a base teórica e te transmitirá toda a experiência necessária para que você possa iniciar seus investimentos em Bolsa. Você saberá como as coisas funcionam e porquê elas funcionam. Vai te ensinar alguma estratégia matadora para ser usada em suas operações no daytrade ? Não, não vai. Não é esse o propósito do Minha primeira vez na Bolsa.

Pense na seguinte analogia … Você quer se tornar um piloto de Fórmula 1. Para que isso aconteça, qual deverá ser a sua primeira lição ? Pilotar um carro de Fórmula 1 ? Não, antes disso você precisará aprender a dirigir !! Se você não souber como se liga um carro, quais as funções dos pedais, quando acelerar, quando frear, quando trocar uma marcha, como se usa um espelho retrovisor … Em suma, se você não souber dirigir, como poderá ser um piloto profissional ?

O Minha primeira vez na Bolsa lhe ensinará a dirigir. Lhe entregará tudo o que for necessário para que você possa dirigir com toda a confiança necessária, sem medo de se envolver em acidentes. (mesmo sabendo que eles poderão acontecer) Depois disso você poderá usar o que aprendeu para ir adiante, para dar o próximo passo. 😉

Espero que eu tenha lhe ajudado.

Abraços ! 🙂

Como criar meu primeiro Ativo sem ter tempo ou dinheiro ?

Pergunta:

Olá

Bom, meu nome é Rafael Duarte tenho 17 anos e estou concluindo o ensino médio juntamente com o técnico em administração, tenho o objetivo de alcançar minha independência financeira até uma certa idade, no entanto tenho encontrado dificuldades para começar a construir ativos, por uma serie de motivos dentre eles o fator principal tempo e acesso a internet.

Estudo no período da manhã, tenho estagio no período a tarde, e a noite faço o técnico em Adm. Sei que o fator tempo não é desculpa para a minha estagnação financeira. Minha bolsa estagio é no valor de 530,00 reais e a utilizo para pagar as mensalidades do curso técnico no valor de 250,00, o restante é repassado para ajudar em casa, pois minha irmã está faculdade e não conseguiu a bolsa, literalmente esgotando o orçamento da família.

Por esse motivo gostaria de pedir ajuda em como adquirir meu primeiro ativo e sair dessa corrida de ratos.

Resposta:

Bom dia Rafael,

Olha, na tua situação o fator tempo é um item importante a ser considerado sim. 😉

1º Você ainda é muito jovem, o tempo que você teve para se preparar, dar o primeiro passo, ter ideias, etc etc etc, ainda é muito curto e isso realmente faz um pouco de diferença. (não, não estou menosprezando quem é mais jovem … mas que isso influencia, influencia)

2º Estuda de manhã, faz estágio de tarde e volta a estudar de noite. Se isso não for a definição perfeita de falta de tempo, eu não sei mais o que é … 🙁

Ok … restam os finais de semana e feriados … Mas no dia a dia da coisa você já está bem comprometido.

Então sim, o fator tempo pode até não ser uma desculpa para a sua situação atual, mas que ele é um dos motivos é. 🙂

Graças ao fator capital disponível para investimento, a alternativa mais viável de ativo a ser criado passa realmente pelo reino das ideias. Você precisará usar a cachola para criar algo que venha a lhe trazer dinheiro, sem precisar colocar dinheiro nela.

Talvez seja o caso de tentar se associar a alguém que possua a parte do capital, mas que não tenha nenhuma ideia do que poderia ser feito com ele. Ou tem dinheiro, mas não tem como colocar a mão na massa … E sim, você precisará colocar a mão na massa se deseja criar um ativo na situação que se encontra atualmente.

Veja que o fator tempo é algo que 99,9% das pessoas usam como argumento para justificar não terem dado o pontapé inicial de um empreendimento … E é algo natural. Estamos cada vez mais ocupados, mais comprometidos; mas também estamos cada vez mais desfocados no que realmente importa.

Já viu o tempo que a maioria das pessoas perde com o celular ? 🙁

Lembra que falei que ainda existem os finais de semana e feriados para que você possa criar os seus ativos ? Pois bem … Sabia que tanto o Clube do Pai Rico, o Double PUT Double CALL e o Minha primeira vez na Bolsa foram criados neles ? Sim ! Os três foram criados aproveitando as pausas geradas pelos finais de semana e feriados !!

Não tinha tempo durante a semana ? Sem problema algum … Fui lá e aproveitei o momento em que os outros estavam descansando e se divertindo para criar alguns dos meus ativos. Encontrei o “tempo que estava faltando” nos finais de semana e nos feriados.

Precisei abrir mão do momento de folga ? Sim … precisei. Mas isso não é algo que precisará ser feito em todos os finais de semana e em todos os feriados. Acontecerá somente no momento em que eu estiver criando os ativos. Depois não precisarei mais “olhar para eles” ? Claro que precisarei, e provavelmente usarei os mesmos finais de semana e feriados para isso. Mas serão apenas algumas horas … 😉

Além disso, percebeu que para a criação destes 3 ativos eu não precisei investir nenhum dinheiro ? Todos eles foram criações minhas, saídas diretamente do reino das ideias para o mundo real. Precisei apenas pôr a mão na massa !

Ok … Precisei de tempo para adquirir o conhecimento necessário que me permitisse criar o site e os dois cursos, bem como precisei investir MUITO dinheiro nesta fase. Foram inúmeros livros e cursos, bem como foram muitos os testes que precisei fazer para homologar as minhas teorias (no caso do método Double PUT Double CALL).  Dizer que não precisei de dinheiro para isso pode parecer errado … Concorda ?

Mas, para a criação propriamente dita destes ativos o dinheiro não se fez necessário. Para transformar minha experiência acumulada em um “produto”, não foi preciso injetar dinheiro.

O que eu quero dizer com tudo isso ? Sim, você tem tempo disponível para criar seu primeiro ativo. Não, você não precisará (necessariamente) ter dinheiro disponível para adquiri-lo. Você pode simplesmente cria-lo !! Ou então, ainda pode se unir a um sócio que tenha a parte “dinheiro da coisa” e não encontre nem o fator tempo, tampouco tenha uma ideia interessante.

Vai ser fácil ? Não, provavelmente não. Você precisará de tempo para encontrar a ideia certa. Mais algum para tirar a ideia do papel e transforma-la em algo real. Mas não imponha uma limitação ao seu desejo de criar seu primeiro ativo por causa da falta de tempo e de dinheiro.

Alguém que dedica 12h do seu dia para sua educação e formação, como você, já possui um dos maiores bens que qualquer pessoa poderia desejar: a vontade de crescer, de se destacar, de ir mais longe. 😀

Parabéns !!!

Espero ter lhe ajudado. 😉

Abraços !

Preciso sobreviver em Portugal com os rendimentos de um investimento de R$300 mil

Pergunta:

Olá, Zé! Prazer falar com você! Então, não entendo nada de nada de investimentos, mas estou precisando muuuuito de um. Estou fugindo desse caos que está o Brasil e indo morar em Portugal. Irei vender o meu apartamento que vale R$ 300.000,00. Preciso investir este dinheiro para ter rendimentos para pagar minhas contas todo mês por lá. Pelo menos enquanto não arrumar um emprego. Qual investimento você me indica, que seja mais rentável que a poupança e que seja seguro, pois não posso perder esse dinheiro de jeito nenhum. É tudo que eu tenho na vida…rs Qual mais ou menos o valor mensal que me renderia? Quem devo procurar para fazer esse investimento? Tenho conta no Itaú, mas não sei se é o melhor local para isso… Muito obrigada pela sua atenção!

Resposta:

Bom dia Bianca,

O prazer é todo meu ! 😀

Posso ir junto ? Acredito que essa seja a vontade de grande parte das pessoas que está lendo este post neste momento … 🙁

Vamos lá ! Você vai vender seu apartamento por R$300 mil e deseja investir essa grana em algo seguro (100% seguro) que possa lhe manter enquanto você não encontra um novo emprego em Portugal. Ok …

Antes de qualquer coisa, uma pergunta importante: os R$300 mil é o valor que você receberá já descontados Imposto de Renda e possíveis (prováveis ?) taxas ? (corretor, prefeitura, cartório, etc etc etc) Esse é o valor que você colocará no seu bolso ?

Partiremos do principio que sim, os R$300 mil são inteiramente seus e prontos para ser investidor. 😉

Hoje, qual seria o tipo de investimento que oferece rendimento superior ao da poupança de forma 100% segura ? A única coisa que me vem à cabeça seria o Tesouro Direto, o Tesouro SELIC para ser mais específico. E acredito que seja somente ele …

Ah Zé, por que não um CDB de um banco pequeno que paga mais de 100% do CDI ?” Simples … porque a maioria dos bancos que oferecem rendimento superior ao do CDI para o CDB só o faz mediante um prazo mais longo de investimento. Além disso … são bancos menores, o que querendo ou não pode ser encarado como mais arriscados.

Ah Zé … Mas dai o FGC me protege !!” Sim, protege. Até R$250 mil ! Falei sobre isso em um outro post, e que pode ser útil neste momento: “Vale a pena investir em bancos menores que pagam mais de 100% do CDI ?“, e em outro mais focado o colchão de segurança: “Tá, mas e o Colchão de Segurança ? Posso colocar essa grana nos bancos “pequenos” ?“.

O “problema” é que você precisaria quebrar o valor em dois bancos para que pudesse proteger 100% do capital a ser investido (R$150 mil em cada um) e precisaria achar dois bancos que oferecessem a taxa superior aos 100% do CDI.

Resumindo … para o seu caso pode não ser o mais indicado. 🙁

Restou apenas o Tesouro SELIC mesmo … E isso me leva à pergunta: quanto ele está rendendo hoje ?

7,5% ao ano … Aproximadamente 0,63% ao mês … Isso sem levar em consideração o Imposto de Renda que terá alíquota inicial de 22,5% e jogará o rendimento mensal para ~incríveis 0,49% ao mês … 🙄

É isso mesmo: meio porcento ao mês. O mesmo rendimento da antiga poupança. (antiga porque hoje ela paga apenas 70% da SELIC, ou 0,44% ao mês)

Aplicando o rendimento em cima dos teus R$300 mil, resulta em um retorno mensal de … R$1.500

E quanto esses R$1.500 valem em Euros ? €$384,81 …

Acho que complica um pouco para sobreviver em Portugal com este valor. Não ? 🙁

É, se a ideia é usar esses R$300 mil para custear sua permanência em Portugal, até o momento de encontrar um novo trabalho, você precisará usar parte dele para que isso seja possível.

Sim, eu sei que o custo de vida em Portugal é um dos menores em toda a Europa, mas não acredito que seja possível de se fazer isso com €$384,81 … Ou estou enganado ?

Você pode manter os R$300 mil no Tesouro SELIC, para que ele renda alguma coisa todos os meses, mas provavelmente precisará “abocanhar” parte dele para complementar a renda necessária para se manter.

Infelizmente a Era Dourada da renda fixa parece ter acabado … Entendeu o motivo para que eu venha insistindo tanto para que vocês destinem parte do seu tempo para aprender sobre o investimento em renda variável ? (mais especificamente na Bolsa …)

Espero ter lhe ajudado 🙂

Abraços !

Tenho R$6 mil na poupança. Para onde ir agora ?

Pergunta:

Boa noite! Estive lendo seu anúncio sobre a poupança, atualmente estou aplicando 200 reais na poupança todo mês, já há um acúmulo de 6000 mil lá qual aplicação eu poderia migrar ?

Resposta:

Bom dia Robson,

Acredito que você esteja se referindo a este vídeo sobre a poupança:

Correto ?

A ideia é justamente essa: você vai acumulando, com pequenos aportes frequentes (mensais ou não) até atingir um valor maior que te permita migrar para alternativas de investimento mais interessantes. Mais rentáveis. 😉

Só uma (importante) observação: com aportes mensais de R$200 você poderia ter ido diretamente para uma opção mais rentável. Poderia ter ido diretamente para o Tesouro Direto SELIC. O principal motivo disso: a caderneta de poupança está apresentando um rendimento de 70% do Tesouro SELIC.

Ok … aqui cabe um adendo. Se levarmos em consideração que o rendimento do Tesouro SELIC é tributado, e a poupança não, essa diferença cairia para apenas 10% dos 30% “da etiqueta”. (considerando que você ficará por um período inferior a 1 ano na aplicação, o que traz uma alíquota de 20% de IR)

Mesmo assim, é um rendimento 10% superior. Se você ficasse mais de 2 anos na aplicação do Tesouro SELIC, o rendimento “direto” seria 15% superior, e não 10%. Direto, pois entraria neste momento os juros compostos e isso faria com que o rendimento seja um pouco maior que isso.

Mas o mais importante dessa história é que você deu o primeiro passo. 😀

Mesmo sendo a poupança, tão discriminada, é o melhor primeiro passo a ser dado.

Agora, com R$6 mil em mãos o universo se expande diante dos seus olhos. As alternativas aumentam, e muito. Você pode destinar parte do valor para um CDB, para o próprio Tesouro SELIC, para uma LCI/LCA, ou até mesmo começar a se planejar e pensar adiante, indo para a renda variável. (se precisar de ajuda para dar os primeiros passos neste mercado, conheça o Minha primeira vez na Bolsa)

Mas uma coisa é importante de ser dita: o rendimento das alternativas de renda fixa apresentadas não será muiiiito superior ao que falei em relação ao Tesouro SELIC. A grande maioria das alternativas existentes te oferecerá algo próximo a 100% do CDI, que é o valor aproximado do Tesouro SELIC. Se for olhar o que os grandes bancos oferecem em CDB verá que a coisa é muito pior. Na faixa dos 80% do CDI, sem descontar o IR … Sim, um CDB de um grande banco pode te pagar menos do que a poupança paga. 😯

LCI/LCA de grandes bancos também correm o risco de perder para a poupança …

Entendeu agora por 11 em cada 10 pessoas indicam que você invista seu dinheiro diretamente no Tesouro SELIC ? 🙂

Com aproximadamente R$90 você já pode começar a investir nele. Por isso falei que você, com R$200, poderia ter ido pra lá. 😉

Sobrariam R$20 todos os meses, que poderiam ir para a … caderneta de poupança. Seguindo a mesma lógica: até chegar num valor que te permita migrar para “coisa melhor”.

Uma pergunta que eu esqueci de te fazer: esse valor é referente ao teu colchão de segurança ? Se for, continue priorizando a poupança, um CDB que te pague 100% do CDI (ou praticamente isso), uma LCI/LCA que te entregue perto de 85% do CDI, o Tesouro SELIC. Investimentos líquidos e que apresentam o risco quase zero.

Caso já faça parte do seu “bolo” de investimentos, pense na possibilidade de destinar um pedaço para o Tesouro Prefixado ou para o Tesouro IPCA. Eles vêm pagando um pouco mais do que o Tesouro SELIC. Eu, particularmente, gosto mais do Tesouro IPCA. 😉

E claro … se for parte dos teus investimentos, visando prazos superiores a 5, 10 anos, estude sobre a possibilidade de destinar uma parte para a compra de ações. É preciso preparar-se para sair desse relacionamento monogâmico com a Renda Fixa. Conheça o Minha primeira vez na Bolsa !

Espero ter te ajudado. 🙂

Abraços !

“Meu Tesouro SELIC está rendendo 0,00% ao ano !! O que eu devo fazer ?”

Pergunta:

Boa tarde.

Tenho uma dúvida. Investi R$ 15.000,00 em março deste ano no título do tesouro direto: Tesouro Selic 2023, a antiga LFT.

Acontece que quando consulto o site do Tesouro Direto (http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-precos-e-taxas-dos-titulos), vejo que a taxa de rendimento (% a.a.) deste título é 0 (ZERO).

Isso significa que meu dinheiro não está rendendo nada?

Devo resgatar meus quinze mil reais agora? Onde eu poderia investi-los? Quero um investimento que eu possa dispor do dinheiro a medio prazo, se for possível.

Muito obrigado desde já.

Resposta:

Bom dia Paulo,

Não, ele não está rendendo nada. Você pode ficar tranquilo !! 🙂

A única coisa que aconteceu foi um erro de interpretação. Nada além disso. 😉

Olhemos a tabela disponível no site do Tesouro:

Como você disse, ela informa que a “taxa de rendimento” do Tesouro Selic é de 0% … e é justamente ai que a informação poderia ser feita de outra forma. Olhe a informação para o Tesouro IPCA e o Prefixado. Na média do IPCA, temos 5% ao ano, enquanto para o Pre temos taxas próximas a 10% ao ano. (pô, que diferença do 2020 pros outros, hein ?)

Significa que é isso que os dois irão pagar ?

“Sim”. Será este o valor que pagarão além do valor base, indexador atrelado ao título. 😉

Por exemplo: para o Tesouro IPCA, o investidor receberá a variação do IPCA no período mais a taxa de rendimento, uma espécie de “prêmio” extra. Para o Prefixado não existe indexador algum, sendo somente o valor do “prêmio” apresentado no momento da compra do título. Para o Tesouro SELIC, o investidor receberá o valor da SELIC no período mais a taxa de rendimento, que no caso é zero. 🙂

Portanto, a única coisa que está acontecendo é termos um “prêmio” zero para o Tesouro SELIC. O Tesouro pagará apenas a “correção” da SELIC no período e nada mais. Consegues enxergar que o mesmo poderia ocorrer com o Tesouro IPCA ? Consegues ver que em um determinado momento o título poderia também ser oferecido com “taxa de rendimento” zero ? Desta forma entregaria ao investidor apenas a correção pela inflação.

Ah ! E é justamente por oferecer uma taxa zero de “prêmio” que permite que você possa entrar e sair do Tesouro SELIC a qualquer momento, sem risco de perda no valor lá investido. O mesmo não acontece com o Prefixado e o IPCA que apresentam variações de preço a “todo momento”. (muitas vezes variações FORTES !)

Como eu disse, você pode ficar tranquilo !! Hoje, o seu investimento no Tesouro SELIC está rendendo 7,5% ao ano. Sim … BEM diferente dos 12,25% que eram oferecidos no momento em que você comprou o seu título. 🙁

Uma queda de quase 40% no seu rendimento !!! 😯

Entendeu agora porquê venho insistindo TANTO para que vocês passem a olhar com mais carinho para a renda variável ? Que tenho me esforçado tanto para entregar conteúdo de qualidade sobre o investimento em Bolsa ? Sim … Foi por isso que eu criei o Minha 1x na Bolsa. Criei um curso que possibilitará a todos que desejam iniciar seus investimentos em ações, começar com o pé direito.

Acha muito arriscado ? Não entende como funciona ? Acha que não é a sua praia … É normal. Todos têm medo do desconhecido. 😉

Estou lhe oferecendo uma mão amiga, além da minha experiência, para lhe ajudar a entender melhor este mercado e com isso dar os primeiros passos neste tipo de investimento.

Voltando ao Tesouro SELIC, mais vez: fique tranquilo !! O seu título está fazendo exatamente o que se propôs a fazer desde o início. 😀

Espero ter lhe ajudado.

Abraços !